14/08/2018

Mergulhadores fazem buscas por banhista atropelado por Jet Ski


Uma equipe do Corpo de Bombeiros faz buscas a procura do pedreiro Jadson Tadeu, de 40 anos, que desapareceu nas águas do rio Envira, na tarde do ultimo domingo, em Feijó.

Segundo a família,Jadson foi atropelado por um jet ski quando tentava atravessar o rio.
A versão dos familiares

Segundo parentes da vitima, um jet ski em alta velocidade atropelou o pedreiro no momento em que ele tentava atravessar o rio para tirar uma foto em uma placa do Festival do Açaí. Ruan Felisberto de Souza, 13 anos, sobrinho de Jadson, e que estava com o tio no momento da acidente, relatou como tudo ocorreu.

“A gente estava na barraca e ele chamou para irmos fazer uma foto do outro lado, onde tem aquela placa. Eu disse pra ele que era fundo e que o celular iria molhar. Mas ele insistiu. A gente foi e quando estava no meio do rio o jet ski acertou ele na cabeça. Eu vi quando ele passou a mão no sangue e sumiu”, contou Ruan.
A versão do Corpo de Bombeiros

Segundo militares do Corpo de Bombeiros que faziam o monitoramento dos banhistas, o pedreiro ultrapassou a área delimitada para o banho e entrou no espaço reservado para embarcações.

Havia uma corda esticada dentro do rio delimitando o limite até onde os banhistas podiam avançar dentro do manancial.

Ainda na tarde ontem os mergulhadores fizeram buscas e retomaram os serviços agora pela manhã.

A policia identificou o condutor do jet ski que prestou depoimento e foi liberado.

Jadson Tadeu é morador de Rio Branco e estava em Feijó se divertindo no Festival do Açaí.


Nenhum comentário: