Festival do abacaxi 2018


sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Rio Branco é a 3ª capital no Índice de Oportunidades na Educação

IOEB avalia fatores como Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), além da taxa de matrículas, experiência dos gestores escolar e ainda a qualificação de professores.

Por Karolini Oliveira, G1 AC, Rio Branco

Acre fica em 3º entre as capitais no Índice de Oportunidades em Educação (Foto: Secretaria Municipal de Educação (Seme))

Rio Branco ficou em 3º no ranking do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), entre as capitais da federação em 2017. A cidade ficou com 4.9 pontos, acima da média nacional, que é de 4.7. O estudo avaliou fatores como Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na capital, além da taxa de matrículas, experiência dos gestores escolares e ainda a qualificação de professores.

A capital subiu quatro posições na classificação geral. Em 2015, a capital ficou em 7 lugar, com 4.6 pontos. Esse ano, São Paulo foi a cidade com o índice mais alto ranking, 5.2 pontos.

O secretário da Secretaria Municipal de Educação (Seme), Márcio Batista, disse que a posição do município subiu devido aos investimentos e dedicação da gestão na educação infantil. “Foram construídas 12 novas creches, com capacidade para atender 5 mil novas vagas”, explica.

Batista esclarece ainda que todos os professores da educação do município possuem nível superior completo. Ele afirmou que dentre os 1.903 professores da capital, 73% deles são efetivos. “Isso conta muito, porque podemos trabalhar na qualificação dos professores com a formação continuada”.

O gestor acrescentou que o município pretende ampliar os investimentos nos próximos anos para manter a qualidade do serviço prestado.

"Cada vez mais aumenta a nossa responsabilidade. Quando você atinge patamares elevados pela qualidade, para manter essa qualidade, implica que temos que ampliar os investimentos, para que, com planejamento, o avanço também chegue a outras regiões da cidade", explica.

O Índice de Oportunidades da Educação Brasileira foi criado em 2015, em uma inciativa do Centro de Liderança Pública e conta com apoio do Instituto Península, da Fundação Lehmann e da Fundação Roberto Marinho e avalia também o ranking de oportunidades nas unidades da federação. Em 2017, o Acre ficou com 4.5. A média nacional é de 4.7.



Acre fica em 3º entre as capitais no Índice de Oportunidades em Educação. (Foto: IOEB)

Nenhum comentário: