8.05.2020

Gladson diz que não vai retirar a candidatura de Kinpara e pode se filiar ao PSDB após as eleições


O governador Gladson Cameli afirmou na manhã desta quarta-feira, 5, no Palácio Rio Branco, que deve apresentar carta de afastamento do Progressistas e que existe a possibilidade de se filiar ao PSDB somente depois das eleições.

Evitando polemizar, o governador voltou a afirmar que recebeu todas as garantias da executiva nacional tucana que seria o mandatário tucano no Acre. “Já foi conversado. Sentarei com todos partidos. Minha decisão de apoio já está tomada [apoio a Socorro Neri] e não vou retirar candidatura de ninguém, fiquem tranquilos. Vou conversar com todos. Estou vendo datas e horários”, disse.

Cameli minimizou também as falas da deputada Mara Rocha dando a entender que governador seria bem vindo desde que respeitasse a ordem. “Eu não quero problema com a Mara. Quero que ela mande recursos para o Acre nas suas emendas só isso, pontuou.

Sobre sua situação no PP, Cameli confirmou que pedirá afastamento e deu um puxão de orelha no deputado José Bestene que afirmou que ele não deixaria o partido e pôs a culpa na imprensa. “A imprensa não mente. Não tem ninguém para falar por mim. Ninguém está autorizado a falar por mim”, disse.
fonte: ac24horas.com

Nenhum comentário: