11.21.2021

Pedreiro que fez cirurgia no cérebro perde movimentos do corpo e sofre sem alimento



O pedreiro Elídio Carlos, de 56 anos, vive dias difíceis atualmente. Natural do município de Feijó, sempre teve uma vida ativa, bastante trabalhador e dedicado à família. No entanto, após ser diagnosticado com um tumor no cérebro e passar por cirurgia, teve uma mudança brusca. Poucos dias depois do procedimento cirúrgico, começou a perder os movimentos dos braços e pernas.

Hoje, não anda, não se alimenta sozinho, passa dia e noite deitado nunca cama, dependendo 100% da dedicação do filho e da irmã no dia a dia. Familiares e conhecidos ajudam na alimentação do idoso, que vem passando por necessidades financeiras.

Ele necessita de uma alimentação específica, rica em frutas e proteínas. Melão, melancia, maçã e carne são alguns dos itens que não têm chegado na residência de Elídio por falta de condições. O pedreiro ainda tem de tomar cinco medicamentos por dia, e parte são comprados em farmácia.


Foi a própria família que procurou o ac24horas para expor a situação. De acordo com a irmã de Elídio, Maria Helena, no dia seguinte da gravação, seu irmão não teria o que comer. “Deus proverá”. O filho, João Paulo lamenta: “é uma situação triste que não desejamos para ninguém. Só quem passa por isso para entender”, disse.

Aos que desejam ajudar, a família deixa o endereço: rua Tabosa, número 51, bairro João Paulo II e o número para contato: (68) 99945-1854.

Nenhum comentário: