sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Gladson Cameli convida deputado estadual Ney Amorim para se filiar ao Progressistas

Candidato ao Senado pelo PT, Ney sofreu boicote na FPA e expôs revolta ao público

O governador eleito Gladson Cameli procurou na tarde desta quinta-feira (11) o atual presidente da Assembleia Legislativa do Acre, o deputado estadual Ney Amorim (PT), que disputou uma das vagas ao Senado da República na eleição do último dia 7. O objetivo da visita foi formalizar um convite ao parlamentar petista para que ele se filie ao Progressistas, partido de Cameli.

Segundo um assessor do parlamentar do PT, ele ficou ‘bastante feliz com a visita, porque independente de política Ney e Gladson são amigos’, conforme afirmou à reportagem da ContilNet.

“O Ney se sentiu muito prestigiado pelo gesto do Gladson, por quem ele tem muito respeito e admiração política”, disse Marcio Pereira.

Como resposta, Gladson ouviu que no momento o parlamentar não poderia tomar nenhuma decisão, já que a disputa eleitoral terminou há poucos dias e uma mudança de partido precisaria ser objeto de muita reflexão.

Com Ney Amorim magoado com o tratamento que recebeu na aliança capitaneada pelo próprio partido, tendo inclusive denunciado que os caciques petistas haviam dado ordens para que a militância não pedisse votos para ele, não se pode descartar uma guinada política por parte do atual presidente da Aleac.

E a prova é que se ele não aceitou prontamente o convite feito por Cameli, também não descartou a possibilidade de que possa vir a aceitá-lo.

POR ARCHIBALDO ANTUNES, DA CONTILNET 11 de outubro de 2018

Nenhum comentário: