11.05.2020

Gladson chora ao anunciar construção de nova maternidade e relembra história emocionante de sua avó


Luciano Tavares, do Notícias da Hora 06 Novembro 2020

Ao som da música evangélica "vai valer a pena", o governador Gladson Cameli deu um depoimento emocionado sobre sua avó Marieta Cameli, durante evento político na noite desta quinta-feira (5) no bairro Vila Acre, em Rio Branco, e aproveitou para anunciar a liberação de recursos para a construção da nova maternidade da Capital.

A música "vai valer a pena", uma das preferidas do governador, o fez chorar e relembrar ao mesmo tempo histórias de seus avós de uma época em que era bem mais difícil ter acesso aos serviços de saúde pública.

"Será um lugar (a nova maternidade) para que as nossas mães tenham a dignidade de dar à luz ao futuro das nossas crianças. Eu sei que alguns vão dizer que isso aqui é lágrima de crocodilo. É não. Eu não preciso vir fazer teatro. Minha avó quando foi ter o meu pai, a parteira ficou esperando o segundo filho que morava no seringal. O meu avô colocou a minha avó, meus tios e veio com ela e a levaram até Cruzeiro do Sul. Quando chegou, eu me emociono todas as vezes, era um cisto que tinha. Graças a Deus ela saiu. O que que eu preciso mais na Saúde. Se eu não lutar para que casos como esses não possam acontecer com as pessoas que mais precisam não vale a pena eu estar onde estou. E é valendo a pena que a gente vai conseguir fazer o que tem que ser feito."

A estrutura

A unidade, que será construída em uma área nas proximidades do Arena da Floresta, está orçada em R$ 60 milhões, e receberá o nome de Marieta Cameli, que morreu em maio deste ano.

A nova estrutura terá um total de 13.000 m2 de área construída com 100 leitos comuns, 10 unidades de UTIs, 60 unidades de UTIs neonatal, 9 leitos de observação obstétrica, 3 leitos de observação ginecológica, 7 leitos para emergências, 6 leitos na sala de indução aos partos, 10 leitos de enfermaria e pós-operatório, 5 consultórios ambulatoriais, 5 consultórios de imagenologia, centro cirúrgico com 5 salas de cirurgia, 8 quartos PPP no centro obstétrico, refeitório, lavanderia industrial, centro de esterilização, central de medicamentos e uma casa da mulher.

Nenhum comentário: