12.13.2021

Com gestão aprovada por 69,2%, Gladson mantém preferência para o governo em pesquisa FIEAC/Perfil



A Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) divulgou nesta segunda-feira, 13, uma pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Perfil Pesquisas, que mostra a tendência do eleitor para as próximas eleições. Foram ouvidos 1.482 eleitores nos municípios de Rio Branco (58,70%), Cruzeiro do Sul (12,62%), Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Brasileia, Xapuri e Epitaciolândia.

No levantamento espontâneo, quando o pesquisador pergunta: “Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para governador do Acre?”, sem sugerir nomes, o atual governador Gladson Cameli (Progressistas) é lembrado por 42,5% dos eleitores. O total de eleitores que ainda não sabe em quem votar é alto. 22,3% ainda não definiram o voto, percentual maior do que o do segundo melhor colocado, que é o ex-senador Jorge Viana (PT), com 13,4%.


O total de eleitores que não responderam a pergunta é de 7,0%.O detalhe curioso é o carinho do eleitor com ex-prefeito Marcus Alexandre. O petista tem 6,5% das intenções de voto, enquanto o líder do PSD no Acre, senador Sérgio Petecão – 100% popular – só desperta o interesse em 2,6%. A deputada federal Mara Rocha foi citada por 2,1% e o médico Jenilson Leite cravou 2,0%. Foram lembrados ainda pelo eleitor Tião Viana (0,4%), David Hall e Nilson Euclides (0,3%).Coronel Ulysses, Minoru Kimpara, Arnaldo Barros, Binho Marques, Hildebrando Pascoal, Márcio Bittar, Roberto Duarte e Tião Bocalom são preferidos para 0,1% dos entrevistados.

ESTIMULADA – Os pesquisadores do Instituto Perfil também quiseram saber a opinião do eleitor quando alguns nomes foram sugeridos. E na pesquisa estimulada cruzeirense, Gladson Cameli também é o preferido para governar o Acre por mais quatro anos. Ele tem 47,0% das intenções de voto. Em seguida aparece Jorge Viana, com 23,8%. O senador Sérgio Petecão tem 8,6%, enquanto Mara Rocha soma 7,0%, Janilson Leite 2,7%, David Hall 0,5% e Nilson Euclides 0,3%.


Segundo Instituto Perfil, 36,0% dos eleitores entrevistados consideram que Gladson Cameli é quem melhor está preparado para enfrentar os problemas do Acre.

No quesito rejeição, o petista Jorge Viana dispara na liderança. 27,1% dos 1.480 entrevistados disseram “não votar de jeito nenhum no ex-senador”. Também chega a assustar a rejeição do senador Sérgio Petecão. 19,2% desponderam que não votam no senador 100 por cento popular. Gladson é rejeitado por 13,2% e Jenilson Leite é quem tem mais empatia com o eleitor, apresentando uma rejeição de apenas 4,0%.

AVALIAÇÃO DA GESTÃO – Apesar de receber uma nota regular de 34,7%, na avaliação de 69,2%, a gestão Gladson é provada com louvor. Parte desta aceitação tem muito a ver com o desempenho do governo durante a pandemia. Gladson conseguiu passar uma imagem humana e suas decisões seguindo a ciência lhe garantiram apoio. Ele é bom para 38,9% e ótimo para 11,2%. Para 7,3% dos entrevistados, a gestão Cameli é ruim e para 8,0% é péssima.


ALAN COLADO EM JORGE – Para a única vaga do senado que vai estar em disputada no ano que vem, 44,26% responderam que ainda não escolheram o candidato, segundo pesquisa espontânea. E quem pensou que Jorge Viana teria facilidade para ficar com a vaga, os números mostram uma disputa apertada, com o Democrata Alan Rick colado no petista. Jorge é o preferido de 12,70%, enquanto 9,19% dizem preferir Alan. Márcia Bittar (PSL) tem a preferência de 6,62% dos eleitores e Jéssica Sales (MDB) 6,55%. A senadoras Mailsa Gomes (PP) recebeu votos de 1,76% e Vanda Milani (SOLD) teve 1,49%. 8,24% não responderam ao questionário.

Na pesquisa estimulada, a emedebista Jéssica Sales recupera o fôlego e aparece em terceiro lugar da preferência do eleitor com 15,2%. Mas o primeiro lugar fica com Jorge Viana, que soma 27,4%, seguido por Alan Rick com 19,6%. A mulher do ex-mulher do senador Márcio Bittar soma 11,9%. Vanda Milani tem 3,4%, Mailza Gomes soma 2,6 e segurando a lanterninha com apenas 2,3% está Sanderson Moura. 9,1% não responderam e 8,4 dos entrevistados se dizem indecisos.

O petista Jorge Viana acumula recorde de rejeição. Também é dele a liderança negativa para o senado. 26,2% dos eleitores pesquisados dizem que não votariam de jeito nenhum no petista para mais um mandato de senador. E esse número não é em virtude do partido, pois segundo a pesquisa, 59,12% vota num candidato mesmo sem gostar do partido.

A senadora Mailza Gomes é quem tem a menor rejeição: 3,6%.
Por ac24horas.com

Nenhum comentário: