Ajude o nosso blog site, clicando nos anúncios. E veja os nossos produtos que estão a vendas.

12.04.2021

Relatório diz que BR’s do Acre são ruins ou péssimas com buracos


Divulgada nesta quinta-feira (2) pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) a Pesquisa CNT de Rodovias avalia toda a malha pavimentada das rodovias federais e principais trechos estaduais.

Em 2021, foram analisados 1.350 quilômetros no Acre, que representa 1,2% do total pesquisado no Brasil.

Constatou-se que 100,0% da malha rodoviária pavimentada avaliada no Acre apresentam algum tipo de problema, sendo consideradas regulares, ruins ou péssimas.

No pavimento, em 99,3% da extensão da malha rodoviária apresentam problemas; 0,7% estão em condição satisfatória; e 0,7% está com o pavimento totalmente destruído.

Quanto a sinalização, 99,1% da extensão da malha são consideradas regulares, ruins ou péssimas; 0,9%, ótimas ou boas; 23,3% da extensão está sem faixa central; e 43,3% não têm faixas laterais.

A CNT também avaliou a geometria da via (traçado), indicando que 97,6% da extensão da malha apresentam algum tipo de problema e 2,4% estão ótimas ou boas. As pistas simples predominam em 94,3%. Falta acostamento em 95,3% dos trechos avaliados e 74,8% dos trechos com curvas perigosas não têm sinalização.

A pesquisa identificou 173 pontos críticos no Estado (56 trechos com buracos maior que um pneu). As condições do pavimento no Estado geram um aumento de custo operacional do transporte de 71,7%. Isso reflete na competitividade do Brasil e no preço dos produtos.

Para recuperar as rodovias no Acre, com ações emergenciais, de manutenção e de reconstrução, são necessários R$ 1,5 bilhão.

Em relação ao meio ambiente, o relatório diz que em 2021, estima-se que haverá um consumo desnecessário de 22,5 milhões de litros de diesel devido à má qualidade do pavimento da malha rodoviária no estado. Esse desperdício custará R$ 99,03 milhões aos transportadores.

Esse quadro é muito mais dramático que o apontados nos discursos dos deputados Jenilson Leite e Gerlen Diniz -um de oposição e outro da base aliada do governo do Estado. Ambos fizeram críticas recentementes à condição das rodovias, especialmente a BR 364, ameaçada de provocar um colapso caso não passe por uma manutenção urgente.

A pesquisa CNT pode ser acessada aqui: https://arquivos.cnt.org.br/index.php/s/6CiZGu9cVwoCcG4
Por ac24horas.com

Nenhum comentário: