Quer ficar informado sobre as principais noticias da educação em nosso Munícipio, Estado ou País, ac

9.16.2020

Três municípios do Acre estão entre os dez com mais alertas de desmate na Amazônia


Em agosto de 2020, o Sistema de Alerta de Desmate (SAD) do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) detectou 287 quilomêtros quadrados de desmate e degradação da floresta do Acre, que significa 18% de todo o desmatamento na Amazônia.

Em agosto, três municípios do Acre –Sena Madureira, Feijó e Rio Branco –figuraram entre os mais dez críticos para desmate e degradação nos alertas do SAD na Amazônia.

Em julho, Acre desmatou mais que o Mato Grosso, diz Imazon
Desmate cresce 151% em um ano no Acre, diz Imazon

São 1.499 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal, um aumento de 68% em relação a agosto de 2019, quando o desmatamento somou 893 quilômetros quadrados. O desmatamento detectado em agosto de 2020 ocorreu no Pará (37%), Amazonas (19%), Rondônia (14%), Mato Grosso (9%) Maranhão (2%), Roraima (1%) e o já citado Acre.

As florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 659 quilômetros quadrados em agosto de 2020, o que representa uma redução de 29% em relação a agosto de 2019, quando a degradação detectada foi de 922 quilômetros quadrados.

Em agosto de 2020 a degradação foi detectada no Mato Grosso (47%), Pará (46%), Roraima (3%), Amazonas (2%) e Rondônia (2%).

Em agosto de 2020, a maioria (55%) do desmatamento ocorreu em áreas privadas ou sob diversos estágios de posse. O restante do desmatamento foi registrado em Assentamentos (24%), Unidades de Conservação (16%) e Terras Indígenas (5%).

fonte: ac24horas

Nenhum comentário: