13/12/2018

Gladson se emociona em despedida do Senado para assumir governo


O senador Gladson Cameli (Progressistas), se despediu, nesta quinta-feira (13), do Senado Federal por meio de um discurso emocionado. Ele fez um balanço de sua atuação parlamentar e falou sobre ações importantes que pretende executar no governo do Estado do Acre a partir de 2019.

“Faz 12 anos que sirvo ao País como representante do povo acreano e do povo brasileiro, no Poder Legislativo da União. Como Deputado Federal foram oito anos: de 2007, quando lá entrei com 28 anos de idade, até o início de 2015, por duas legislaturas consecutivas. Em fevereiro de 2015, comecei aqui no Senado, na atual legislatura. Não há dúvida, que assumir o mandato de Governador do Acre será o maior desafio da minha vida pública”, afirmou.

Gladson Cameli destacou que tem consciência vai assumir um Estado com muitos problemas, mas que está preparado para trabalhar com muita determinação, com muita vontade de acertar, e de não decepcionar os acreanos. Ele disse que seu objetivo é fazer uma administração desenvolvimentista, voltada para facilitar investimentos, principalmente no agronegócio, vocação do estado, visando sempre diminuir o desemprego que hoje encontra-se no patamar avassalador de 17% da população economicamente ativa do Acre.

Gladson Cameli também expressou sua preocupação com a Floresta, afirmando que vai cumprir à risca o Código Florestal. “Contudo, não nos vamos deixar estagnar por uma mentalidade paralisante. Vamos provar que é possível gerar emprego e renda sem prejudicar a preservação do nosso imenso patrimônio natural”, afirmou.

Falando sobre Segurança Pública, ele disse que ações importantes serão desenvolvidas para combater o tráfico de armas, o contrabando, o tráfico de drogas, com uma atenção especial às fronteiras brasileiras que passam pelo Acre, com a ajuda das forças federais.

Em aparte, os senadores Cristóvão Buarque (PPS-DF), Antônio Anastasia (PSDB-MG), Randolph Rodrigues (REDE-AP), Sérgio Petecão (PSD-AC), Dário Berger (MDB-SC), que presidiu a sessão e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), fizeram questão de destacar a atuação de Gladson Cameli no Senado.

Nenhum comentário: