1.11.2022

Gladson Cameli decreta situação de emergência em todo Acre por causa do surto de gripe; houve aumento de 120% nas internações



O governador Gladson Cameli decidiu decretar situação de emergência em todo o estado em razão do surto de gripe e da confirmação da circulação da variante H3N2 da Influenza no território estadual. Duas mortes já foram confirmadas no Acre desde o início do surto, sendo a última em Cruzeiro do Sul, nos últimos dias de 2021.

A decisão já foi publicada no Diário Oficial, em uma edição extra, nesta segunda-feira, dia 10. A medida visa previnir possíveis problemas que venham a ocorrer nas unidades de saúde da rede pública e leva em conta a “superlotação por internações referentes a síndrome gripal nas unidades do interior e da capital, com aumento na taxa de internação de até 120%”, destaca o decreto.

Além disso, pontua o chefe do Palácio Rio Branco, é preciso atentar para a “gravidade dos casos, principalmente nos pacientes idosos, os quais são submetidos, em grande parte das vezes, à internação em leitos de terapia intensiva, causando superlotação e fila de espera por leitos”, revela o documento. O sistema onde os dados são lançados apresenta instabilidade há cerca de 20 duas, o que sugere a subnotificação dos casos registradora nos hospitais.

“O sistema SIVEP-GRIPE tem apresentado instabilidades desde a ocorrência dos ataques cibernéticos praticados contra o Ministério da Saúde, o que tem impossibilitado a obtenção de dados atualizados de Síndromes Gripais e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), ocasionando possível subnotificação”, conclui o governante ao lembrar que a “coleta de dados das unidades estaduais de saúde apresentou aproximadamente 13 mil atendimentos de casos suspeitos de Síndrome Gripal, no período de 1o a 31 de dezembro de 2021.”

Por João Renato Jácome
Notícias da Hora

Nenhum comentário: