27/01/2019

TARAUACÁ: Presos do Moacir Prado recebem mutirão de saúde após 120 dias sem atendimento médico

Detentos estavam sem atendimento médico há 120 dias, diz Iapen-AC — Foto: Divulgação/Iapen-AC
Cerca de 80 presos da Unidade Prisional Moacir Prado, em Tarauacá, interior do Acre, participaram de um mutirão de saúde na manhã desta sexta-feira (25). Os detentos estavam sem atendimento médico há 120 dias, quando o convênio com a equipe de saúde encerrou.

Os presos fizeram exames como ultrassonografia, eletrocardiograma e aferiram a pressão arterial. O Instituto Penitenciário do Acre (Iapen-AC) destacou que houve um reforço no efetivo para garantir a segurança no local durante os procedimentos.

“Havia dois médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e um reforço dos agentes para fazer a condução do pessoal. Todos os presos que têm alguma doença ou estão passando por problema de saúde foram atendidos, passaram por exames e receberam suas receitas para que os familiares possam pegar os remédios nos postos de saúde”, explicou o diretor-presidente do Iapen-AC, Lucas Gomes.

Sobre a falta de equipe médica no presídio, o diretor acrescentou que o Iapen-AC está em tratativas para renovar o convênio de saúde novamente.

“Estava sem atendimento médico há 120 dias e por isso resolvemos fazer esse mutirão, que foi feito com a Clínica São Bernardo. Resolvemos fazer lá para suprir essa demanda, porque tem muito presos doentes há muito tempo e também para evitar saídas externas emergenciais”, confirmou.

Atendimento para as mulheres

O diretor contou também que organiza um mutirão de saúde também para as mulheres do presídio feminino.

Segundo ele, a ideia é que as ações ocorram no início do mês de fevereiro. “Doutor Rodrigo Damasceno é ginecologista também, então, já temos uma ação para a primeira semana de fevereiro para ele atender no presídio feminino”, garantiu.

Por Aline Nascimento, G1 AC — Rio Branco

Nenhum comentário: