17/08/2018

CONHEÇA OS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ACRE EM 2018

No Acre, mais de 500 candidatos registraram junto ao Tribunal Regional Eleitoral para disputar as eleições 2018. Este número inclui os cargos de governador do estado, deputado estadual, deputado federal e senador.

Para o governo, são cinco candidatos que, a partir desta quinta-feira (16), disputam a atenção do eleitorado. A votação deste pleito ocorre dia 7 de outubro.

Veja quem são os candidatos ao governo:

Marcus Alexandre (PT)


Marcus Alexandre Médici Aguiar Viana tem 41 anos, é Engenheiro Civil formado pela Universidade Estadual de São Paulo, com especialização em Team Management: Desenvolvimento de Competências Gerenciais pela Fundação Getúlio Vargas FGV/ISAE. É casado com a Engenheira Civil Gicélia Viana, pai do Gael, Ian e Caio, filho de Tânia de Cássia Médici Aguiar e Ademir Aguiar. É natural de Ribeirão Preto (SP). Foi eleito prefeito de Rio Branco-Acre em 2012, com 90.557 votos, o que representa 50,77 por cento dos votos válidos. Em 2016 foi reeleito prefeito de Rio Branco para o mandato de 2017 a 2020, com 104.311 votos, o que representa 54,87 por cento dos votos válidos.

David Hall (Avante)

David Hall tem 30 anos e é professor de filosofia na Universidade Federal do Acre (Ufac) e na escola José Rodrigues Leite. Ele começou na militância política no movimento estudantil.

Hall foi um dos fundadores da Rede Sustentabilidade no Acre e atualmente é um dos dirigentes do Partido Avante. Esse é o primeiro cargo político que ele concorre.

O Avante não coligou com nenhum outro partido. O Avante definiu o nome de David Hall como candidato ao governo do Estado em convenção partidária em 27 de julho, em Rio Branco. O candidato a vice-governador é o pecuarista e graduado em hotelaria, Thiago Gonçalves.

Gladson Cameli (PP)

Gladson Cameli tem 40 anos, é engenheiro civil formado pelo Instituto Luterano de Ensino Superior de Manaus (ULBRA), no Amazonas, mas exerceu atividades como sócio da empresa pertencente à família.

Aos 28 anos, foi eleito pela primeira vez deputado federal. Em 2010, foi eleito deputado federal pela segunda vez e, em 2014, Cameli se elegeu senador. É filiado ao PP desde 2005. Antes, foi filiado ao PFL, entre 2000 e 2003, e ao PPS. Ele é sobrinho do ex-governador do Acre, Orleir Cameli.

Os partidos que compõem a coligação Progressistas são: PPS, PSDB, PP, PSD, MDB, SOLIDARIEDADE, DEMOCRATAS, PMN, PR, PTC E PTB.

Janaína Furtado (REDE)


Janaína Furtado tem 31 anos, é pedagoga, professora do ensino infantil e vereadora, exercendo o mandato pela segunda vez.

No primeiro mandato ela se elegeu pelo Partido Social Democrático (PSD), aos 25 anos de idade. Depois, fundou a rede sustentabilidade em Tarauacá, município onde se reelegeu vereadora.

A Rede não coligou com nenhum outro partido.

Ulysses Araújo (PSL)


O Partido Social Liberal (PSL) definiu o nome de Ulysses Araújo (PSL) como candidato ao governo do Acre em convenção no dia 28 de julho, em Rio Branco. O advogado e economista Réssene Jarude foi confirmado como vice-candidato ao governo.

Ulysses foi um dos fundadores da Comando de Operações Especiais (COE) no Acre e comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope). É coronel da Polícia Militar do Acre (PM-AC) e foi sub comandante da PM. Em 2016, ele pediu demissão do cargo alegando “incompatibilidade de pensamento” com o atual governo.

Essa é a primeira vez que ele concorre a um cargo político. Os partidos que compõem a coligação são: PSL, PSC e Patriotas.

fonte:contilnet

Nenhum comentário: