Quer ficar informado sobre as principais noticias da educação em nosso Munícipio, Estado ou País, ac

2.02.2021

Para evitar tragédia de Manaus, Gladson manda decretar novo fechamento de estabelecimentos



Para evitar tragédia de Manaus, Gladson manda decretar novo fechamento de estabelecimentos

Luciano Tavares, do Notícias da Hora 02 Fevereiro 2021

Depois do surgimento de 2 mil casos de covid-19 no Acre em sete dias, o governador Gladson Cameli está decidido: vai mandar suspender o funcionamento de todos os serviços não essenciais, assim como aconteceu em março do ano passado quando foram registrados os primeiros infectados pelo vírus no Acre.

Cameli está se antecipando e quer evitar uma tragédia. Os hospitais estão lotados, há pouquíssimas UTI's e as regras para evitar a contaminação não estão sendo respeitadas. Junto a tudo isso, há a possível circulação da nova variante da covid no Acre, que é mais contagiosa e e letal.

O governo está amparado pela análise do Comitê Especial de Acompanhamento da Covid-19 que, a pedido do governador antecipou para esta segunda-feira, em regime de urgência, a reunião que ocorreria na sexta-feira para noticiar que o Acre regrediu para a faixa vermelha.

O decreto, que será publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (2), quando também entra em vigor, vale até o dia 22 de de fevereiro, mas com possibilidade de ser prorrogado. A prorrogação ou não das medidas vai depender da situação sanitária e dos números da covid-19 no Estado no período.

"Estamos fazendo tudo o quanto podemos, mas não existe preço quando se trata de vidas. Vida não pode esperar, vida não preço, não pode ser postergada", informou o governador Gladson Cameli em áudio ao Notícias da Hora.

O médico infectologista Thor Dantas, que atua desde o início da pandemia fazendo alertas, elogiou a coragem que o governo teve em tomar a atitude.

"Eu acho que o governo do Estado do Acre está tendo a coragem necessária de botar os dados na mesa e dizer realmente o que está acontecendo, os indicadores da assistência, indicadores da vigilância, e precisamos nesse momento tomar decisões eventualmente muito difíceis."

O decreto será semelhante ao de março de 2020. Espaços como bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, sorveterias, lojas, galerias, academias, igrejas e o shopping devem fechar assim que o decreto entrar em vigor.

Estabelecimentos considerados serviços essenciais como supermercados, postos de combustíveis e farmácias continuam abertos.

Nenhum comentário: