sexta-feira, 17 de julho de 2020

Guedes ameaça o Congresso: "se interditar as reformas, vou embora"

Nenhum comentário: