9.22.2020

Terceirizados da Educação fazem protesto após três meses de salário atrasados



João Renato Jácome, do Notícias da Hora 22 Setembro 2020

Os funcionários terceirizados da empresa Maia & Pimentel, que prestam serviços à Secretaria de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE), decidiram realizar um protesto na frente da sede da instituição, pedindo que o secretário Mauro Sérgio pague os débitos que tem com a empresa.

Após conseguirem acessar o prédio, os trabalhadores foram levados para a sala de reuniões da SEE, e às 11 horas, já estavam aguardando uma posição ou representante da secretaria há pelo menos 1 hora. A situação dos profissionais é crítica, já que muitos não têm outra fonte de renda em casa.

O deputado Fagner Calegário, que foi ao local para acompanhar a conversa, destacou que o atraso é mesmo de três meses. “Eles estão alegando estar há três meses sem receber. Eu vim aqui para saber, para verificar o que está acontecendo. Já estamos aqui há uma esperando o secretário, os gestores. Um verdadeiro descaso o que está acontecendo”, diz.

Nenhum comentário: