Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

11 “nanicos” da FPA resistem a PT, PCdoB e PSB e devem formar “chapinha” para eleições da Câmara Federal


PRB, PODEMOS, PDT e outros oito partidos da FPA querem formar uma chapa para concorrer à Câmara dos Deputados em 2018, mas sem PT, PCdoB e PSB, três dos partidos da Frente Popular com quatro deputado federais.

Ocorre que a “chapinha”, como está sendo chamada entre os dirigentes partidários, tem um forte adversário interno, o PT. O Partido dos Trabalhadores acredita que o melhor caminho é um “frentão” para concorrer à Câmara e resiste a ideia da “chapinha”

Por outro lado, na visão desses grupos de partidos, o trio PT, PC do B e PSB são siglas já encorpadas e estruturadas e saem na frente nas eleições. Esse é um dos assuntos conversados internamente entre os dirigentes dos chamados nanicos e que foi pauta de mais uma reunião entre os presidentes do PODEMOS, Francimar Asfury, e do PRB, Manuel Marcos. O pastor e vereador, aliás, mantém conversas com o presidente nacional do PRB, ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira, sobre a estratégia eleitoral para 2018, e entre as prioridades está a eleição no Acre para a Câmara dos Deputados e a manutenção dos dois mandatos de deputado na Assembleia Legislativa.

“São partidos já encorpados, estruturados. A orientação nacional é de assegurarmos a reeleição dos dois deputados estaduais e uma chapa a altura para termos condições de elegemos um deputado federal”, lembra Diego Rodrigues, do PRB.

Nenhum comentário: