12.25.2020

O “guardião” do CPF


O GOVERNADOR Gladson Cameli está fechando seus dois anos de gestão com o pagamento dos servidores em dia, quitou as milionárias dívidas da gestão anterior, e faz um bom trabalho na pandemia. Nem se discute. Mas, contou a sorte de ter ao seu lado um assessor extremamente centrado, qualificado, que soube dizer não quando políticos quiseram atropelar a linha da legalidade. É o chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, que cumpre o papel de “guardião do CPF do Gladson”, como ninguém.

Os que não conseguiram facilidades no governo, bem que urdiram lhe derrubar e não conseguiram.

Enquanto não se decide a novela da vaga de Conselheiro no Tribunal de Contas do Estado, o Ribamar continua firme no cargo.

Portanto, fica no campo da especulação a sua saída do posto.

O que o diferencia dos demais secretários é que, a sua lealdade com o Gladson vem desde a condução de todas as suas campanhas políticas. Lealdade não se compra em boteco.

PAPAI NOEL
O SENADOR Sérgio Petecão (PSD) deu um presente de Papai Noel aos moradores de Assis Brasil, inaugurando ontem o ginásio mais moderno e completo do estado.

CAMPEÃO NO ESPORTE
O PETECÃO foi o político acreano que mais investiu no esporte. Em todo estado viabilizou em torno de 50 quadras esportivas, em parceria com a prefeituras. 30 delas, só em Rio Branco. Quem ganhou foi a garotada.

CONTINUA FORTE
MESMO TENDO PERDIDO a eleição para a prefeitura pela primeira vez depois de décadas, o grupo do ex-prefeito Vagner Sales (MDB) continua ainda muito forte em CZS.

ACENO DERRADEIRO
A POLÍTICA tem ciclos, mas ao que indicam as últimas cinco eleições que emendou perdendo, a ex-prefeita de Sena Madureira, Toinha Vieira, tem de sair de cena.

TENTARAM TUDO
CAMPANHA política tem seus mistérios. Quando a população dá uma guinada simpática por um candidato, não adianta armar mentiras para derrubar. Foi o que aconteceu em Sena Madureira, com a reeleição do prefeito Mazinho Serafim (MDB). Atropelou todos.

A BOLACHA MOFOU
O DEPUTADO FEDERAL Léo de Brito (PT) precisa cair na real e deixar de ficar lançando o Jorge Viana (PT) ao governo, como se o PT fosse a última bolacha do pacote. Acorda, Léo! O tempo do pode tudo do PT, acabou. Aproveita, e dá uma olhada nos números da capital.

NUNCA SE INTERESSOU
A PREFEITA Socorro Neri esclareceu ao BLOG de que, não há interesse por parte do governo e nem da sua parte, de integrar a equipe do governador Gladson Cameli. Ponto!

NEM QUE TENTE
O DEPUTADO Edvaldo Magalhães (PCdoB), mesmo que tente mil vezes não conseguirá repetir a peça melosa e pegajosa da sua lavra, que beneficiou os magistrados.

QUESTÃO DE ESTRATÉGIA
É MAIS uma questão de estratégia a prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem (PT), não trombetear a sua candidatura a deputada federal, mas será uma realidade em 2022.

TODO DIREITO
VENCEDORA da última eleição, a Fernanda tem todo o direito de aspirar voar mais alto na eleição de 2022.


CENÁRIO IDEAL
AO SE CONFIGURAR que, em 2022 teremos dois nomes disputando o governo, Gladson Cameli e Sérgio Petecão, necessariamente, terão que ter dois candidatos ao Senado. É um cenário pelo qual torce o Jorge Viana (PT).

BEM MAIS ATIVA
NO SEU PRIMEIRO MANDATO de deputada federal, a Perpétua Almeida (PCdoB) foi bem mais ativa do que está sendo neste seu novo mandato na Câmara Federal.

NINGUÉM FOI MAIS DEMOCRÁTICO
ACOMPANHO de perto desde o Wanderley Dantas todos os governadores que passaram pelo Acre. Alguns um pouco democratas; outros censores, mas nenhum deles respeitou tanto a liberdade de expressão na imprensa do que o Gladson Cameli. Não se conhece uma perseguição.

PORTA TRANCADA
SOBRE a secretária de Comunicação, Silvânia Pinheiro, o governador Gladson, grafou a frase: “mesmo que queira sair do governo, não deixo. É minha Primeira- Ministra”.

GRUPO EM FORMAÇÃO
O SENADOR Sérgio Petecão (PSD) deu início ontem em Brasiléia a um movimento para que o Alto Acre tenha um candidato a deputado federal de consenso, e que cada município da região tenha um nome a deputado estadual.

ALÉM DA EXPECTATIVA
SEM TIRAR os méritos do prefeito eleito Zequinha (PP), mas sua vitória só foi possível graças a engenharia de montar 11 partidos na coligação que o apoiou, costurada pelo deputado federal Nicolau Junior (PP).

BRILHO OS OLHOS
FICOU deslumbrante os motivos natalinos na Praça Plácido de Castro, e no espaço em frente ao Palácio Rio Branco. A prefeitura e o governo despertaram o espírito natalino em cada um e nós. Paz! E que venha a vacina.

PAGANDO O PATO
VÁRIOS PAÍSES do mundo já começaram suas campanhas de vacinação. Países de menos importância como México e Costa Rica, já vão anunciar a imunização. No Brasil, loucos ainda discutem a vacinação pelo lado ideológico.

FRASE MARCANTE
“Vale mais arriscar-se a subir na figueira para tentar alcançar o figo do que deitar-nos à sombra dela e esperar que ele nos caia na boca”. José Saramago.

SOBRENOME PODEROSO
Assumiu a prefeitura de Rio Branco o ex-deputado Mauri Sérgio de Oliveira, após derrotar o PT no poder. O João Borborema, uma das figuras mais queridas e folclóricas da política acreana, todo dia se dava ao trabalho de dar uma olhada no Diário Oficial, para ver se saia a sua nomeação, e nada. Só saia nomeação para cargo de confiança para quem tinha o sobrenome “Oliveira”. Desolado, Borborema foi para a prefeitura tentar falar com o prefeito Mauri Sérgio. A chefe do gabinete perguntou qual assunto seria tratado. Na sua verve humorística crítica, Borborema, respondeu: -É que, quero pedir ao Mauri para me adotar, porque sendo mais um “Oliveira”, com certeza vou conseguir um cargo de importância na prefeitura”. O certo é que pouco depois do episódio saiu a sua nomeação. Do livro “Última Chamada para Manacapuru”- Luis Carlos Moreira Jorge.
Blog do Crica

Nenhum comentário: