07/02/2019

Acre fica isolado após cabeceira de ponte desabar em Rondônia

O Acre, mais uma vez, está isolado dFoto: Assessoria/PRF

O Acre, mais uma vez, está isolado dos demais Estados da federação, via terrestre, pela BR-364, depois que a cabeceira de uma ponte desabou em Cacaulândia, no território de Rondônia.

Desde o incidente, a BR está completamente fechada para o tráfego de veículos e pedestre no trecho atingido.

O fato ocorreu ainda na noite de quarta-feira, 6, quando a cabeceira da ponte, localizado no quilômetro 473, entre as cidades de Jaru e Ariquemes, foi levada pela correnteza do córrego Andirá, que registrou aumento no volume de água e, por consequência, aumentou a força da correnteza.

A cratera formada no local tem aproximadamente 9 metros de diâmetro.

A Policia Rodoviária Federal (PRF) de Rondônia interditou a rodovia para evitar acidentes.

A PRF informou que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) foi acionado e enviou ao local equipes de Ji-Paraná e Ariquemes e o Ministério dos Transportes também foi avisado da situação.
Foto: Assessoria/PRF

Ainda de acordo com a PRF, por meio de nota, o DNIT foi informado que o Exército Brasileiro, representado pelo 5 BEC, avaliava as condições de viabilidade e segurança para instalação de uma ponte metálica para restabelecimento emergencial do fluxo de veículos. “Não obstante, uma empresa que realiza serviços de manutenção e conservação da rodovia foi acionada para iniciar imediatamente a execução de obras no trecho atingido”.
Viagens via terrestre estão suspensas

A Polícia Rodoviária também notificou as empresas de ônibus que trafegam pelo trecho transportando passageiros em viagens interestaduais e intermunicipais para que suspenda a venda de passagens, tendo em vista que a rodovia está fechada para o tráfego de pedestres e pessoas no trecho do incidente.

“A PRF reforça que a população, por questões de segurança, deve obedecer à orientação de não prosseguir viagem e tal informação será repassada pelos policiais de serviço em todas as quatro delegacias da regional, de modo a evitar deslocamentos desnecessários e que coloquem em risco a segurança viária”, finaliza a polícia, em nota.
Foto: Assessoria/PRF

Nenhum comentário: