07/11/2018

Prefeitos melhores avaliados do Acre são obrigados a demitir servidores, entre eles Barbary e Ilderlei

O prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary (MDB), avaliado como um dos melhores do Acre, fez ontem o que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou a ele e a todos os prefeitos do interior para que a Lei de Responsabilidade Fiscal seja rigorosamente cumprida: demitir servidores para que os gastos com a folha de pagamento não seja superior a 54% da receita. Como é para cumprir a lei, os porto waltenses parecem entender, inclusive os poucos adversários do prefeito Zezinho.

Barbary não é o único prefeito do Acre obrigado a demitir para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Seus colegas de região, entre eles o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), terão que tomar a mesma atitude. A diferença é que Cordeiro tem adversários mais hostis e menos preocupados com o município, segundo o próprio. Nas ruas de Cruzeiro tem uma campanha de difamação contra Ilderlei, como se as demissões que ele está fazendo sejam fruto de um gestor impiedoso, sem coração e que retalia as pessoas.

O prefeito Ilderlei Cordeiro reage com muita serenidade diante de todos os obstáculos que sua ferrenha oposição impõe. “Irmão eu tenho procurado cumprir o papel que a população do meu município me delegou, com a ajuda de Deus. Quanto aos adversários eu só oro por eles”, afirma. Ilderlei tem conseguido dar a volta por cima com grandes realizações, como a modernização da coleta de lixo, além de obras estruturantes de suma importância para os moradores. Inclusive, já começa a pontar entre os prefeitos melhores avaliados do Acre. 

Escrito por Evandro Cordeiro

Nenhum comentário: