Tarauacá-Acre


terça-feira, 4 de setembro de 2018

Seis escolas no Acre tiveram a melhor evolução no Ideb

Os dados foram divulgados pelo MEC nesta segunda-feira (3). O Estado do Acre tem seis escolas de ensino fundamental da rede pública com a melhor evolução no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2007 a 2017.

As escolas com melhor evolução ficaram acima da meta do Ideb em 2017. Ao todo, três instituições lecionam os anos iniciais do ensino fundamental e as outras três os anos finais do ensino fundamental. Três são mantidas pela rede pública estadual e as outras três pelos municípios.

Cinco das escolas são do interior e ficam nas cidades de Manoel Urbano, Brasileia, Rodrigues Alves e Marechal Thaumaturgo. Somente uma escola de Rio Branco, capital acreana, apresentou um dos maiores índices de crescimento no Ideb no Acre na última década.

No Brasil, a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) estabelecida para 2017 foi cumprida apenas nos anos iniciais do ensino fundamental, etapa que vai do 1º ao 5º ano. A etapa alcançou 5,8 (em uma escala que vai de 0 a 10), quando a meta estipulada era de 5,5.

No ensino médio, etapa mais crítica, o índice avançou 0,1 ponto, após ficar estagnado por três divulgações seguidas, chegando a 3,8. A meta para 2017 era 4,7.Nos anos finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, a meta foi descumprida pela primeira vez em 2013 e não atingiu mais o esperado. Em 2017, com Ideb 4,7, o país não alcançou os 5 pontos esperados.

Na análise do Inep, os números mostram avanços importantes, sobretudo nos anos iniciais do ensino fundamental, mas também, algumas preocupações que precisarão ser discutidas no âmbito das escolas.
jornal A Tribuna

Nenhum comentário: