1.12.2022

Temer explica o fracasso de Bolsonaro: "deu sequência ao que fazíamos"


Político que usurpou a presidência confirma que Jair Bolsonaro representa a continuidade de seu projeto de destruição
12 de janeiro de 2022, 05:19 h Atualizado em 12 de janeiro de 2022, 05:36

Bolsonaro e Michel Temer (Foto: Alan Santos/PR)

247 – O golpista Michel Temer, que usurpou a presidência da República após o golpe de estado de 2016 contra a ex-presidente Dilma Rousseff, explicou o fracasso da administração de Jair Bolsonaro. “Eu constato que, quando assumiu, o novo governo deu sequência ao que fazíamos. A Reforma da Previdência foi toda gestada e planejada no nosso governo e, quando assumiu o governo do presidente Bolsonaro, logo no 1º semestre o Congresso cuidou de aprovar”, afirmou Temer, em evento promovido pelo mercado financeiro, segundo reportagem da Carta Capital.

“Reconheço também que, em dado momento, zerou tudo”, prosseguiu. “Houve grandes dificuldades econômicas. Embora o governo tivesse dado sequência à redução dos juros, em face da pandemia e dos problemas econômicos do País, teve que retomar os juros, que hoje ultrapassam a faixa dos 7%. A inflação também cresceu.” De fato, Bolsonaro representa a continuidade da 'ponte para o futuro', agenda de retrocessos implantada por Temer após o golpe de estado.

Fonte: brasil247.com

Nenhum comentário: