30/10/2018

Eleitores são presos no Acre por fotografarem urna na hora do voto


Quatro eleitores foram presos pela Polícia Federal no Acre por violarem o sigilo do voto neste domingo, 28, durante o ato de votação.

Esses eleitores usaram o telefone para fotografar a urna eletrônica enquanto estavam na cabine na seção eleitoral, o que se configura crime previsto no artigo 312 do Código Eleitoral Brasileiro. Todos eles foram encaminhados para audiência de transação penal na Polícia Federal.

A promotora eleitoral Alessandra Marques, que está no plantão neste domingo, reforçou que o eleitor precisa se conscientizar que o voto secreto é um direito conquistado.

“O contrário do voto secreto, tão desprezado por eleitores que filmaram ou fotografaram o voto, é o voto obrigatório naqueles em que os donos do poder mandavam o eleitor votar. Voto secreto é direito conquistado. É crime violar o sigilo do voto!”, lembrou a promotora.

Nenhum comentário: