1.02.2021

Bocalom nomeia tio de Marcus Alexandre para a Seinfra e Emurb e ato causa mal estar entre aliados


O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP), divulgou na noite desta sexta-feira, 1, logo após a sua posse, a lista de secretários que comandarão as principais pastas de sua gestão pelos próximos 4 anos.

Polêmicas a parte, um dos nomes selecionados pelo Prefeito Progressista é do tio do petista Marcus Alexandre, ex-prefeito de Rio Branco e candidato ao governo derrotado nas eleições 2018 pelo atual governador Gladson Cameli.


Trata-se de Valmir Alexandre Médici, que será secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana e que irá responder também ainda pela Emurb, empresa pública que foi alvo de diversas Operações do Ministério Público na gestão do PT batizada de Midas, que investigava uma quadrilha que atuava desviando recursos supostamente liderada pelo ex-diretor do autarquia, Jackson Marinheiro, denucinado por pelo menos 10 crimes que vão desde peculato a associação criminosa. Apesar de não ter nada a ver com a corrupção instalada na Emurb, Valmir sempre foi ligado ao sobrinho petista, chegando inclusive a apoiá-lo em campanhas políticas, mas discretamente, porém o diretor de comunicação da prefeitura de Rio Branco, Ailton Oliveira, também nomeado junto com Valmir, quando consultado,afirmou que mesmo sendo parente de Marcus, o novo comandante da Seinfra e Emurb “sempre apoiou Bocalom e tem capacidade técnica para pasta”.


Ao ac24horas, Bocalom reforçou que Valmir sempre o apoiou desde os tempos de Acrelândia. “Ele sempre me apoiou, desde Acrelândia.Teve problemas seríssimos com a mãe, inclusive, por causa do Bocalom”, disse o prefeito.

O fato é que a nomeação de Valmir causou certa estranheza no núcleo duro que cerca Bocalom e também de aliados, já que o prefeito recém-empossado prometeu despetizar a prefeitura e em entrevista após ser eleito e ainda afirmou que não teria as mesmas atitudes do governador Gladson Cameli, alfinetando o chefe do Palácio Rio Branco.

Nenhum comentário: