Festival do abacaxi 2018


segunda-feira, 12 de março de 2018

Rocha confirma que será indicado como vice na chapa do pré-candidato Gladson Cameli


O deputado federal Major Rocha (PSDB) confirmou a composição pela qual será indicado como vice na chapa do candidato ao Governo, Gladson Cameli, na próxima quinta-feira, numa coletiva à imprensa. Ele deixou claro ao BLOG DO CRICA que a aceitação em ser vice estaria acoplada ao fato do seu nome sair de um consenso, o que ocorreu.

Rocha comunicou ao partido que aceita a indicação, o que neste caso queimou a intenção do médico Eduardo Veloso à vice. Pela composição que, envolveu na discussão o grupo “cabeças brancas, que assessora Cameli, representantes do MDB e PSDB, a candidatura ao Senado da jornalista Mara Rocha (PSDB) foi retirada, e neste caso não disputará a eleição nem para Federal e nem para a ALEAC.

Para a Câmara Federal deverá entrar o deputado Luiz Gonzaga (PSDB), com base em Cruzeiro do Sul, com quem o partido deve conversar para confirmar seu nome. Os argumentos usados para se chegar a esta escolha foram vários, entre eles: com a saída da Mara Rocha do Senado acabaria a briga que se previa ferrenha contra o candidato do MDB a senador, Márcio Bittar. Que se apaziguaria a guerra entre Rocha e Bittar, selando a paz entre MDB e PSDB.

Como Rocha é extremamente bem votado na Capital, o espaço ficaria aberto naquele que é o maior colégio eleitoral do Acre. Outro argumento é que com o entendimento todos os grandes partidos da coligação de Cameli estariam representados na chapa majoritária. Outro ponto é que Rocha seria o contraponto contra o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, que será o vice do Marcus Alexandre (PT).

Rocha é um feroz crítico da Segurança, que estará na pauta principal dos debates políticos. A escolha do deputado federal Major Rocha foi referendada primeiro pelo ex-prefeito Vagner Sales e, posteriormente, pelo presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, as duas maiores forças do partido, no Acre. O MDB ainda acredita que o Coronel Ulisses Araújo poderá vir para a coligação, mas este descartou totalmente a possibilidade e confirmou que disputar o governo é irreversível. BLOG DO CRICA.

Nenhum comentário: