17/09/2018

Gehlen Diniz e Gilberto Diniz vão parar na delegacia após colisão e tiro em rua de Sena Madureira


O deputado Gehlen Diniz (Progressistas) e seu primo, o ex-deputado Gilberto Diniz, se envolveram em uma confusão, em Sena Madureira, que terminou na delegacia do município. De acordo com Gehlen Diniz, tudo teria começado com uma colisão em seu veículo que estaria parado na frente de uma churrascaria. O Autor da batida seria Gilberto Diniz, que fugiu do local do acidente.

Após a fuga, Gehlen diniz, que é policial rodoviário federal, iniciou uma perseguição ao veículo, reconhecendo pela placa da caminhonete prata que se tratava de seu primo Gilberto Diniz. Como Gilberto não teria obedecido a ordem de parada, Gehlen efetuou um disparo que atingiu um dos pneus do veículo de seu primo que parou na rua próximo da delegacia de Polícia Civil.

Os dois foram parar na delegacia, mas apenas Gilberto Diniz ficou preso porque teria se recusado a fazer o teste do bafômetro e estaria aparentemente embriagado. Gehlen Diniz registrou um Boletim de Ocorrência contra o primo, realizou o teste do bafômetro e foi liberado pelas autoridades polícias de plantão no momento da confusão entre os integrantes da família Diniz.

A motivação da briga de família seria por disputa política. “Tá bêbado, preso na delegacia. Diz que não fez nada e que eu queria matar ele. Ele me culpa inclusive pelo indeferimento da candidatura dele. Recusou fazer o teste do “bafômetro”, disse Gehlen Diniz, que encaminhou resultado do teste de bafômetro que realizou. O resultado do teste realizado pelo deputado deu negativo.


Nenhum comentário: