14/05/2018

Prefeito tucano de Rondônia volta a gabar gestão do PT no Acre e causa clima tenso


O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) voltou a prestar reverências e reconhecimentos à gestão petista, da Frente Popular do Acre (FPA), sobretudo no âmbito municipal, e causou um clima tenso entre os correligionários da oposição acreana. A declaração tida por muitos como “apaixonada” ocorreu durante o 1° Fórum de Lideranças Empresariais do Acre realizado ontem (10) no auditório da Fieac onde contou com a participação também de lideranças políticas com e sem mandatos.

Chaves, que nas eleições de 2016 fez inúmeras gravações positivas para seu programa eleitoral em Rio Branco, afirmou que o projeto da Frente Popular teve êxito no Acre. Na época, Hildon fez uma passagem pelo Terminal Urbano onde testemunhou que o modelo de gestão petista deu certo e poderia ser usado na capital rondoniense caso fosse eleito. No entanto, na época, ele não se ligou que no pleito local, o PSDB encabeçava chapa majoritária com o PR. Fato que o PT não perdoou e estampou que até os tucanos aprovavam mais quatro anos do PT no poder. Para a oposição, na época, esse reconhecimento contribuiu para o fracasso nas eleições.

Anos passaram e ontem (10), na presença de Francineudo Costa (PSDB), ex-candidato a vice-prefeito na chapa de Raimundo Vaz (PR), o prefeito de Porto Velho pediu desculpas pelo ocorrido e reconheceu publicamente que errou. “Eu precisei fazer parâmetros de Porto Velho para com outras cidades. Eu escolhi fazer com Rio Branco. Vim para cá, filmei e não lembrei que tinha eleição. Talvez isso prejudicou um pouco aqui, as eleições daqui porque o PT usou isso no programa eleitoral deles. Peço desculpas publicamente, na frente dos empresários, a você”, disse ele apontando a Francineudo.

Na plateia, figuras públicas como vereadores de oposição e lideranças políticas aparentaram desconforto com a explicação do prefeito e mais ainda como as inúmeras declarações apaixonadas sobre o modelo de gestão do PT do Acre. Entre uma fala e outra, comparando gestões e resoluções de problemas entre os estados, ficou claro aos presentes que o empresário e também prefeito ainda enxerga bons frutos na administração petista no Acre.

“Nós tivemos oito anos de governo do PT que foi um desastre lá em Porto Velho mais quatro do PSB. A conclusão que chego, me desculpem os correligionários do PSDB, mais a impressão que tive que os petistas do outro lado do Rio Madeira são muito piores do que os daqui. Os de cá estão prestando um bom serviço ao estado e ao município. (…) Mais como não voto aqui, voto em Porto Velho, vamos deixar as questões políticas para outro momento”, afirmou Hildon.

Fora do plano político, Hildon Chaves é empresário do ramo educacional. Ele e sua família são donos de uma das maiores faculdades particulares do estado sediada na capital acreana. Nas eleições de 2016, Hildon Chaves declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) patrimônio milionário que chegou a R$ 11,2 milhões de reais.

Nenhum comentário: