12.22.2020

PREFEITURA DE RIO BRANCO HOMENAGEIA GIOVANNI ACIOLY


Janaina Acioly falou em nome da familia

O Radialista e músico Giovanni Acioly, foi homenageado pela prefeitura de Rio Branco através de uma edição especial do Prêmio Jorge Said de Comunicação,  dedicado aos profissionais da informação, que atuam nas mais diversas plataformas. Criado pela gestão da prefeita Socorro Neri em 2018, o prêmo leva o nome de um dos mais conhecidos jornalistas do Acre, Jorge Said, falecido em 2015. O evento, realizado no auditório da Uninorte, foi transmitido pelo YouTube e redes da prefeitura.
A irmã de Giovanni Psicóloga Janaina Acioly representou a familia e recebeu o prêmio das mãos da prefeita Socorro Neri. "Giovanni sempre foi uma pessoa do bem. Agadecemos à prefeita Socorro Neri que é uma pessoa sensível a todas as causas", disse Janaina.


Giovanni Pinheiro Acioly Gomes nasceu em 17 de maio de 1988 e morreu no dia 4 de novembro de 2020, vítima de acidente de carro. O veículo que dirigia colidiu com uma carreta parada em uma avenida no município Tarauacá onde nasceu.

Giovanni cresceu num ambiente cercado de música e cultura, sua maior paixão desde cedo. Além, da admiração pelo rádio, por ter um pai radialista. Assim como o pai, era fã de Raul Seixas e do rock. Giovanni se tornou multi instrumentista, produtor e radialista muito novo ainda. Fez dupla com a irmã Janaina, montou sua própria banda de rock (TK7dois1) chegando a gravar um CD, participou como baterista e vocalista da Banda Caro Jonh que tocava rock autoral, A sua primeira banda foi com os amigos da escola. Os que não sabiam tocar, ele os ensinou. Depois fez carreira solo, tocou em várias bandas, tocou na igreja. Giovani era produtor e montou seu próprio estúdio de gravação de áudio. 


Junto com o pai, fundou a Rádio Comunitária Nova Era FM. O pai cuidava do conteúdo informativo, Giovanni se dedicava à seletiva musical e produção. 
Giovanni era Formado em Recursos Humanos, mas, sua paixão era música e o rádio. 

Na imprensa Trabalhou como correspondente da assembleia legislativa cobrindo as atividades da câmara de vereadores do município, fez reportagens para o sistema púbico de comunicação. Além da rádio Nova Era FM de Tarauacá, trabalhou na Rádio Difusora Acreana e, por último, na rádio Aldeia FM em Rio Branco. 


Se mudando para Rio Branco em 2013, Giovanni se tornou nos últimos anos servidor da Secom. Técnico, locutor radialista e sonoplasta na Aldeia FM, se dedicou com intensidade naquilo que mais gostava. 


Entre seus muitos feitos, apresentou o Tardes da Aldeia, programa mais antigo da casa. Mas seu maior destaque, sem dúvida, foi o reconhecimento dos colegas como um profissional de excelência, considerado por todos como tranquilo, parceiro, responsável e muito competente, em que qualquer demanda dada seria bem cumprida. 

Um de seus últimos projetos foi a banda Hashtag68, na qual tocava e cantava, chegando a fazer lives de sucesso em tempos de pandemia. “Ele era jovem, alegre, feliz. Por onde ele passava, conquistava a todos”, conta o pai.

A premiação 

Na edição deste ano o prêmio homenageou além de Giovanni, os jornalistas Tião Victor, Naylor George, Ivan Cláudio, Val Sales, todos in memorian.

A prefeita Socorro Neri disse que além de comemorar o trabalho de tantos profissionais que ajudam na construção de uma cidade mais humana, acolhedora e socialmente justa, o Prêmio Jorge Said de Comunicação é o reconhecimento do esforço e dedicação dos comunicadores para levar a informação de qualidade, clara e precisa para todos os rio-branquenses. Ainda de acordo com a prefeita, em um ano extremamente difícil como 2020, o trabalho da imprensa profissional foi fundamental.

"2020 será para sempre lembrado como o ano que nossa geração vivenciou uma situação inédita em pelo menos um século. Estamos enfrentando uma doença nova, uma pandemia que mudou profundamente a forma que vivemos e que nos relacionamos uns com os outros. E num momento em que pouco se sabia sobre esse inimigo invisível a comunicação teve o papel fundamental de nos ajudar a alertar e nos fazer entender a gravidade dessa situação", afirmou.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a premiação teve um formato diferente dos anos anteriores. Com a presença restrita.

Nenhum comentário: