terça-feira, 22 de setembro de 2020

Protesto de policiais leva caixões com promessas feitas por Gladson e Rocha no Palácio

Por Marcos Venicios - veniciosferreira@gmail.com

Foto: ac24horas/Sérgio Vale

Os membros da Associação de Militares do Acre (AME) realizaram nesta segunda-feira, 21, em frente ao Palácio Rio Branco, uma manifestação com direito a a caixões numa forma de chamar a atenção do governador Gladson Cameli e do secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos, para escutar as reivindicações da categoria.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, o protesto ocorre após Associação dos Militares do Acre (AME) encontrar dificuldades em conversar com as autoridades estaduais.

Ao ac24horas, o deputado estadual Cadmiel Bonfim (PSDB) representante da categoria na Assembleia Legislativa do Acre, afirmou que as principais reivindicações da categoria são o pagamento do Prêmio Anual de Valorização da Atividade Policial (PAVAP), também chamada de Valorização de Atividade Militar (VAM), remuneração a qual os servidores fazem jus desde 2017, mas que nunca foi paga.

O deputado afirmou que outra prioridade hoje posta junto ao governo, se resume a três questões: a progressão horizontal, que passa pela correção do adicional de titulação, que se arrasta desde 2019, ainda, a promoção sob judice, tendo em vista que militares que respondem a procedimentos militares estão sendo impedidos de avançar na carreira e a convocação dos aprovados do concurso da PM que ficaram no cadastro de reserva, além da isonomia salarial entre Policiais Civis e Militares.

“O governador fez uma série de promessas e a gente até apresentou algumas como anteprojetos, mas até agora nenhuma deu prosseguimento. Pra vocês verem, os servidores da educação receberam o VDP deles e estão trabalhando em casa e os policiais que estão desde 2017 esperando, ainda não receberam”, afirmou.

Foto: ac24horas/Sérgio ValeFoto: ac24horas/Sérgio Vale
Foto: ac24horas/Sérgio ValeFoto: ac24horas/Sérgio Vale

Nenhum comentário: