sábado, 30 de abril de 2016

CBF divulga pré-convocação para Copa América com Ganso e sem Neymar

O técnico Dunga optou também por nomes que atualmente integram a seleção olímpica, como Gabriel Jesus, do Palmeiras, e Gabigol, do Santos
Por Veja 

Paulo Henrique Ganso na seleção brasileira(Jeff Zelevansky/Getty/VEJA)

A CBF divulgou nesta sexta-feira a pré-lista para a Copa América Centenário, que será disputada de 3 a 26 de junho nos Estados Unidos. A grande novidade é o meia Paulo Henrique Ganso, que vem tendo ótimo desempenho no São Paulo - após a goleada contra o Toluca, nesta quinta-feira, pela Libertadores, os torcedores e até o técnico Edgardo Bauza falaram sobre uma possível convocação do jogador na lista definitiva, de 23 jogadores, que será divulgada na próxima quinta-feira (5 de maio).

Entre as outras surpresas estão Fagner, do Corinthians, Rodrigo Caio, do São Paulo, Gabriel Jesus, do Palmeiras, Gabigol, do Santos, Ederson, do Benfica, e Walace, do Grêmio - todos eles, com exceção do lateral corintiano, são do elenco da seleção olímpica e, caso sejam efetivamente chamados, integrarão pela primeira vez a seleção principal. Vetado pelo Barcelona e liberado apenas para a Olimpíada, Neymar, como já era esperado, não aparece entre os relacionados. David Luiz, do Paris Saint-Germain, criticado em suas últimas aparições nas Eliminatórias, não figura na lista, assim como o seu companheiro de clube Thiago Silva. Dunga também deixou de fora o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid. Recentemente, o jogador foi acusado pela comissão técnica de ter demonstrado "pouca vontade" de servir à seleção.

Confira a lista completa:

Goleiros: Alisson (Inter), Diego Alves (Valência-ESP), Marcelo Grohe (Grêmio) e Ederson (Benfica)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Fagner (Corinthians), Fabinho (Mônaco-FRA), Filipe Luis (Atlético de Madri-ESP), Alex Sandro (Juventus-ITA) e Douglas Santos (Atlético-MG)

Zagueiros: Miranda (Inter de Milão-ITA), Gil (Shandong Luneng-CHI), Marquinhos(PSG-FRA), Jemerson (Mônaco-FRA) e Gabriel Paulista (Arsenal-ING)

Meio-campistas: Rodrigo Caio (São Paulo), Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE), Casemiro (Real Madrid-ESP), Walace (Grêmio), Rafinha (Barcelona), Elias (Corinthians), Fernandinho (Machester City-ING), Ganso (São Paulo), Renato Augusto (Beijing Guoan), Kaká (Orlando City-EUA), Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Oscar (Chelsea-ING), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea-ING) e Felipe Anderson (Lazio-ITA)

Atacantes: Lucas (PSG-FRA), Douglas Costa (Bayern-ALE), Luan (Grêmio), Hulk (Zenit-RUS), Firmino (Liverpool-ING), Jonas (Benfica-POR), Alex Teixeira (Jiangsu Suning-CHI), Gabigol (Santos), Gabriel Jesus (Palmeiras) e Ricardo Oliveira (Santos)

TARAUACÁ: PREFEITO RODRIGO ANUNCIA MEDIDAS "AMARGAS" PARA ENFRENTAR A CRISE

Prefeito Rodrigo Damasceno
A crise econômica e politica que tomou conta do país tem causado prejuízos imensos à toda população brasileira. As prefeituras por todo o Brasil estão com seus repasses a cada mês diminuindo. Isso tem feito com que muitos prefeitos tenham que tomar medidas "amargas"  de contenção de gastos e para poderem honrar com os compromissos básicos da administração. 


Em Tarauacá, o Prefeito Rodrigo Damasceno, convocou todo o pessoal de sua administração, além de vereadores,  movimento comunitário, igrejas e outros representantes da sociedade civil organizada, para fazer uma espécie de "Raio X" da crise no município e anunciar as medidas que serão tomadas pela administração para conter gastos e combater a crise. O encontro aconteceu na tarde desta sexta feira, 29 de abril, no Teatro José Potyguara. 

"Tentamos retardar ao máximo de tempo possível essa decisão, porém, nossos recursos diminuíram drasticamente e não estamos mais conseguindo, por exemplo, pagar os cooperados e terceirizados", disse o prefeito.

As principais medidas anunciadas foram as seguintes:

1. Redução em 20%, nos salários do Prefeito, Vice Prefeito, Secretários e Assessores de Cargo em Comissão;
2. Suspensão do pagamento de diárias;
3. Suspensão de todas gratificações e dobras;
4. Redução do tempo de expediente nas secretarias para conter gastos;
5. Redução no número de servidores cooperados;
6. Diminuição do número de servidores terceirizados;
7. Redução de gastos com combustível;
8. Redução de gastos com material de expediente;

"Estas medidas são necessárias para manter a saúde financeira da Prefeitura que paga uma séries de dividas contraídas por outros gestores, tendo em vista a manutenção de qualidade dos serviços públicos para a população, tais como: coleta de lixo, limpeza urbana, atendimento de saúde nas Ubs’S, manutenção das unidades escolares, assim como, o pagamento dos servidores público em dia" finalizou o prefeito. 

Mais tarde por uma rede social, o prefeito Rodrigo Damasceno, que optou por não receber salário de prefeito e sim de médico, que é sua profissão, anunciou que vai destinar 20% de seus vencimentos para os cofres da prefeitura. Rodrigo é concursado e tem dois contratos no Governo do Estado.


Leia o que ele escreveu:

"A Crise chegou em Tarauacá... Mesmo após nossos esforços para segurar... Fizemos uma reunião hj, onde tratamos sobre os cortes que realizamos. Vamos cortar 20% dos salários dos servidores municipais que está na câmara de vereadores para aprovação e diminuir a quantidade de servidores terceirizados e cooperados... E eu não recebo pela prefeitura, tenho dois contratos concursados pelo estado! E vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito". (fotos:assecom)

PROFESSORA NARA VARGAS SOFRE MAL SÚBITO DENTRO DA ESCOLA RIO BRANCO E MORRE (ATUALIZADA)


A professora, atuou como chefe de comunicação da capital na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho. A profissional de educação também era jornalista. Na década de 90, ela apresentou jornais na Rede Amazônica, antiga Tv Rondônia.


Porto Velho, RO – Uma notícia na tarde desta sexta-feira (29) deixou professores, jornalistas, alunos e ex-alunos com o coração partido. Infelizmente, a professora Nara Rosane Zacarias Vargas, mais conhecida como “Nara Vargas” sofreu um mal súbito dentro da Escola Estadual Rio Branco na capital. 

De acordo com informações colhidas com professores, Nara estava com a pressão baixa e sentia dores fortes no braço. Em dado momento, a professora foi ao banheiro, mas não retornou. Uma senhora que realizava limpeza estranhou a demora da professora e resolveu olhar por baixo da porta e se deparou com Nara ao solo.

Em ato contínuo, a mulher pediu socorro e o diretor foi até o banheiro encontrando a professora. Uma aluna da escola que é auxiliar de enfermagem chegou a fazer massagem cardíaca, mas infelizmente Nara não resistiu e morreu. Durante entrevista, uma colega de Nara também professora, contou detalhes do fato. Clique aqui.

A professora, atuou como chefe de comunicação da capital na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho. A profissional de educação também era jornalista. Na década de 90, ela apresentou jornais na Rede Amazônica, antiga TV Rondônia. 








- See more at: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/professora+nara+vargas+sofre+mal+subito+dentro+da+escola+rio+branco+e+morre+atualizada/74167#sthash.rPIBs2I7.dpuf

TEREZA CAMPELLO: TEMER PODE DEIXAR 40 MILHÕES SEM BOLSA FAMÍLIA


Por meio de nota, o Ministério do Desenvolvimento Social, comandado por Tereza Campello, demonstrou preocupação com o programa do PMDB para a área social. que defende o foco apenas na população 5% mais pobre; "A intenção de focalizar a política social na parcela dos 5% mais pobres, em populações esparsas e vivendo em comunidades isoladas, sugere que cerca de 40 milhões de beneficiários do Bolsa Família ficarão desprotegidos", diz o texto; "O Brasil superou em 2014 a pobreza extrema. Praticamente erradicou o trabalho infantil entre crianças mais pobres. Muito se deve ao Bolsa Família, que também contribuiu para tirar o Brasil do Mapa da Fome das Nações Unidas"

30 DE ABRIL DE 2016 ÀS 08:34

247 – Uma nota divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento Social aponta que a proposta de política social do governo Michel Temer pode excluir 40 milhões de beneficiários do Bolsa Família. Confira abaixo:

Documento Travessia Social sinaliza retrocesso em políticas públicas

NOTA
Opção por atender apenas a parcela de 5% mais pobres da sociedade sugere que 40 milhões de beneficiários deixarão de receber Bolsa Família


Brasília - O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome manifesta preocupação com o retrocesso sinalizado pelo documento Travessia Social, que expressa as intenções do PMDB para as políticas sociais.

A agenda social apresentada diz que o crescimento econômico, a redução da inflação e o equilíbrio fiscal devem vir primeiro. Ou seja, é o retorno de uma antiga teoria de que é preciso primeiro fazer crescer o bolo para depois distribuí-lo. E isso implica abrir mão do processo de desenvolvimento inclusivo e das significativas conquistas sociais registradas nos últimos anos.

A intenção de focalizar a política social na parcela dos 5% mais pobres, em populações esparsas e vivendo em comunidades isoladas, sugere que cerca de 40 milhões de beneficiários do Bolsa Família ficarão desprotegidos. 

“Estamos diante da real possibilidade de desmonte do programa que garante o acompanhamento escolar de 17 milhões de crianças e jovens e é reconhecido internacionalmente por ter reduzido em quase 60% a mortalidade infantil por desnutrição”, avalia a ministra Tereza Campello.

Entre outros resultados cientificamente comprovados, o Bolsa Família já contribuiu para reduzir em mais da metade o déficit de altura das crianças mais pobres, um indicador da desnutrição crônica associado a deficiências intelectuais. Muitos dos beneficiários chegaram à universidade. Com acesso à comida e à educação, as crianças ganharam direito a um destino diferente dos pais.

O Brasil superou em 2014 a pobreza extrema. Praticamente erradicou o trabalho infantil entre crianças mais pobres. Muito se deve ao Bolsa Família, que também contribuiu para tirar o Brasil do Mapa da Fome das Nações Unidas, além de ajudar a movimentar a economia, sobretudo nos pequenos municípios. Não há como não ver nas propostas do PMDB um claro retrocesso nas conquistas sociais do país.

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/229245/Tereza-Campello-Temer-pode-deixar-40-milh%C3%B5es-sem-Bolsa-Fam%C3%ADlia.htm

Tarauacá: Vice-prefeito alfineta chapa derrotada na eleição do Sinteac


Após o resultado das urnas da eleição para presidência do sindicato da Educação de Tarauacá confirmar o professor Lauro Benigno eleito com mais de 70% dos votos da classe , o vice-prefeito do município Chagas Batista (PCdoB), alfinetou a chapa derrotada por meio de uma postagem na pagina da rede social Facebook. 

"O professor Lauro Benigno é eleito presidente do núcleo do Sinteac de Tarauacá.

Venceu o sindicalismo independente, classista e de luta.

Perdeu os que fazem política rasteira e sem compromisso com a classe trabalhadora". Escreveu o vice-prefeito. 


A eleição foi realizada na sexta-feira, 29. 

Por Leandro Matthaus

Prefeito de Tarauacá corta salário de comissionados e reduz terceirizados da prefeitura

Preocupado com a crise financeira que atinge o Município de Tarauacá, o prefeito Rodrigo Damasceno (PT) tomou uma decisão radical: cortou 20% do salário de todos os ocupantes de cargos comissionados, incluindo secretários municipais, e reduziu 20% da quantidade de prestadores de serviços contratados por meio de cooperativas e empresas efetuando cortes nos valores dos repasses.
340a7962-fad0-49fb-afc0-3208d6bfda92
Rodrigo Damasceno, que é médico, lembrou que não recebe salário de prefeito. Ele possui dois contratos no Estado, cada um no valor de R$ 6 mil (R$ 12 mil no total), e resolveu não só cortar na própria carne, mas tirar do próprio bolso: vai destinar 20% do próprio salário, o equivalente R$ 2,4 mil, para a conta da prefeitura para colaborar com as despesas do Município. “Vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito”, afirmou Damasceno.

“Vamos cortar 20% dos salários dos servidores municipais e diminuir a quantidade de servidores terceirizados e cooperados. E eu não recebo pela prefeitura, tenho dois contratos concursados pelo Estado! Vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito.”
A medida do prefeito, anunciada nesta sexta-feira, 29, é elogiada nas redes sociais. Atualmente, a prefeitura de Tarauacá possui cerca de 200 ocupantes de cargos comissionados, entre eles oito secretários municipais. Somente com cortes salariais serão economizados por mês aproximadamente R$ 40 mil. Há ainda os cortes em diárias.
Por causa da crise econômica que enfrenta o país, a cada ano as prefeituras vêm sofrendo com a queda nos repasses federais. Tarauacá tem um orçamento mensal de R$2,5 milhões. Os cortes anunciados pelo prefeito devem resultar numa economia mensal de R$ 400 mil. Com esse dinheiro, Rodrigo Damasceno pretende investir em mais infra-estrutura e na melhoria dos serviços prestados pela prefeitura a comunidade de Tarauacá.
“Vou depositar todos os meses R$ 2,4 mil do meu salário divulgar o comprovante do depósito. É uma forma que tenho de colaborar ainda mais e mostrar o carinho que tenho com o Município, que passa uma de suas maiores crises. Para se ter uma ideia, dos 22 Municípios do Acre somente oito estão recebendo os repasses do FPM, e Tarauacá faz parte desse seleto grupo”, conclui o prefeito.
Luciano Tavares, da redação ac24horas

sexta-feira, 29 de abril de 2016

A gata da semana


AGORA A BR 364 SAI...

ACRE RECEBERÁ MAIS R$ 230 MILHÕES PARA 364

O Ministério dos Transportes assegurou nesta quinta-feira, 28, a liberação de mais R$ 230 milhões para as obras de recuperação da BR-364, nos trechos Sena Madureira e Cruzeiro do Sul. A expectativa é de que a obra comece a ser executada em julho.


Os recursos foram garantidos após uma reunião em Brasília entre o governador Sebastião Viana, a chefe da Casa Civil, Márcia Regina, o supervisor de Obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Acre, Thiago Caetano, e o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues. Deputados do Acre também estiveram no encontro.
“O Crema é um contrato de conservação e manutenção da BR-364 que vai garantir que ela ofereça tráfego o ano inteiro. Não é um contrato emergencial, e sim um contrato que assegura não só o verão amazônico, mas o inverno de manutenção constante do Dnit na rodovia”, explica a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira.
A ação vai contemplar de forma emergencial os trechos mais críticos entre Manuel Urbano e Feijó.

“O nosso projeto de restauração da BR-364 foi aprovado, e agora vamos avançar no processo licitatório. Amanhã o Dnit realiza uma reunião interna de coordenadoria para poder, em cima do que foi determinado pelo diretor-geral do órgão, dar os encaminhamentos necessários”, explica o supervisor do Dnit.
Por: http://www.ac24horas.com/

Bruna Marquezine procura ginecologista e coloca implante para se livrar de TPM

Bruna Marquezine coloca implante para se livrar de TPM Foto: Divulgação

Moda entre famosas do mundo inteiro e blogueiras fitness, o implante contraceptivo — muitas vezes chamado de chip — acaba de ser adotado por Bruna Marquezine. A atriz procurou o ginecologista Almícar Bettini, no Rio, para a colocação do método anticoncepcional, que, além de evitar uma gravidez, promete acabar com a tensão pré-menstrual, diminuir as celulites, aumentar a massa magra e, consequentemente, emagrecer.

Por conta de alguma perda de peso, muitas mulheres correm aos consultórios para usar o método, que custa cerca de R$ 4 mil. Não foi o caso da atriz. “Ela fez mesmo para substituir a pílula e se livrar da TPM”, conta uma paciente de Amílcar. O chip é colocado sob a pele e mantido no mínimo por seis meses. Mas o tubinho pode ficar até três anos no corpo.

Os implantes são contraceptivos e colocados sob a pele Foto: reprodução

São seis tipos de implantes hormonais, que, segundo usuárias, são menos agressivos que as pílulas. Com isso, a mulher para de menstruar durante o período de uso. Uma das primeiras atrizes a usar o implante foi Mylla Christie, que se arrependeu anos mais tarde.
Bruna Marquezine: implante sob a pele Foto: reprodução/instagram

PSDB PAGOU R$ 45 MIL A JANAINA PASCHOAL POR PARECER DO GOLPE

JORDÃO: UMA PEQUENA CIDADE AMAZÔNICA


Resultado de imagem para JORDÃO aCRE

CONHEÇA JORDÃO AQUI:

Fiscais apreendem no Mato Grosso carga de cerveja com destino ao Acre

Uma carga de 47 mil latas de cerveja foi apreendida na noite desta terça-feira, 26, por fiscais da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso durante abordagem no Posto Fiscal 12 de Outubro, na divisa de Mato Grosso com Rondônia. A mercadoria, que não tinha nota fiscal, saiu do município mato-grossense de Sapezal e seguia com destino ao Acre.
Os fiscais informaram que ao passar pelo posto o caminhão parou para apresentar a nota fiscal que correspondia a uma carga de milho. No entanto, os fiscais descobriram, ao averiguar a mercadoria, 3,9 mil caixas de cerveja no interior do veículo.
Um Termo de Apreensão e Depósito (TAD) foi firmado no valor de R$ 53,7 mil referente ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e multas. A mercadoria encontra-se apreendida até que o TAD seja pago.
A Sefaz atua tanto nas unidades operacionais quanto nos postos dos Correios, transportadoras conveniadas ao EDI (Electronic Data Interchange) e no Terminal Rodoviário de Rondonópolis, o que significa mais agilidade no trabalho.
fonte www.jornalatribuna.com

ACRE: Governador Tião Viana garante R$ 230 milhões para obras de recuperação da BR-364

Tião Viana, Dnit e Comissão de Obras da Aleac se reuniram com o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues (Foto: Ministério dos Transportes)
Uma excelente notícia para a infraestrutura e a integração rodoviária no Acre: o governador Tião Viana conseguiu em Brasília, no Ministério dos Transportes, em audiência nesta quinta-feira, 28, com o ministro Antônio Carlos Rodrigues, a liberação de mais R$ 230 milhões, que serão destinados às obras de recuperação da BR-364, nos trechos compreendidos entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul. As intervenções na rodovia devem começar em julho.

Participaram da audiência a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, o supervisor de Obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Acre, Thiago Caetano, e os deputados estaduais membros da Comissão de Obras e Transportes da Assembleia Legislativa do Acre (Acre) Jonas Lima e Raimundo Correia da Costa (o Raimundinho da Saúde).

Na ocasião, houve também a entrega dos projetos relacionados ao Contrato de Restauração e Manutenção (Crema) da rodovia, que o ministro Rodrigues determinou o encaminhamento imediato para licitação. Esse contrato garante a trafegabilidade da BR-364 o ano inteiro.

“O Crema é um contrato de conservação e manutenção da BR-364 que vai garantir que ela ofereça tráfego o ano inteiro. Não é um contrato emergencial, e sim um contrato que assegura não só o verão amazônico, mas o inverno de manutenção constante do Dnit na rodovia”, explica a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira.

O Ministério dos Transportes autorizou ainda o empenho para ação emergencial das obras na região do Massipira, entre o Rio Macapá e Tarauacá (trechos mais críticos). Além disso, foi solicitada ação emergencial também para os trechos entre o Purus e Feijó

“O nosso projeto de restauração da BR-364 foi aprovado, e agora vamos avançar no processo licitatório. Amanhã o Dnit realiza uma reunião interna de coordenadoria para poder, em cima do que foi determinado pelo diretor-geral do órgão, dar os encaminhamentos necessários”, explica o supervisor.

Em maio de 2015, o governador Tião Viana buscou a ajuda diretamente com a presidente Dilma Rousseff e o Ministério dos Transportes, e conseguiu a liberação imediata de R$ 78 milhões para a obra de recuperação emergencial nos trechos mais críticos, entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul. As ordens de serviço foram assinadas no fim de agosto de 2015.

Atualmente o Dnit está executando as obras desses contratos e outras de pequeno porte. Com o projeto pronto para fazer a restauração entre Sena Madureira e o Rio Liberdade, a garantia do empenho e do recurso, e a licitação já encaminhada, as obras devem ser executadas ainda este ano.

“Nossa expectativa é lançar em um mês o edital para contratação das empresas executoras. Provavelmente em julho já teremos iniciado as intervenções na rodovia”, garante Caetano.

Reforço parlamentar

O deputado Raimundo Correia contou que a Comissão de Obras da Aleac esteve há 15 dias fazendo uma vistoria na rodovia de Sena Madureira a Tarauacá.

“A rodovia carece de uma intervenção urgente. Ficamos muito felizes com a liberação de R$ 230 milhões. Agora, no início do verão, já começarão as obras de recuperação, para garantir a trafegabilidade na BR-364”, conta o deputado.

O deputado Jonas Lima parabenizou o governador Tião Viana pelo empenho e prestígio que ele tem nas instituições federais. “Isso demonstra seu compromisso com o Acre, com confiança no plano nacional dos ministérios. Essa garantia será muito boa para os próximos anos na BR-364, já que irá beneficiar os municípios que necessitam da rodovia”, parabenizou o parlamentar.
Esforços do governo e responsabilidade do Dnit

Por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), o governo foi responsável pela manutenção da BR-364 até dezembro de 2014, ficando apenas com o trecho de Massipira (62 km) e 49 km entre Tarauacá e Feijó.

A partir de janeiro de 2015, o Dnit assumiu a responsabilidade da rodovia e iniciou o Plano Anual de Trabalho e Orçamento (Patos), destacando três empresas para fazer a manutenção da estrada.

Em abril do mesmo ano, o governo entregou ao Dnit a responsabilidade também pelos trechos Massipira (62 km) e 49 km entre Tarauacá e Feijó.
Autorização de empenho para a BR-317 e a Avenida Marinho Monte

Outras demandas também foram encaminhadas positivamente na audiência ministerial, como a resolução de pendências nos convênios da BR-317, além das questões dos empenhos da rodovia.

Foi autorizado o empenho para a finalização dos trabalhos e confirmada a conclusão das obras de recuperação na Avenida Marinho Monte, em Brasileia.

“Foi dado o encaminhamento para que a gente conclua todos os serviços. A princípio, vamos concluir a parte central dos sete metros que já estamos fazendo. Paralelamente, vamos nos reunir amanhã [hoje] para ver as melhores estratégias de avançar nos outros sete metros, onde a prefeitura de Brasileia iniciou a ampliação e não concluiu”, informou o supervisor do Dnit.

Da Agência Acre

quinta-feira, 28 de abril de 2016



1. As eleições de 2016 começa a ferver em Tarauacá. Cada pré-candidato a prefeito buscando seus apoios;

2. É um corre corre, cada partido buscando mais aliados e outros perdendo apoio;

3. Célio Rocha do PSOL não desiste e é sim, pré-candidato a prefeito, segundo ele não importa se perde o resultado, o que importa é lutar pela vitória;

4. Uma fonte me contou hoje que a diretoria do PTN se reuniu na tarde desta quinta-feira e pode abandonar a frente popular de Tarauacá;

5. Até o momento ainda não se sabe se a REDE tem pré-candidata a prefeita ou se vai fazer uma coligação com outro partido que pode ser da oposição ou da situação.

6. O prefeito Rodrigo Damasceno conseguiu mais dinheiro para o município de Tarauacá através de emendas dos deputados federais Léo de Brito, Alan Rick e Cesar Messias para compras de equipamentos e outros que vai beneficiar a população de Tarauacá.

7. A eleição do SINTEAC  de Tarauacá acontece no dia 29 de Abril para a escolha da nova diretória, ou seja, nesta sexta-feira durante o dia e a noite na escola aonde tem aula noturna;

8. Tarauacá parabeniza toda a comunidade pelo os seus 103 anos e pelo os belos desfiles na avenida.

9. Deugilson é um forte pré-candidato a vereador pelo o PT, ele tem uma equipe bem qualificada e vai para a luta em busca da vitória.

10. A disputa está grande dentro do PP, por que Chico Batista e o vereador Marlindo Pinheiro vão disputar na convenção para saber quem vai ser o pré-candidato a prefeito de Tarauacá.

11. Fui informado que os vereadores de oposição estão preparando um manisfesto contra a prefeitura de Tarauacá. O motivo ainda não sei qual é.


Meus agradecimentos, aos nossos eleitores.

MP TENTOU INDUZIR DEPOIMENTO CONTRA LULA



Áudio divulgado pelo Conjur mostra quatro procuradores do Ministério Público Federal pressionando um homem para depor contra o ex-presidente Lula; ameaças veladas, como “se o senhor disser isso, eu apresento documentos, e aí vai ficar ruim pro senhor” foram feitas em plena operação Lava Jato; a conversa foi gravada pelo filho do interrogado, um trabalhador da região de Atibaia, chamado Edivaldo Pereira Vieira; os autores da pressão foram os procuradores do Ministério Público Federal Athayde Ribeiro Costa, Roberson Henrique Pozzobon, Januário Paludo e Júlio Noronha, que tentam forçar o homem a dizer que conhece Jonas Suassuna, um dos proprietários do sítio frequentado por Lula; ouça o áudio

28 DE ABRIL DE 2016 ÀS 19:52

Marcos de Vasconcellos, do Conjur - Ameaçar testemunhas com o intuito de influenciar o resultado de uma investigação criminal configura crime de coação no curso do processo, previsto no artigo 344 do Código Penal, já decidiu o Supremo Tribunal Federal. No entanto, é difícil imaginar qual é o possível desfecho quando a atitude é do próprio Ministério Público Federal.

Ameaças veladas, como “se o senhor disser isso, eu apresento documentos, e aí vai ficar ruim pro senhor”, que poderiam estar em um filme policial, foram feitas em plena operação “lava jato”. E em procedimento informal, fora dos autos.

O cenário é uma casa humilde no interior de São Paulo. Quatro procuradores batem à porta e, atendidos pelo morador — que presta serviços de eletricista, pintor e jardinagem em casas e sítios—, começam a questionar se ele trabalhou no sítio usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se conhece um dos donos do imóvel, o empresário Jonas Suassuna. Ao ouvirem que o homem não conhecia o empresário nem havia trabalhado no local, começam o jogo de pressões e ameaças:

Procurador: Quero deixar o senhor bem tranquilo, mas, por exemplo, se a gente chamar o senhor oficialmente pra depor daqui a alguns dias, e você chegar lá pra mim e falar uma coisa dessas...
Interrogado: Dessas... Sobre o quê? 
Procurador: Sobre, por exemplo, o senhor já trabalhou no sítio Santa Barbara?
Interrogado: Não trabalho. 
Procurador: O senhor já conheceu o senhor Jonas Suassuna? 
Interrogado: Nunca... Nunca vi.
Procurador: O senhor já fez algum pedido pra ele em algum lugar?
Interrogado: Nem conheço.
Procurador: Então, por exemplo, aí eu te apresento uma série de documentações. Aí fica ruim pro senhor, entendeu?

A conversa foi gravada pelo filho do interrogado, um trabalhador da região de Atibaia. Os visitantes inesperados eram os procuradores do Ministério Público Federal Athayde Ribeiro Costa, Roberson Henrique Pozzobon, Januário Paludo e Júlio Noronha.

Nas duas gravações, obtidas pela ConJur, os membros do MPF chegam na casa do “faz tudo” Edivaldo Pereira Vieira. Sutilmente, tentam induzi-lo, ultrapassando com desenvoltura a fronteira entre argumentação e intimidação, dando a entender que dizer certas coisas é bom e dizer outras é ruim.

Na insistência de que o investigado dissesse o que os procuradores esperavam ouvir, fazem outra ameaça velada a Vieira, de que ele poderia ser convocado a depor e dizer a verdade.

Procurador: É a primeira vez, o senhor nos conheceu agora, e eventualmente talvez a gente chame o senhor pra depor oficialmente, tá? Aí, é, dependendo da circunstância nós vamos tomar o compromisso do senhor, né, de dizer a verdade, aí o senhor que sabe...
Interrogado: A verdade?
Procurador: É.
Interrogado: Vou sim, vou sim.
Procurador: Se o senhor disser a verdade, sem, sem problema nenhum.
Interrogado: Nenhum. Isso é a verdade, tô falando pra vocês.
Procurador: Então seu Edivaldo, quero deixar o senhor bem tranquilo, mas, por exemplo, se a gente chamar o senhor oficialmente pra depor daqui a alguns dias, e você chegar lá pra mim e falar uma coisa dessas...

Investigado ou testemunha
Ao baterem à porta de Vieira, um dos procuradores diz: “Ninguém aqui tá querendo te processar nem nada, não”.

No entanto, o nome de Pereira Vieira aparece na longa lista de acusados constantes do mandado de busca e apreensão da 24ª etapa da operação “lava jato”, que investiga se o ex-presidente Lula é o dono de sítio em Atibaia, assinado pelo juiz Sergio Fernando Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Ao se despedirem, deixando seus nomes e o telefone escritos a lápis numa folha de caderno, os membros do MPF insistem que o investigado escondia algo e poderia “mudar de ideia” e decidir falar:

Procurador: Se o senhor mudar de ideia e quiser conversar com a gente, o senhor pode ligar pra gente? 
Interrogado: Mudar de ideia? Ideia do quê? 
Procurador: Se souber de algum fato. 
Interrogado: Não... 
Procurador: Se você resolver conversar com a gente você liga pra gente, qualquer assunto?
Interrogado: Tá.