Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

sábado, 27 de janeiro de 2018

MESMO DE FORMA ILEGAL, ACREANOS COMPRAM BOTIJAS DE GÁS EM COBIJA POR R$ 25

Na região do Alto Acre a população busca mesmo de forma irregular adquirir as botijas de gás de cozinha no comércio de Cobija, cidade da Bolívia que faz fronteira com os municípios acreanos de Epitaciolândia e Brasileia, que ficam a cerca de 242 km de Rio Branco. O valor do produto no país vizinho custa entre R$ 25 e R$ 30 e tem sido priorizado por alguns moradores brasileiros. Depois dos diversos ajustes no valor do gás no Brasil, chegando a quase 17% em 2017, algumas pessoas preferiram correr o risco de serem indiciadas pelas autoridades de segurança por contrabando, mas decidiram comprar o produto na Bolívia a um preço abaixo do valor cobrado no Acre. Para evitar este tipo de compra e entrada de produtos sem toda a legalização de acordo com as leis de importação, os inspetores da Receita Federal com apoio da Polícia Federal, estão fiscalizando esse tipo de comércio ilegal. Em uma das ações da Receita Federal, em Epitaciolândia, algumas botijas de gás de cozinha foram apreendidas por estarem sendo comercializadas de forma ilegal. Os indivíduos que transportavam o produto para o Brasil acabaram sendo indiciados. Nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, o valor do gás de cozinha de 13kg gira em torno de R$ 80, dependendo da região comercial, o que representa quase quatro vezes a mais o valor oferecido na cidade de Cobija. De acordo com o Código Penal em seu artigo 334, a pena para os crimes de contrabando, que era de 1 a 4 anos de reclusão, passou para 2 a 5 anos. A pena mínima para esses crimes dobrou, enquanto a máxima foi aumentada em um ano. Por Wiliandro Derze

Nenhum comentário: