11.03.2020

Com exceção de Abdias, candidatos a prefeito de Tarauacá contestam números da pesquisa Data Control



Gilson Amorim, do Notícias da Hora 02 Novembro 2020

Os candidatos à Prefeitura de Tarauacá comentaram o resultado da pesquisa de intenção de votos realizada pelo Instituto Data Control e divulgada nesta segunda-feira (2). Os números apontam que o candidato Abdias da Farmácia (Democratas) está na frente. No levantamento da pesquisa estimulada, ele tem 31,2% dos votos. Veja o que dizem os candidatos sobre os números.

Abdias da Farmácia (Democratas) disse que recebe “com humildade os números da pesquisa. Sabemos que a pesquisa retrata o momento e estamos percebendo que nossa campanha vem crescendo a cada dia, bem como, esse resultado aumenta nossa responsabilidade, pois, temos andado e visto. Vejo o carinho que as pessoas têm com o nosso projeto e quando os números confirmarem nas urnas, teremos um grande desafio pela frente. Vamos seguir visitando, falando de proposta e semeando a esperança”.

Maria Lucinéia (PDT) afirmou que “é com muita preocupação que nos deparamos com o resultado desta pesquisa. A nossa coligação "Rumo Novo com a Força do Povo" entende ser tendenciosa, pois tem o intuito de enganar o eleitor indeciso, com a ideia de que as eleições já estão decididas. Em nossas visitas temos tido o apoio em massa da população, que anseia por mudanças e com uma Tarauacá melhor, portanto, seguiremos firmes com a nossa campanha que vem crescendo e no dia 15 de novembro o eleitor mostrará nas urnas, o resultado de nosso trabalho. Temos a certeza de nossa vitória”.

Chiquinho R7, do PTB, destacou que “eu como candidato a prefeito não acredito nessa pesquisa, porque eu sou favorito para ganhar as eleições em Tarauacá, porque as urnas vão dizer que o menino da bicicleta é o credenciado para ganhar as eleições. Essa pesquisa é uma verdadeira imoralidade”.

Já o emedebista Júnior Feitosa frisou que “estamos focado na recuperação do Giovanni Accioly e focando no voto da confiança e não vou perde tempo com pesquisa. E nós entendemos ser montagem e fraudulenta. O nosso foco nesse momento é a recuperação do Giovanni que é nosso marqueteiro, cantor e apoiador”.

Basto Viana, do PSOL, também disse não acreditar nos números do Data Control. “Não acredito nessa pesquisa, porque o nosso trabalho tem sido conversar com as pessoas, casa por casa e a gente ver na expressão do povo que eles querem mudança. Ontem a gente viu um pouco da resposta do povo na nossa caminhada”.

Chagas Batista (PCdoB) disse que “Nós vamos ganha a eleição. Escreve aí. Apenas dizer que essa pesquisa não me interessa”.

A pesquisa foi registrada no TRE/AC sob o número 06501/2020. Foram entrevistadas 400 pessoas no dia 28 de outubro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança de 95%.

Nenhum comentário: