9.19.2020

Venezuela abate uma aeronave do narcotráfico com registro norte-americano que entrou ilegalmente em seu espaço aéreo


O ministro do Interior garantiu que estão em “alerta permanente” para prevenir o tráfico ilícito de drogas da Colômbia.
Venezuela abate uma aeronave do narcotráfico com registro norte-americano que entrou ilegalmente em seu espaço aéreo

O Ministro do Interior e Justiça da Venezuela, Néstor Reverol, informou nesta terça-feira que uma aeronave do narcotráfico com registro norte-americano foi “desativada”, que entrou ilegalmente no espaço aéreo venezuelano através do estado de Zulia, na fronteira com a Colômbia.

“Os oficiais das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas, depois de detectar a unidade aérea ilegal com os radares do Comando Integral de Defesa Aeroespacial (Codai), acionaram todos os protocolos estabelecidos na Lei de Controle para a Defesa Integral do Espaço Aéreo”, explicou o ministrar através das redes sociais.

O Reverol especificou que foi "desativado próximo a uma pista clandestina, no município de Machiques de Perijá".

“Continuamos em alerta permanente, monitorando nosso espaço aéreo para evitar que seja usado para o tráfico ilícito de drogas da Colômbia”, acrescentou.

De julho de 2019 ao mesmo mês deste ano, a Venezuela apreendeu 44 toneladas de drogas. Este país divide mais de 2.000 quilômetros de fronteira com a Colômbia, que produz 70% da cocaína consumida no mundo, segundo o Relatório Mundial sobre Drogas das Nações Unidas.

Nenhum comentário: