28/01/2019

MDB pode levar eleição da Assembleia para o tapetão

O secretário de articulação política do governo para o Vale do Juruá, ex-prefeito Vagner Sales, afirmou que, “o MDB tem como alternativas entrar na justiça se o partido não indicar o primeiro secretário da Mesa Diretora”. A eleição acontece daqui a quatros dias, 1º de fevereiro, após a posse dos novos deputados.

Sales fundamenta a ameaça do MDB argumentando que a Constituição Federal exige a proporcionalidade dos partidos com assento na Casa Legislativa na direção do Poder. “Temos duas alternativas: se o deputado Nicolau Junior (PP), que é o candidato a presidente, não aceitar o MDB na primeira secretaria vamos nos juntar com a oposição totalizando 14 votos; a outra é derrubar na Justiça a eleição e convocar novo pleito respeitando a CEF”, revelou.

O ex-prefeito disse, ainda, que o MDB tem a maior bancada na Casa, que são os deputados Meire Serafim, Roberto Duarte e Antônia Sales. “O MDB não fechou questão em torno de nomes, pode ser qualquer um dos três, o espaço é que está sendo reivindicado pelo nosso partido”.

MARTELO BATIDO – Deputados governistas e da oposição articularam a eleição da Mesa Diretora tendo Nicolau Junior como presidente e Luís Gonzaga como primeiro secretário. Os demais cargos diretivos estão sendo negociados entre os dois blocos. Roberto Duarte já tinha se lançado candidato a Secretaria. O deputado José Bestene também entrou na briga alegando ingerências externas e desqualificando a oposição para o debate.

Nenhum comentário: