sábado, 17 de setembro de 2022

Artigo do professor Uéliton Freire; Negócio ou instrumento de melhorias



A boa política é feita pensando no coletivo! Por isso,devemos apoiar políticos que estejam preocupados em fazer o melhor pelo povo.

O voto e a democracia andam lado a lado. Ambos surgiram na Grécia Antiga. Houve um tempo que o status social era fundamental na escolha dos cidadãos aptos a votar, ou seja, negros, mulheres, analfabetos e pessoas menos abastadas não podiam exercer seu direito de cidadania.

Todo poder emana do povo, aliás, o eleitor tem em suas mãos o destino de sua Cidade, Estado ou País.

Votar é um instrumento de mudança,para pior ou melhor. Pensar individualmente e não no coletivo, é um suicídio político.

À saúde, à educação, à infraestrutura, o esporte, o trabalho e o lazer são fundamentais para o desenvolvimento de um país.

Quando o cidadão vende seu voto pelos seguintes itens: madeira, tijolo, dentadura, botijão de gás, pagamento de talões, sacolão, etc. Ele trocou sua cidadania e os direitos sociais por algo supérfluo e que não vai produzir qualidade de vida.

A consciência maior jaz no eleitor! Voto é coisa séria! Não é uma simples mercadoria que está disposta à venda somente no período eleitoral.

O povo é o patrão! Se o patrão escolhe mal seus funcionários ( políticos), como vai poder cobrar serviços de qualidade?

Já dizia Platão: “a democracia conduz à oligarquia”. Por incrível que pareça, ele pregou o que acontece nos dias atuais. A maior revolução em um processo democrático acontece nas urnas. Às escolhas corretas dos candidatos para representar os interesses do povo é sinal de competência popular.

É comum escutarmos a seguinte frase: o povo tem o governo que merece. Mas que fique claro, o político tem o eleitor que merece. Enquanto a consciência tiver preço, votar vai ser um produto de luxo para grupos oligárquicos permanecerem no poder.

Por conseguinte,voto +consciência= progresso. Não adianta ir à urna votar e fazer tudo errado.

Por Uéliton Freire
Jordão-Acre, 16 de setembro de 2022.

Por gilson amorim

sexta-feira, 16 de setembro de 2022

Lula: país terá INSS sem filas e previdência superavitária


Em Porto Alegre, ex-presidente lembrou da modernização que fez em seu governo, quando a resposta ao pedido de benefício não superava 45 dias
16/09/2022 • 18:55:53

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (16/09), em Porto Alegre (RS), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que é possível, novamente, acabar com a fila do INSS e a fazer a previdência social superavitária, a partir da geração de empregos e do aumento de salários, com aconteceu nos governos do PT.

“É possível fazer. Se nós voltarmos, vamos fazer isso porque o mundo digitalizado está muito mais moderno e as pessoas que fizeram a primeira vez estão todas vivas e muito dispostas a trabalhar”, disse, lembrando que uma das decisões que ajudaram a agilizar o processo foi transferir do trabalhador para o governo a responsabilidade de provar o tempo de serviço.

Lula lamentou o fato de hoje, novamente, as pessoas enfrentarem filas e esperarem meses e meses para receber a análise sobre os pedidos de benefício. E lembrou que em seus governos, perícias que demoravam um ano passaram a ser feitas em, no máximo, cinco dias, beneficiando não só os trabalhadores que davam entrada com pedido de benefício, mas também agilizando o processo de pagamento de licença maternidade e do BPC.

Nos tempos do governo Lula, uma lei determinava que as respostas aos pedidos de benefício não ultrapassassem 45 dias. Quem precisava da aposentadoria não poderia esperar. Em 2015, houve casos em que a resposta chegava em meia hora.

No governo Bolsonaro, a fila voltou. Em agosto desse ano, mais de 1 milhão e 200 mil brasileiros aguardavam por resposta no INSS. Desses, 580 mil esperando por resposta em relação do Benefício de Prestação Continuada, o BPC, para idosos e pessoas com deficiência.

Fonte: https://lula.com.br/lula-pais-tera-inss-sem-filas-e-previdencia-superavitaria/

Candidata ao governo, Mara Rocha, do MDB, aposta no agro para geração de emprego e diz que vai implantar polícia rural

Candidata participou da série de entrevistas ao vivo no Jornal do Acre 1ª Edição, com transmissão pelo g1.

Por g1 AC — Rio Branco
A candidata ao governo do Estado do Acre, Mara Rocha, do MDB, foi entrevistada ao vivo no Jornal do Acre 1ª edição desta quinta-feira (15).


VEJA COMO FOI A ENTREVISTA

A participação da candidata faz parte de uma série de entrevistas que a Rede Amazônica realiza com os cinco candidatos ao governo do Estado mais bem colocados na pesquisa Ibope divulgada em 29 de agosto, de acordo com o seguinte cronograma:

Dia 12/09: Marcio Bittar (União Brasil) (não compareceu)
13/09 Gladson Cameli (PP) (Veja como foi)
14/09 Jorge Viana (PT) (Veja como foi)
15/09 Mara Rocha (MDB) (Veja como foi)
16/09 Petecão (PSD)

Mara Rocha, de 48 anos, esteve no estúdio em Rio Branco (AC), onde foi entrevistada pela apresentadora Quésia Melo. Mara Rocha tem como vice o agropecuarista Fernando Zamora.

Jornal do Acre 1ª Edição - Com o período de pandemia, muitas pessoas buscaram o mercado informal como uma forma de conseguir manter as contas em dia. No seu plano de governo diz que a sua gestão deve dar prioridade às micro e pequenas empresas.

Mara - No nosso governo nós vamos focar na geração de emprego, acredito que hoje um dos maiores problemas é a falta de emprego, muitas pessoas estão deixando o estado do Acre porque o Acre não tem oportunidade para as pessoas, a gente vê muitos jovens que se formam, fazem um curso superior, mas eles pegam o diploma e aquele diploma vai para o fundo da gaveta porque não tem oportunidade aqui no nosso estado. O Acre hoje é o 4º maior estado em relação ao número de desempregados no Brasil e nós vamos mudar essa realidade, como que nós vamos fazer para gerar emprego? Incentivando, dando apoio às micro e pequenas empresas, às iniciativas, às pessoas que atuam na economia informal também, nós vamos abraçar a construção civil que, na minha opinião, é a forma mais rápida que a gente pode dar uma resposta mais rápida com relação à geração de emprego, principalmente, para a grande massa, nós precisamos, sim, criar postos de trabalho através da construção civil, vamos abrir as portas do estado para que as pessoas venham investir aqui, dar todas as condições que o governo puder para que as pessoas venham para cá, acreditem, tenham segurança de investir no nosso estado.


Fonte: https://g1.globo.com/

Em reunião com AMAC, Petecão garante: “O foco do nosso governo vai estar nos municípios”



O candidato a governador do Acre, Sérgio Petecão (PSD), se reuniu nesta sexta-feira (9) com técnicos da Associação dos Municípios do Acre – AMAC para apresentar o plano de governo e ouvir dos profissionais sugestões para a criação de novas políticas públicas de desenvolvimento do Acre.

O candidato Petecão, falou das preocupações dele em relação à situação dos municípios do Acre, que não tem suas prioridades levadas em conta na tomada de decisões por parte do governo, permanecendo distantes e sem a presença Institucional do Estado.

“É nos municípios que as pessoas vivem. Enquanto estivermos no governo, o nosso foco também vai estar naquilo que é prioridade para os municípios. Eu sempre fui um parlamentar municipalista. As pessoas que estão lá na base sabem o que elas estão precisando”, declara Petecão.

A Associação dos Municípios do Acre – AMAC se destaca por oferecer assessoria técnica às prefeituras do Acre, elaborando projetos e acompanhando a execução deles no que se refere à aplicação dos recursos oriundos das emendas federais destinadas às prefeituras.

Para o coordenador executivo da Amac, Marcos Lucena, essa proximidade com a gestão pública é benéfica em todos os sentidos. “Nosso foco é auxiliar os municípios do Acre inclusive na captação de recursos, e ter um Poder Executivo sensível às nossas demandas só nos fortalece”, declara.

Por gilson amorim

Candidato ao Senado, Dr. Jenilson assina Carta de Compromisso com servidores aposentados da educação

 Candidato ao Senado, Dr. Jenilson assina Carta de Compromisso com servidores aposentados da educação

O candidato ao Senado Federal Dr. Jenilson Leite (PSB), assinou nesta quinta-feira (15), a Carta de Compromisso com o Movimento Cabeça Branca em defesa dos aposentados da Educação no Acre.

Em reunião com os representantes do movimento que defende e luta por melhorias para os aposentados da pasta, o candidato reiterou seu compromisso com esses servidores que dedicaram a maior parte de suas vidas ao ensino no Acre.

Entre as reivindicações dos aposentados está a garantia de uma lei que estabeleça a isonomia dos proventos dos aposentados aos salários dos profissionais ativos da educação e a garantia no PCCR o reajuste automático nas perdas salariais e correção pelo índice da inflação do ano anterior, conforme a Lei do Piso do Magistério.

“Nos próximos dias vamos escolher os representantes do Acre nas esferas de poder e é importante escolher alguém que está disposto a fazer a luta do servidor público. E sendo eleito, podem ter certeza que vocês terão uma porta para bater. Ao longo dos meus dois mandatos sempre estive em todas as lutas pelo servidor e o serviço público, e vou dar continuidade no Senado Federal”, destacou Dr. Jenilson Leite.

Por noticiasdahora.com.br

Lula: volta da fome no Brasil é culpa do governo Bolsonaro


Ex-presidente criará políticas de geração de emprego e de investimento em infraestrutura, como o Minha Casa Minha Vida, para ampliar postos de trabalho
15/09/2022 • 20:14:4

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a volta da fome no Brasil e o fato de um Estado como Minas Gerais contabilizar hoje dois milhões de pessoas em insegurança alimentar. Em entrevista coletiva em Montes Claros, nesta quinta-feira (15/09), Lula afirmou que isso acontece porque o presidente Bolsonaro não trabalha.

“O governo prefere ficar contando lorotas, prefere ficar contando mentiras do que governar. O que a gente está percebendo é que ele não trabalha mais. Ele nunca governou. Agora ele não governa e não trabalha”, disse, criticando também o desmonte do programa Farmácia Popular, muito importante para garantir aos mais pobres acesso aos medicamentos.

Lula lembrou o fim do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) no governo Bolsonaro e também mencionou o fato de o valor de repasse do governo federal para a merenda escolar estar há cinco anos sem reajuste. “Isso significa que a qualidade da merenda escolar caiu profundamente”, disse, acrescentando que a fome não tem tempo de esperar.

“Quem está com fome, precisa comer e o governo tem que trabalhar de forma muito rápida para aumentar a capacidade produtiva do país, para baratear o custo do alimento e fazer para aquelas pessoas que não podem comprar até o governo dar o alimento, sem nenhum bandido ameaçando a liberdade política de qualquer pessoa que precisa de uma cesta básica”.
A fome é feia

Em ato público após a conversa com os jornalistas, Lula voltou a abordar o drama da falta de comida nos lares brasileiros e lembrou que os governos petistas tiraram o Brasil do Mapa da Fome, fizeram com que 36 milhões de pessoas saíssem da situação de miséria absoluta e outros 42 milhões atingissem poder de consumo de classe média baixa. “As pessoas estavam felizes. As pessoas tinham dinheiro para comprar o que comer, as pessoas tinham dinheiro para viajar, as pessoas tinham dinheiro para ir no restaurante uma vez por mês levar seus filhos”, disse, afirmando ainda que a inclusão social, com pobres podendo viajar de avião, incomodou alguns que achavam que os aeroportos estavam virando rodoviária.

Lula afirmou que o Brasil, maior produtor de carne do planeta, não pode continuar assim, com pessoas na fila do açougue em busca de osso para a sopa ou comendo carcaça de frango, pescoço e pé por não ter dinheiro para compra peito de frango ou sobrecoxa. “As pessoas quando não comem vão ficando com o rosto sofrido, porque a fome é feia. A fome é dolorida e eu sei o que é a fome porque fui comer pão pela primeira vez com 7 anos de idade. E eu sei o que que é uma mãe de manhã levantar com vontade de dar um bom café para seu filho e não ter, de dar almoço e não ter”.
Voltar a gerar emprego

Lula lembrou do legado de seus governos, disse ter orgulho de ter acabado com a fome no Brasil e que não imaginava que a insegurança alimentar grave fosse voltar com a velocidade que voltou. “A fome não é só um problema de dinheiro. A fome não é só um problema de produção de alimento. A fome não é só um problema de seca. A fome é resultado da falta de vergonha na cara das pessoas que governam o país. Sobretudo um país do tamanho do Brasil, com a capacidade produtiva do Brasil, com a capacidade de emprego rápido do Brasil”.

O ex-presidente lembrou do papel do Minha Casa Minha Vida para geração de empregos no Brasil e lembrou dos retrocessos no mercado de trabalho com o governo Bolsonaro com muitas pessoas trabalhando na informalidade, sem nenhuma proteção social. “Nós vamos voltar a investir na geração e emprego porque vamos reestruturar as obras que estão paralisadas”, disse apontando também financiamento para pequeno e microempresário como alternativas de geração de emprego e oportunidades de trabalho.

Fonte: https://lula.com.br/lula-volta-da-fome-no-brasil-e-culpa-do-governo-bolsonaro/

TARAUACÁ: PREFEITURA ANUNCIA AMADO BATISTA COMO ATRAÇÃO PRINCIPAL NO FESTIVAL DO ABACAXI - FESTA INICIA EM 7 DE OUTUBRO



A Prefeitura de Tarauacá confirmou nesta quinta feira (15) as datas da edição 2022 do tradicional Festival do Abacaxi. A festa será realizada de 7 a 9 de outubro, logo após o encerramento da Novenário de São Francisco que inicia em 25 de setembro e encerra em 4 de outubro. 

A Secretaria de Cultura e Turismo, já iniciou o credenciamento para locação de barracas da praça de alimentação e dos bares no entorno da praça de shows. As pessoas interessadas devem procurar o setor até o dia 29 de setembro, de 8 às 11:30 e das 14 às 17 horas.

Além das atrações culturais locais e regionais, teremos concursos da garota abacaxi, maior abacaxi, melhor culinária à base de abacaxi, dentre outros. 

A grande atração da festa é o cantor Amado Batista, que fará um grande show para os tarauacaenses e visitantes. 

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Datafolha: Lula mantém 45%, e Bolsonaro oscila de 34% para 33%

Levantamento foi feito de 13 a 15 de setembro. Margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Segundo o Datafolha, cenário da disputa segue estável.
Por g1
15/09/2022 21h08 Atualizado há 44 minutos

Lula, Bolsonaro, Ciro Gomes e Simone Tebet — Foto: Carla Carniel/Reuters, Evaristo Sa/AFP e Andre Penner/AP

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (15), encomendada pela Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo", mostra que o ex-presidente Lula (PT) tem 45% das intenções de voto no primeiro turno da eleição presidencial, seguido pelo atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), com 33%. Ciro Gomes (PDT) tem 8% e Simone Tebet (MDB) tem 5%.


O cenário da corrida presidencial se mantém estável, aponta o Datafolha.

Em relação à pesquisa anterior do Datafolha, de 9 de setembro, Lula se manteve igual. Já Bolsonaro oscilou de 34% para 33% --a diferença entre eles é de 12 pontos. Ciro oscilou de 7% para 8%. Tebet tem os mesmos 5% da semana passada, e Soraya Thronicke (União Brasil) oscilou de 1% para 2%.

A pesquisa ouviu 5.926 pessoas em 300 municípios entre os dias 13 e 15 de setembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-04099/2022.

Intenção de voto estimulada

Jair Bolsonaro (PL): 33% (34% na pesquisa anterior)
Ciro Gomes (PDT): 8% (7% na pesquisa anterior)
Simone Tebet (MDB): 5% (5% na pesquisa anterior)
Soraya Thronicke (União Brasil): 2% (1% na pesquisa anterior)
Felipe d'Avila (NOVO): 0% (0% na pesquisa anterior)
Sofia Manzano (PCB): 0% (0% na pesquisa anterior)
Vera (PSTU): 0% (0% na pesquisa anterior)
Léo Péricles (UP): 0% (0% na pesquisa anterior)
Constituinte Eymael (DC): 0% (0% na pesquisa anterior)
Kelmon Souza (PTB): 0% (0% na pesquisa anterior)
Em branco/nulo/nenhum: 4% (4% na pesquisa anterior)
Não sabe: 2% (3% na pesquisa anterior)

Felipe d'Avila (Novo), Vera (PSTU), Sofia Manzano (PCB), Constituinte Eymael (DC), Léo Péricles (UP) e Kelmon Souza (PTB) foram citados, mas não atingiram 1% das intenções de voto.


LEIA MAIS

Detalhamento

Lula vai melhor que Bolsonaro:

Entre mulheres (46% a 29%)
Entre os mais jovens (50% a 28%)
Entre quem tem ensino fundamental (54% a 27%)
Entre quem recebe até dois salários mínimos (52% a 27%)
Na região Nordeste (59% a 22%)
Entre as pessoas pretas (57% a 23%)
Entre católicos (51% a 28%)
Entre beneficiários do Auxílio Brasil (57% a 26%)

Bolsonaro vai melhor que Lula:

Na região Sul (42% a 34%)
Entre evangélicos (49% a 32%)
Entre quem recebe de cinco a dez salários mínimos (40% a 35%)

Votos válidos

Essa modalidade não leva em conta os votos nulos, brancos e indecisos e aponta, neste momento, para a realização de segundo turno.

Lula: 48% (49% em 9 de setembro)
Bolsonaro: 36% (35% no levantamento anterior)

Intenção de voto espontânea

Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados nomes de candidatos, Lula aparece com 41% das intenções de voto; e Bolsonaro, com 30%. Ciro foi citado por 4%; e Simone Tebet, por 3%.

Lula (PT): 41% (39% na pesquisa de 9 de setembro)
Jair Bolsonaro (PL): 31% (30% na pesquisa anterior)
Ciro Gomes (PDT): 4% (4% na pesquisa anterior)
Simone Tebet (MDB): 3% (2% na pesquisa anterior)
Outras respostas: 3% (3% na pesquisa anterior)
Em branco/nulo/nenhum: 5% (4% na pesquisa anterior)
Não sabe: 15% (17% na pesquisa anterior)

2º turno


Lula (PT): 54% (53% na pesquisa de 9 de setembro)
Bolsonaro (PL): 38% (39% na pesquisa anterior)
Fonte: globo.com

TIÃO VIANA EM TARAUACÁ: RECORDAR É VIVER

Tarauacaense Ivanise Pontes é a nova comandante do 8º BPM de Sena Madureira


Em uma cerimônia ocorrida na manhã desta quinta-feira (15), no Quartel da Polícia Militar de Sena Madureira, a Tenente Ivanise Pontes assumiu o comando do 8º BPM. Ela irá substituir o Tenente coronel M. Jorge, designado para outra função.

Ivanise Pontes é natural da cidade de Tarauacá e oriunda da turma de oficiais de 2016. “Hoje é um dia ímpar, um momento de extrema emoção em que chancelamos esse compromisso de assumir o comando do melhor batalhão do Acre. Costumo dizer que Sena Madureira tem os melhores policiais e a população de Sena pode desfrutar de uma das cidades com a maior sensação de segurança. Meus agradecimentos ao comandante geral por essa missão tão nobre a mim confiada, gratidão à população de Sena Madureira que também tem acreditado no nosso trabalho e à minha família pelo apoio. O nosso objetivo é dar continuidade ao serviço que já vem sendo realizado e melhorar dentro das possibilidades”, enfatizou.

Além de Sena Madureira, o 8º BPM também é responsável pelo policiamento em Manoel Urbano e Santa Rosa do Purus.

POR REDAÇÃO CONTILNET.

Projeto de Edvaldo que reconhece a profissão de Tecnólogo em Processos Escolares tem veto derrubado e passa a ser lei

 Projeto de Edvaldo que reconhece a profissão de Tecnólogo em Processos Escolares tem veto derrubado e passa a ser lei

Vitória da Educação. Assim pode ser definida a derrubada do veto governamental ao projeto de lei de autoria do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) que reconhece a profissão de Tecnólogo em Processos Escolares na rede pública estadual de ensino. A nova lei visa o aprimoramento da gestão escolar.

A sessão que derrubou o veto aconteceu na última terça-feira (13). Por unanimidade dos parlamentares presentes, o veto do governador Gladson Cameli sobre a matéria acabou caindo, com votos, inclusive dos parlamentares da base de sustentação do governo, o que demonstra a importância da matéria para o sistema educacional.

“Tenho certeza que com a inserção destes profissionais nas nossas escolas, a Educação só tem a ganhar. A gestão escolar a cada dia tem se modernizado e estes trabalhadores chegam para somar com a comunidade escolar, sem dúvida. Uma conquista da nossa Educação”, afirmou Edvaldo Magalhães.

Por noticiasdahora.com.br

TARAUACÁ: INTEGRANTES DA ONG "CÃO AMIGO" PEDEM SOCORRO - "ESTAMOS MORRENDO TODOS OS DIAS JUNTO COM NOSSOS ANIMAIS"

 


A ONG "Cão Amigo" de Tarauacá, que recolhe, trata e cuida de animais em situação de abandono e que estão doentes, chega ao ano de 2022 com uma grande quantidade de cães no abrigo cedido pela prefeitura. O abrigo está superlotado ao ponto das cuidadoras abrigarem cães doentes em suas próprias residências. A colaboração da prefeitura em ceder espaço e ração não está sendo suficiente. O trabalho daS integrantes da ONG é voluntário, porém sem o maior apoio do poder público e da sociedade as dificuldades só aumentam. A prefeitura local não tem um setor de zoonose e essa função fica para a ONG. Tirar animais doentes, das ruas, desenvolver uma política de castração para diminuir a população de rua, fazer campanha contra maus tratos e pela adoção é responsabilidade do poder público. A ONG é parceria da prefeitura nessa tarefa e não ao contrário. 


É o que relata uma das integrantes da ACA - Associação Cão amigo, em depoimento emocionante numa rede social reproduzido na íntegra  pelo Blog do Accioly. A jovem faz um apelo ao poder público e à sociedade pedindo socorro. "Estamos morrendo todos os dias um pouco com esses animais e quase ninguém liga pra ajudar. Gestão atual, abra seu coração. Faça mais. Já sentamos com vocês varias vezes. Façam alguma coisas. Queremos e estamos aqui pra ajudar, mas, sozinhas não conseguimos", diz em um dos trechos do desabafo.


Abaixo o relato na íntegra 

"Oi, gente! 

Quem me conhece sabe que não sou muito de fazer isso. Prefiro sempre mostrar coisas felizes e divertidas. Sou muito brincalhona. Então, vou fazer isso por uma situação que tá me deixando angustiada. Vou contar uma história pra vocês. 
Há 4 anos, a gente vem atuando nessa causa tão excluída, tão desprezada, por muitos, principalmente, pelo nosso poder público. Estamos lutando pelas vidas dos animais praticamente sozinhas, sem muita ajuda da gestão pública. Já fazem meses que a gente vem pedindo socorro pra gestão atual. Estamos perdendo animais porquê não temos condições de vacinar (adulto precisa tomar 2 dose e filhotes 4 dose v8/v10 e cada uma custa R$70,00), de castrar e de vários outros problemas que a gente vem enfrentando. Hoje perdemos um doguinho. O nome dele era 'Guerreiro' e isso machucou muito meu coração. Olhar pra 'Juma Teixeira' e vê-la nesse desespero, me desmontou. De domingo pra terça-feira tivemos 4 percas e estamos sem saber o que fazer, pois, não temos muita ajuda. Agradecemos de todo coração todos aqueles que ajudam de alguma forma, mas, infelizmente não é o suficiente. Não temos uma equipe grande. Até os funcionários contratados pela gestão atual estão 'tirando'. Estamos apenas com 4 pessoas pra dar conta de tudo. Estamos cansadas, saturadas e sem forças. Queremos pedir mas uma vez que nos ajudem. Compartilhem quando tiverem como compartilhar. A gente não tá dando conta. 


Estamos morrendo todos os dias um pouco com esses animais e quase ninguém liga pra ajudar. Gestão atual, abra seu coração. Faça mais. Já sentamos com vocês varias vezes. Façam alguma coisas. Queremos e estamos aqui pra ajudar, mas, sozinhas não conseguimos. Já pedimos pra se organizarem pra castrar os animais das ruas pra diminuir a população de animais sofrendo. Já pedimos pra gente juntos fazer campanhas sobre maus-tratos. Não procurem as pessoas só quando for época de política para prometer. Faça. Vamos agir. Esses aninais precisam da gente. Até quando nossa cidade vai agir dessa forma? Se atropela um animal deixa lá agonizando, se a pessoa denúncia um cara que o 'baliou' um animal, no outro dia vai solto. 


Estamos lutando sozinhas? Estamos pedindo socorro. Nos ajudem a ajudar esses animais. Se essa situação não te faz sentir nada, não sei mais o que fazer! Ei gente, não queremos fama, não queremos seguidor, não queremos nos mostrar, as pessoas que lutam pelos animais só querem que a população pare e reconheça seus atos. Não gosta deles? Tudo bem, só não os maltratem. Ninguém é obrigado gostar. Só que eles não tem culpa se você não gosta. Nós que lutamos na causa animal só queremos que a gestão olhe para essa luta com amor e que entenda que eles precisam de ajuda. Só queremos que a sociedade aprenda que eles tem sentimentos. Que sente dor, frio, fome, medo, da mesma forma que sentimos. Que eles precisam de cuidados, carinho e muito amor. 


Por favor pedimos a todos que não os maltratem, que se tiver como ajudá-los quando tiverem precisando, ajudem. Se não gosta, chame alguém que goste. Só não deixe eles sofrerem. Quem luta nessa causa sofre muito por cada perca, por cada denúncia de maus-tratos, por cada atropelamento. E o sentimento que temos é de impotência por não poder ajudar todos quando eles precisam. Nos ajudem a ajudar esses seres tão indefesos que precisam de muito cuidado e amor! 

Gestão do município só queremos ajuda pra acabar com tantos casos de animais nas ruas. Vocês têm poder e verbas pra que isso venha ser solucionado.

Não queremos nada pra nós.
Queremos apenas pra eles.
Entendam isso".

De uma cuidadora membro da Associação Cão Amigo

IBGE abre novo concurso com 8,2 mil vagas para Censo 2022 - Prazo para inscrições vai até a próxima sexta-feira


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu hoje (14) inscrições para um novo processo seletivo para o Censo 2022. Estão sendo oferecidas 7.795 vagas para recenseador e 435 para agentes censitários municipais ou supervisores. O prazo vai até sexta-feira (16).

A previsão é que o contrato de trabalho para recenseador dure três meses e a remuneração é variável, dependendo da produtividade do trabalhador. Já o contrato para os agentes censitários deverá durar cinco meses, com vencimentos de R$ 1.700 para supervisor e R$ 2.100 para municipal.

A inscrição é gratuita. Outras informações serão divulgados no site do IBGE.

Por Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro

ALIMENTAÇÃO EM RISCO Sem reajuste há 5 anos, merenda vira bolacha e suco em cidades pobres.


Merenda servida nesta sexta na escola Francisca Mendes Guimarães, em Nova Fátima (BA)

Foto: Arquivo pessoal

Na fila da merenda de sexta-feira na escola Francisca Mendes Guimarães, em Nova Fátima, no sertão baiano, alunos aguardam sua vez para escolher entre as bolachas doces e salgadas em uma bacia e pegar um copo de suco de maracujá. É essa a merenda servida aos estudantes às 10h. Para alguns, a primeira refeição do dia.

O problema faz parte do dia a dia de cidades pobres de pequeno porte, que não têm receitas próprias e dependem basicamente da transferência de recursos federais para honrar suas obrigações.

Isso porque o valor da merenda está congelado desde 2017. Para 2023, o Congresso tinha aprovado uma LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) que previa um reajuste de 34% para recompor as perdas no PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), mas o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou a proposta no dia 10 de agosto.

Confira a notícia completa no site da UOL clicando aqui.

Confira outras matérias sobre o tema no site da CNTE clicando aqui.
Fonte: UOL Notícias (11/09/2022)

Edir Macedo projeta derrota de Bolsonaro e já negocia desembarque da candidatura

Caso o primeiro turno confirme vantagem significativa para Lula, a Universal abandonará o apoio ferrenho a Bolsonaro, deixará de atacar o petista e 'acenará para os dois lados'

15 de setembro de 2022, 13:33 h Atualizado em 15 de setembro de 2022, 13:39.

Jair Bolsonaro, Edir Macedo e Lula (Foto: REUTERS/Adriano Machado | Reprodução/Facebook | REUTERS/Carla Carniel)

247 - Projetando um cenário de derrota de Jair Bolsonaro (PL) nas eleições presidenciais de outubro, o bispo Edir Macedo, dono da emissora Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, já planeja o desembarque da candidatura do atual chefe do Executivo. A informação é do portal The Intercept Brasil.

Macedo avalia que a eleição não será definida no primeiro turno; sendo assim, a tendência é que seus próximos passos se darão após o pleito de 2 de outubro, quando o bispo tiver um cenário eleitoral concreto em mãos. Caso as primeiras votações confirmem a vantagem significativa para o ex-presidente Lula (PT), a Universal abandonará o apoio ferrenho a Bolsonaro, deixará de atacar o líder petista e passará a fazer 'acenos para os dois lados.' Pastores e bispos, inclusive, serão liberados a pedir votos em Lula aos seus fiéis.

A ideia, no entanto, não será demonstrar apoio oficial da Igreja a Lula, pois Macedo quer evitar perder verbas publicitárias do governo federal para a Record. A estratégia é "manter o pé em duas canoas e ficar bem com qualquer um que vencer a eleição."

A reportagem ainda menciona conversas que teriam sido mantidas em julho por dirigentes da campanha de Lula com o deputado federal Bispo Rodrigues, homem de confiança de Edir Macedo e remanescente do núcleo fundador da Universal. Lula teria pedido um encontro com Macedo, mas o bispo enviou Rodrigues, que já cuidou da coordenação política da Universal por muitos anos, como um representante para conversar com os dirigentes petistas.

“Há uma divisão entre Bolsonaro e Lula na Universal e nas igrejas em geral. Isso vai muito da pessoa. E o Edir Macedo é Centrão. Para se manter no poder, com qualquer um que ganhar, ele tem de fazer o jogo. O Centrão trabalha dessa forma. Uma parte está com um, outra parte está com o outro. O que se quer é estar no poder, não importa quem vença”, analisou o apóstolo Márcio Líbano, presidente da Associação de Ministros Evangélicos Interdenominacionais e próximo da Igreja Universal.

“Macedo está com o Bolsonaro, porque ele é o atual presidente e está no poder. ‘Está no poder, eu estou contigo. Mas minha segunda equipe está contra ele’. Tem uma segunda equipe atuando, claro, tem que ter. É assim que o Centrão funciona. É a política. Já tem outros fazendo o meio de campo. Com qualquer um, ele (Macedo) ficará bem”, complementou.

O ex-pastor da Universal Davi Vieira, sobrinho de dois bispos e dono de um canal digital que divulga os bastidores da igreja, corroborou com a tese de Líbano: “Agora, o Macedo vai aguardar o resultado do primeiro turno, esperar para ver como o povo está reagindo e depois ‘cantar a pedra’ para o lado que for mais interessante. Se o presidente Lula vencer, ele vai aparecer do lado do Lula de novo e estar na foto com o Lula. Vai ficar tudo bem e dar tudo certo para ele.”

Fone: https://www.brasil247.com/poder/edir-macedo-projeta-derrota-de-bolsonaro-e-ja-negocia-desembarque-da-candidatura

Cabo eleitoral de Petecão, Bocalom põe em xeque pesquisas eleitorais



Redação do Notícias da Hora 14 Setembro 2022

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom (Progressistas) usou as redes sociais nesta terça-feira, 14, para colocar em xeque as pesquisas eleitorais realizadas pelos institutos de pesquisas no Estado.

Na publicação, o gestor relembrou do seu próprio caso quando disputou as eleições de 2020 para a Prefeitura de Rio Branco, onde apareceu em 3º colocado faltando três dias para o pleito, que após a apuração faltou apenas 1% para levar no 1º turno.

Ele citou, inclusive, as eleições de 2010 e 2012, quando disputou contra os petistas Tião Viana e Marcus Alexandre, todas as pesquisas davam o resultado ao PT com uma ampla margem de votos, no entanto, ao abrir as urnas Bocalom perdeu as duas eleições por menos de 1%.

Apoiador de Petecão que aparece com apenas 7%, Bocalom afirmou que as pesquisas estão sendo manipuladas para favorecer o candidato que se encontra na frente, Gladson Cameli.

“Olhem aí a pesquisa do IBOPE em 2020 faltando 15 dias para as eleições do BOCALOM! No Acre, sempre manipularam as pesquisas. 2010 no sábado que antecedia a eleição de domingo, a TV Acre anunciou Tião Viana 63% e Bocalom 36%. 24 horas depois sai o resultado Tião Viana 50,5% e Bocalom 49,5%. Em 2012 anunciaram no sábado, também, Marcos Alexandre 57% e Bocalom 43%, 24 horas depois MA 50,5% e Bocalom 49,5%. Portanto, eis a maior prova das ratadas que dão no povo para buscar o voto útil”, escreveu.


Por noticisdahora.com.br

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

Em reunião com AMAC, Petecão garante: “O foco do nosso governo vai estar nos municípios”



O candidato a governador do Acre, Sérgio Petecão (PSD), se reuniu nesta sexta-feira (9) com técnicos da Associação dos Municípios do Acre – AMAC para apresentar o plano de governo e ouvir dos profissionais sugestões para a criação de novas políticas públicas de desenvolvimento do Acre.

O candidato Petecão, falou das preocupações dele em relação à situação dos municípios do Acre, que não tem suas prioridades levadas em conta na tomada de decisões por parte do governo, permanecendo distantes e sem a presença Institucional do Estado.

“É nos municípios que as pessoas vivem. Enquanto estivermos no governo, o nosso foco também vai estar naquilo que é prioridade para os municípios. Eu sempre fui um parlamentar municipalista. As pessoas que estão lá na base sabem o que elas estão precisando”, declara Petecão.

A Associação dos Municípios do Acre – AMAC se destaca por oferecer assessoria técnica às prefeituras do Acre, elaborando projetos e acompanhando a execução deles no que se refere à aplicação dos recursos oriundos das emendas federais destinadas às prefeituras.

Para o coordenador executivo da Amac, Marcos Lucena, essa proximidade com a gestão pública é benéfica em todos os sentidos. “Nosso foco é auxiliar os municípios do Acre inclusive na captação de recursos, e ter um Poder Executivo sensível às nossas demandas só nos fortalece”, declara.

Em 24h com Lula, Marina Silva tem 53% mais interações nas redes do que em todo o resto da campanha


Lauro Rocha 13 Setembro 2022

Ex-ministra registrou no domingo (12) e segunda (13) recordes para 2022 em postagens e engajamento

O apoio formalizado de Marina Silva (Rede) ao ex-presidente Lula (PT) na disputa pela Presidência rendeu recorde de interações à ex-ministra do Meio Ambiente no Twitter. O domingo (11) e a segunda-feira (12) são os dias do ano com mais menções à Marina e com mais engajamento em postagens que citam o seu nome em 2022. As informações são da Vox Radar, empresa especializada na análise de dados das redes sociais, encomendadas pela startup O Pauteiro.

Dentro de 24 horas, entre 16h do domingo e 16h da segunda, foram cerca de 345 mil interações (posts, likes, comentários e compartilhamentos) na rede em torno da ex-ministra, número 53% superior na comparação com as 225 mil interações somadas por ela entre o início da campanha eleitoral, em 16 de agosto, e o anúncio da aliança com o líder petista.

Nesse intervalo de tempo, foram cerca de 14 mil postagens com citações à candidata da Rede, com picos às 17h do domingo - na repercussão inicial do apoio - e ao meio-dia da segunda, na ocasião da coletiva realizada por Marina e Lula.

noticiasdahora.com.br

terça-feira, 13 de setembro de 2022

Por unanimidade, TRE-AC mantém registro de candidatura de Mailza Gomes como vice de Gladson



Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), sob a presidência do desembargador Francisco Djalma da Silva, acabou de concluir o julgamento do pedido de candidatura da senadora Mailza Gomes (PP) que neste pleito vem como candidata a vice-governadora na chapa do Governador Gladson Cameli (PP) que tenta reeleição.

Por seis votos a zero, a corte decidiu por manter o registro de sua candidatura depois de pedido manifestação do procurador regional eleitoral, Fernando Piazenski, sobre processo de ato doloso em licitação pública de quando ela era secretária de administração do ex-prefeito de Senador Guiomard, James Gomes, em 2008.

O desembargador Luís Camolez foi o relator da matéria. Em seu voto, ele preferiu pela elegibilidade da senadora, ou seja, pela recusa do pedido de impugnação. O juiz Hilário Melo Júnior também votou com o relator. O juiz federal José Geraldo Fonseca votou pelo afastamento da impugnação do pedido de candidatura da progressista. O juiz Marcos Thadeu votou pela improcedência do pedido. A juíza Maha Kouzi Manasfi votou também com o relator. O Juiz Roberto Almeida seguiu com os pares. A decisão foi unânime.

Após a votação, o desembargador Francisco Djalma aclamou o resultado positivo para a candidata a vice-governadora na chapa de Gladson e suspendeu a sessão por 10 minutos. “Declaro deferido o pedido de candidatura da candidata Mailza Gomes”, disse.

O processo de Mailza Gomes estava na pauta para ser apreciado pelos membros da Corte, no entanto, foi retirado a pedido de um dos desembargadores. Neste domingo (11), o TRE realizou uma sessão de plantão para votar os pedidos de candidaturas, porém, o processo que envolve a senadora não chegou a ser julgado.

Créditos: reprodução/acrenews

Ataques de Ciro a Lula implodem PDT: "Passou do ponto"


Estratégia de Ciro gera desconforto em ala progressista do partido que pretende apoiar Lula em eventual segundo turno. Ipec mostra que apenas 48% dos eleitores de Ciro estão decididos e podem mudar para voto útil.

Ciro Gomes e Lula.Créditos: Reprodução/Instagram

Os ataques cada vez mais baixos de Ciro Gomes (PDT) a Lula (PT) tem irritado a ala mais progressista do PDT, que teria procurado a direção nacional do partido para dizer que o presidenciável, que segue estacionado na terceira colocação seguido de perto por Simone Tebet (MDB), teria "passado do ponto".

Segundo informações de Igor Gadelha, no portal Metrópoles nesta terça-feira (13), o quadro de políticos mais à esquerda do PDT teria criticado o "radicalismo" de Ciro, que dificulta uma adesão à candidatura Lula em eventual segundo turno, além de fechar as portas para o partido em provável terceiro mandato do petista.

“O Ciro aposta todas as fichas na conquista dos antipetistas. Mas essa estratégia é de improvável sucesso, pois, o antipetismo, à essa altura, se decide cada vez mais por Bolsonaro", disse um dos críticos à reportagem do site.

Por outro lado, pedetistas que apoiam a estratégia de Ciro e que são adversários do PT nos estados defendem que a legenda fique neutra em eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, reeditando a viagem a Paris do presidenciável da legenda em 2018.

Por https://revistaforum.com.br/

Pesquisa Fieac: Alan Rick é o candidato favorito ao Senado com 29,1%


Foto: assessoria

O candidato ao Senado pelo União Brasil (UB), Alan Rick é o primeiro colocado na pesquisa sobre as intenções de voto encomendada pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac) e realizada pelo Instituto Perfil, divulgada nesta segunda-feira (12).

O atual deputado federal tem 29,1%. Ney Amorim, do Podemos, aparece em segundo lugar com 15,1%. Jenilson Leite vem em seguida com 13,9%; Marcia Bittar com 11,2%; Vanda Milani com 5,2%; Nazareth Araújo com 4,4%; Sanderson Moura com 2%; e Dimas Sandas com 0,4%.

11,2% disseram que estão indecisos. Brancos e nulos somaram 5,8%, e não responderam 1,5%.

Na pesquisa espontânea, Alan Rick segue na liderança com 17,5%. Jenilson Leite pontuou 9,8%; Ney 8,5%; Marcia 6,5%; Vanda 3,4%; Nazaré 3,1%; Sanderson 1,3%; e Dimas 0,1%. Não responderam: 1,9%. Brancos e nulos: 4,1%. Indecisos: 43,2%.

Uma das perguntas feitas pelo instituto tem a ver com “quem seria o candidato mais preparado, caso Bolsonaro fosse reeleito”. Alan registrou 30,5% e Marcia Bittar apareceu com 17,7%. Ney pontou 13,3%; Jenilson 12,9%; Vanda 4,1%; Nazaré 2%; Sanderson 1,5% e Dimas 0,4%.

A pesquisa registrada no TRE com o número 0784/2022 ouviu 1430 eleitores entre os dias 5 e 8 de setembro, em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri.

A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Gladson lidera nova pesquisa da Fieac com 49,1% dos votos; JV aparece em 2º


Fotomontagem: ContilNet.

Saiu mais uma pesquisa sobre a disputa pelo Governo do Acre nas Eleições de 2022, dessa vez encomendada pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac) e realizada pelo Instituto Perfil.

O atual governador Gladson Cameli lidera as intenções de voto com 49,1%, seguido por Jorge Viana (PT), que aparece com 24,4%.

Mara Rocha é a terceira colocada, com 8,8%. Petecão aparece com 5,4%; Marcio Bittar com 3,4%; Nilson Euclides com 0,6%; e David Hall com 0,4%.

2,4% disseram que votam branco e nulo. 0,4% não responderam e 5,2% se disseram indecisos.

Quando se trata do voto espontâneo – ocasião em que os nomes dos candidatos não são colocados à disposição dos entrevistados -, Gladson lidera mais uma vez com 44,3%. Jorge Viana pontua 21,2%; Mara 6,8%; Petecão 2,6%; Marcio 1%; Nilson 0,3%; e Hall 0,1%. Outros candidatos marcaram 0,4%. Brancos e nulos: 2,6%. Indecisos: 20,3%. Não responderam: 0,6%.

A pesquisa registrada no TRE com o número 0784/2022 ouviu 1430 eleitores entre os dias 5 e 8 de setembro, em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri.

A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Em ‘Pantanal’, Solano é capturado pelos peões; José Leôncio é enganado por Renato e liberta o pistoleiro: veja fotos



Peões prendem Solano (Rafa Sieg)Foto: / João Miguel Jr/Rede Globo1 / 6

A coluna traz, em primeira mão, imagens da cena em que Alcides (Juliano Cazarré), Zaquieu (Silvero Pereira) e os outros peões mantêm Solano (Rafa Sieg) amarrado, em “Pantanal”. A confusão começa depois que Zefa (Paula Barbosa) conta a José Leôncio (Marcos Palmeira) que ele está na mira do matador. Com ajuda de Zaquieu, um enfurecido Alcides invade o quarto onde Solano dorme na casa de Tenório (Murilo Benício), rende o pistoleiro e o leva para a fazenda da família Leôncio.



Solano (Rafa Sieg) Foto: João Miguel Jr/Rede Globo

Frio e calculista, Solano se faz de vítima e não entrega sua verdadeira identidade. Com a ajuda de Renato (Gabriel Santana), Tenório consegue reverter a situação. O jovem diz ao “Rei do Gado” que Zefa inventou várias mentiras para se vingar dele. Sem provas concretas contra Solano, o pai de Jove (Jesuita Barbosa) solta o pistoleiro e diz aos filhos que deve desculpas a Tenório e ao funcionário do vilão.

Siga-me no Twitter @zeanbravo e no Instagram @zean.bravo

Por https://extra.globo.com/

segunda-feira, 12 de setembro de 2022

TARAUACÁ: OSÉIAS SILVA E CARLOS GOMES NO PODCAST DO BLOG - TRANSMISSÃO AS 17h

 

Na inauguração de comitê de Dr. Thor e Gabriel Santos Jenilson diz que no senado vai lutar para garantir internet a alunos das escolas públicas



ASSESSORIA 11 Setembro 2022

No fim da tarde deste domingo (11), o candidato a senador Dr. Jenilson Leite (PSB), participou de um bandeiraço promovido por apoiadores na Avenida Ceará, em Rio Branco. Com muita animação, o evento chamou a atenção de quem passava pelo local e diversos motoristas aproveitavam para parar e demonstrar o apoio e declarar voto ao Dr Jenilson.

O candidato ao Senado Federal também participou da inauguração do comitê central dos candidatos a deputado federal Thor Dantas e deputado estadual Gabriel Santos, ambos do PSB.

Dr. Jenilson destacou que os dois candidatos são extremamente capacitados para representar o povo acreano.


Disputando um cargo legislativo pela primeira vez, Dantas foi professor do Dr. Jenilson durante sua residência em infectologia. “Ele me ensinou muita coisa, é qualificado e virou referência no estado por seus posicionamentos nos assuntos de epidemiologia, na pandemia, tudo o que precisava ser decidido tinha a participação dele no Comitê Covid-19”, afirmou.

O jovem advogado Gabriel Santos tenta, pela segunda vez, uma vaga na Assembleia Legislativa e destacou que o Dr. Jenilson Leite foi um grande incentivador para que ele integrasse o projeto de ver o Acre avançar.


“O Gabriel é um jovem que tem grandes lutas na sua vida política que chegou aonde chegou através de seu esforço e das oportunidades conquistadas por meio dos seus estudos, se tornou um bom advogado e tem nele essa vontade de ajudar o estado”, avaliou Dr. Jenilson.

Com a presença de um grupo grande de jovens no evento, o candidato a senador destacou suas propostas para melhorar o futuro da juventude acreana, entre elas está a garantia de uma internet de qualidade.


“Nós precisamos garantir a conectividade para os alunos das nossas escolas públicas, tanto para melhorar a qualidade da aprendizagem no dia a dia, quanto para preparar e profissionalizar esses jovens para o mercado de trabalho digital que tem crescido em todo o mundo”, disse.

O comitê de Dr. Thor e Gabriel Santos está localizado na Avenida Ceará, ao lado do Recanto Food e Beer.


Por noticiasdahora.com.br