Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

domingo, 28 de janeiro de 2018

Lideranças do DEM se reúnem e decidem apoio a Gladson com Alan Rick como vice


Apesar da negativa de parte do diretório regional que defende a ideia de Tião Bocalom lançar uma candidatura própria pelo Democratas, parlamentares e lideranças do partido se reuniram na última sexta-feira (26) e decidiram que o DEM deve apoiar a pré-candidatura ao governo do Acre de Gladson Cameli (Progressistas) com o deputado federal Alan Rick como pré-candidato a vice na chapa do partidos que defendem candidatura única pelo bloco de oposição.

A reunião aconteceu na sede do DEM. O presidente do partido, Tião Bocalom, e os dirigentes que defendem a candidatura de Coronel Ulysses pelo Democratas não participaram do encontro sob a liderança de Alan Rick, o deputado estadual Antônio Pedro, o vereador N. Lima e cinco vereadores eleitos nos municípios do interior. De 40 lideranças presentes 37 disseram que apoiam a indicação de Alan Rick para compor a chapa de Cameli, como pré-candidato a vice.

Segundo informações de líderes do DEM, no início de fevereiro, o presidente nacional da sigla, o senador Agripino Maia, deverá convocar Bocalom e Alan Rick para informar que a executiva nacional não tem interesse na candidatura própria do partido no Acre, optando por apoiar e indicar o vice de Gladson Cameli e traçar metas para eleger um deputado federal. O dirigente também teria informado que não disponibilizará de recursos para trabalhar uma chapa majoritária no Acre.

Aguardando a definição do Democratas, o bloco de apoio de Cameli adiou para o dia 16 de fevereiro o anúncio dos nomes que devem compor a chapa majoritária. A intenção dos líderes oposicionistas é oficializar as candidaturas no dia 26 de fevereiro, colocando um ponto final do desgastante debate sobre a escolha do vice, que vem provocando constantes embates e passando a imagem que os partidos de oposição não sairão unidos contra a Frente Popular do Acre.


Nenhum comentário: