sexta-feira, 12 de julho de 2024

Apenas um deputado do Acre votou contra a Regulamentação da Reforma Tributária



Por Wanglézio Braga

A Câmara dos Deputados aprovou na noite de ontem (10) o texto-base do Projeto de Lei Complementar (PLC 68/2024) que regulamenta a Reforma Tributária. No placar geral, a matéria foi aprovada por 336 votos, contra 142 votos, e duas abstenções.

O PLC legisla sobre a cobrança de tributos como o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), a Contribuição Social sobre Bens e Serviços (CBS) e o Imposto Seletivo (IS), que irão substituir algumas das taxas atualmente cobradas – Cofins, ICMS, ISS, PIS e, parcialmente, o IPI.

Em linhas gerais, o projeto regulamenta a emenda constitucional que institui o novo sistema tributário brasileiro, que passará a valer a partir de 2027 em uma fase de transição e em 2033 para valer. A emenda constitucional foi promulgada em 2023, no entanto, o texto precisa de regulamentação para funcionar.

Na ocasião, os deputados aproveitaram para incluir proteína animal, queijo e sal na Cesta Básica Nacional do novo sistema tributário − o que garantirá ao grupo de produtos isenção dos dois novos impostos introduzidos pela Reforma Tributária.

A bancada do Acre compareceu em peso na votação da noite. O deputado Gerlen Diniz (PP) foi o único a dizer “NÃO” ao projeto. Já os deputados Zezinho Barbary (PP), Socorro Neri (PP), Meire Serafim (UB), Eduardo Velloso (UB), Coronel Ulysses (UB), Antônia Lúcia (Republicanos) e Roberto Duarte (Republicanos) votaram com “SIM” pela aprovação.

Gladson anuncia 1ª parcela do 13º e antecipação do salário de julho; veja as datas

 O governador Gladson Cameli anunciou nas redes sociais nesta quinta-feira (11) o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores estaduais. A remuneração extra estará disponível na sexta-feira, 26 de julho, para os servidores aposentados e na segunda-feira, 29, para os servidores ativos, com crédito em conta no dia 27, sábado.

Com tal ação, o Estado destaca o seu compromisso com os profissionais que compõem a esfera governamental, uma das principais diretrizes do chefe de Estado. Em suas redes sociais, ele anuncia as datas e celebra: “Nosso governo já garantiu os recursos e com alegria anuncio este pagamento”.

 Por gilson amorim

Após protesto, secretário de Obras de Tarauacá chama reivindicação de produtores de “politicagem”

 Após produtores rurais do município de Tarauacá cobrarem a prefeita Maria Lucinéia, na quarta-feira, 10, por melhorias e abertura de ramais para que a rede elétrica possa ser expandida pela Energisa, o secretário municipal de Obras, Rosenir Arcênio, afirmou que o programa Luz para Todos tem sido priorizado pelo município com o beneficiamento das estradas vicinais para esse fim.

De acordo com Arcênio, a prefeitura tem trabalhado na melhoria dos ramais em diversas regiões, inclusive possibilitando que moradores que esperavam a energia por mais de vinte anos fossem atendidos com o benefício.

Foto: cedida

“Quando a gente assumiu, tinha ramal que não era aberto há doze anos. Por que eles não viram isso lá atrás, mas só agora, quando se aproxima uma eleição? Será que não tem fim politiqueiro?”, questionou.

Socorro Neri é a única parlamentar do Acre a contribuir com a Reforma Tributária



A deputada federal Socorro Neri (PP) foi a única parlamentar do Acre a contribuir ativamente com a regulamentação da Reforma Tributária, aprovada na noite da quarta-feira, 10, protocolando cinco emendas importantes que resultaram em conquistas significativas.

Entre os avanços obtidos, está a concessão de bolsas de estudo para dependentes de funcionários das escolas. Além disso, ela garantiu a imunidade tributária para livros escolares, facilitando o acesso ao conhecimento e tornando a educação mais acessível a todos.

Outras vitórias importantes da deputada Socorro Neri foi a articulação para as áreas de livre comércio nos municípios de Epitaciolândia e Cruzeiro do Sul, medida que impulsiona o desenvolvimento econômico local e fortalece o comércio acreano, gerando novas oportunidades de emprego e renda para a população; e a inclusão de carne, peixe, frango, queijo e leite na cesta básica com a isenção total de impostos.

(assessoria)

quinta-feira, 11 de julho de 2024

Governo promove o lançamento oficial da programação do Arraial Cultural

 O governo do Acre, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) e secretarias parceiras, realizou na manhã desta quarta-feira, 10, no Cine Teatro Recreio, em Rio Branco, o lançamento oficial da programação do Arraial Cultural. As festas juninas promovem a união das comunidades, oferecendo oportunidades para a interação social, seja por intermédio das quadrilhas, das comidas típicas, ou das brincadeiras.

Governo promove o lançamento oficial da programação do Arraial Cultural. Foto: Neto Lucena/Secom

“Nós temos os arraiais nos bairros, tanto na capital quanto no interior, mas esse arraial que já é tradicional na capital é sempre o mais esperado. Seguindo orientação do nosso governador, estamos em parceria com outras secretarias, zelando pela segurança. Está sendo feito tudo com muito carinho e muita atenção para a nossa população. Vamos juntos celebrar esse momento”, destaca o presidente da FEM, Minoru Kinpara.

“Está sendo feito tudo com muito carinho e muita atenção para a nossa população”, destaca o presidente da FEM, Minoru Kinpara. Foto: Neto Lucena/Secom

As festividades ocorrerão na Gameleira, no período de 16 a 21 de julho, e irão contar com a participação de 16 quadrilhas, sendo 10 da capital e 6 do interior, além da escolha do Casal Caipira, Casal Mirim e Casal da Diversidade.

“É muito gratificante o apoio que o governo tem dado pra gente. Nós, enquanto liga de quadrilha, nos sentimos agraciados com esse importante suporte, que contribui para que o movimento seja consolidado. Estamos avançando e conseguindo fomentar a cultura nos municípios com relevante apoio do governo do Acre”, ressalta a presidente da Liga de Quadrilhas Juninas do Acre (Liquajac), Lene Santos.

“Estamos avançando e conseguindo fomentar a cultura nos municípios com relevante apoio do governo do Acre”, ressalta a presidente da Liga de Quadrilhas Juninas do Acre (Liquajac), Lene Santos. Foto: Neto Lucena/Secom

O Arraial Cultural movimenta a economia local, gerando renda para pequenos comerciantes, artistas e produtores de alimentos típicos. Assim, contará com a Barraca das Tradições, Praça de Alimentação, que venderá apenas as comidas típicas de arraial, e a Casa de Farinha. Os palcos Arena dos Folguedos e Saudades do Seringal trarão apresentações de artistas locais e o tradicional bingo. Já o público infantil terá um espaço com 10 brinquedos para se divertir.

Festividades ocorrerão na Gameleira, no período de 16 a 21 de julho. Foto: Neto Lucena/Secom

“Temos aqui mais um ano de parceria, e a certeza que será mais um ano de sucesso. O Arraial Cultural já faz parte do calendário de Cultura e Turismo do nosso estado, esse ano a Secretaria de Turismo entra com a parceria em toda a economia solidária. Esse será um evento extremamente voltado para o povo acreano”, pontua a secretário de Estado de Turismo e Empreendedorismo, Marcelo Messias.

Secretaria de Turismo entra com a parceria em toda a economia solidária do Arraial Cultural. Foto: Neto Lucena/Secom

No Arraial Cultural será realizado o concurso estadual, com a escolha da Quadrilha Junina campeã, que irá disputar o festival nacional de quadrilhas nos dias 27 e 28 de julho, em Brasília.

“O Arraial Cultural é o concurso mais esperado das quadrilhas juninas. É o que credencia a campeã que vai disputar o concurso nacional. Então, as quadrilhas se preparam o ano todo, além das competições municipais, principalmente nas estaduais que são as mais tradicionais da Região Norte. O governo do Estado sempre constrói em conjunto com o movimento junino. Isso valoriza a cultura e o trabalho das comunidades”, afirma Cimar dos Santos, diretor da quadrilha pega-pega, que tem 28 anos de atuação, considerado o grupo mais antigo em atividade.

Concurso conta com a escolha da Quadrilha Junina campeã, que irá disputar o festival nacional. Foto: Neto Lucena/Secom

Jaqueline Prata, coordenadora de adereços da Sassaricando na Roça, quadrilha que venceu o campeonato estadual em 2023, está confiante que este ano levarão novamente o grande prêmio: “Conquistamos o Circuito Junino 2024 e vamos com toda energia para mais essa disputa na Gameleira. Com o tema São João das Maravilhas, queremos levar nossa arte a Brasília, para o campeonato nacional”.

Com 100 integrantes, a Sassaricando na Roça inicia os preparativos em janeiro, realizando bingos e rifas para arrecadar recursos para as despesas com os figurinos. A quadrilha este ano foi contemplada também com dois projetos na Lei Paulo Gustavo.

“A Secom, enquanto secretaria parceria dessa importante atividade, estará à disposição para fazer toda a divulgação do evento”, secretário de Estado de Comunicação em exercício, Elenilson Oliveira. Foto: Neto Lucena/Secom

O secretário de Estado de Comunicação em exercício, Elenilson Oliveira, reforçou as ações de governo em prol da sociedade. “Esse é mais um evento que acontece envolvendo toda a estrutura do governo do Estado, que atua de forma conjunta em prol da sociedade. A Secom, enquanto secretaria parceira dessa importante atividade, estará à disposição para fazer toda a divulgação da programação, com a produção de notícias e demais materiais de comunicação e marketing. Desejamos que esse seja mais um grande evento em favor da sociedade”, finalizou.

Evento contou com o encerramento da apresentação da quadrilha campeã de 2023, Sassaricando na Roça. Foto: Neto Lucena/Secom
Parceiros do Arraial Cultural

São parceiros no evento a Casa Civil, Secretaria de Estado de Governo (Segov); Secretaria de Estado de Turismo e Empreendedorismo (Sete); Secretaria de Estado de Comunicação (Secom); Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop); Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre); Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC); Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre; Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC); RBTRANS; Vigilância Sanitária; Defesa Civil Estadual; Sebrae/AC e a Liga de Quadrilhas Juninas do Acre (LIQUAJAC).

Confira a programação na íntegra

Terça-feira, 16, será a abertura do Arraial Cultural e contará com apresentações de artistas, banda e atrações: às 18h, Grupo Harmonia; às 19h30, rodadas de bingo; às 20h, os Animadores do forró; às 21h30, rodadas de bingo; e às 22h será realizada a apresentação de Ricardo Moral.

Quarta-feira, 17, a população conta às 18h com o grupo Hélio Melo; às 19h30, com rodadas de bingo; às 20h Raízes da Terra; às 21h30, rodadas de bingo; e às 22h, Forró Dantas.

Quinta-feira, 18, às 18h será a apresentação de Assis Dantas; às 19h30, rodadas de bingo; às 20h, Zé Jarina e banda; às 21h30, rodadas de bingo, e às 22h, Trio Furacão.

Sexta-feira, 19, o grupo Estrela do Norte se apresenta às 18h; as rodadas de bingo ficam no horário de 19h30. As apresentações: às 20h, Eduardo Safadão; às 21h30, rodadas de bingo; e às 22h, Sandra Melo.

Sábado, 20, às 18h, grupo Caravana do Pecado; às 19h30, rodadas de bingo; às 20h, Pegada Prime, às 21h30, rodadas de bingo e às 22h, Ferdiney Ryos.

O encerramento será no domingo, 21, e conta com a apresentação do Renato Morais e banda às 18h; às 19h30, rodadas de bingo; às 20h, grupo Pimenta de Cheiro; às 21h30, rodadas de bingo; e às 22h, Álamo Kário.

(POR AGÊNCIA/ACRE)

Farmácia Popular passa a oferecer 95% dos medicamentos gratuitamente - Economia para usuários pode chegar a R$ 400 por ano

 


A partir desta quarta-feira (10), 95% dos medicamentos e insumos fornecidos pelo Programa Farmácia Popular passam a ser distribuídos de forma gratuita. De acordo com o Ministério da Saúde, remédios para tratar colesterol alto, doença de Parkinson, glaucoma e rinite, por exemplo, já podem ser retirados de graça em unidades credenciadas. 

A lista completa de medicamentos e insumos disponibilizados pode ser acessada aqui. Já a lista de farmácias e drogarias credenciadas ao programa pode ser acessada aqui. A expectativa da pasta é que cerca de 3 milhões de pessoas que já utilizam o programa sejam beneficiadas. “Em média, isso pode gerar uma economia para os usuários de até R$ 400 por ano”.
Entenda

O Farmácia Popular oferta, atualmente, 41 itens entre fármacos, fraldas e absorventes. Até então, somente medicamentos contra diabetes, hipertensão, asma e osteoporose, além de anticoncepcionais, eram distribuídos de forma gratuita.

Para os outros remédios e insumos, o ministério arcava com até 90% do valor de referência e o cidadão pagava o restante, de acordo com o valor praticado pela farmácia. Com a atualização, 39 dos 41 itens de saúde distribuídos podem ser retirados de graça.

O programa

O Farmácia Popular foi criado em 2004 com o objetivo de disponibilizar medicamentos e insumos de saúde. No ano passado, passou a incluir remédios para osteoporose e anticoncepcionais e, este ano, adotou também a distribuição de absorventes para pessoas em situação de vulnerabilidade e estudantes da rede pública.

Dados do governo federal indicam que o programa está presente em 85% dos municípios brasileiros, cerca de 4,7 mil cidades, e conta com mais de 31 mil estabelecimentos credenciados em todo o país, com capacidade para atender 96% da população brasileira. “A expectativa do Ministério da Saúde é universalizar o programa, cobrindo 93% do território nacional”.

“Já foram credenciadas 536 novas farmácias em 380 novos municípios de referência do Programa Mais Médicos, com 352 cidades do Norte e Nordeste recebendo a primeira unidade cadastrada. Para alcançar a meta, o credenciamento de novas farmácias e drogarias foi aberto em 811 cidades de todas as regiões do país, com prioridade para os municípios que participam do Mais Médicos – uma estratégia que visa a diminuição dos vazios assistenciais.”

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil - Brasília

Consultório odontológico de Casa de Saúde Indígena pega fogo em Feijó; ninguém se feriu

 

O consultório odontológico da Casa de Saúde Indígena de Feijó, interior do Acre, pegou fogo na madrugada desta quarta-feira (10) . O Corpo de Bombeiros do município foi acionado pelo vigilante do local que fica no bairro Cidade Nova

Segundo os bombeiros, ao menos seis indígenas estavam dormindo em outro cômodos no momento do incidente. Todos foram acordados pelo trabalhador e avisados do incêndio.

O fogo destruiu uma geladeira, o aparelho de ar-condicionado, a cadeira odontológica, documentação, além de outros objetos utilizados nos atendimentos. O forro da sala também ficou totalmente destruído.

Os bombeiros destacaram que o trabalho de combate às chamas foi rápido para evitar que o fogo se espalhasse para os demais cômodos.

Até a última atualização da reportagem, as causas do incêndio não haviam sido descobertas, porém, como o consultório estava trancado, inicialmente se trabalha com a hipótese de curto-circuito ou incêndio acidental.

Com informações do G1-Acre.

Foto: Arquivo/Corpo de Bombeiros.

Professores das redes estadual e municipal não descartam deflagrar greve e não iniciar ano letivo após as férias escolares em Tarauacá

 

Em Assembleia realizada na tarde desta terça-feira, 9 de julho, no auditório do Sinteac/Tarauacá que contou com a presença dos trabalhadores em educação da rede Municipal e Estadual.

Rede Estadual: o Sinteac comunicou que na última assembleia realizada na capital Rio Branco onde ficou encaminhado que caso as negociações não avancem com o Governo do Estado, os trabalhadores não reiniciarão o segundo semestre do ano o letivo, ou seja, não retornarão após o recesso escolar de meio de ano, será realizada uma greve geral da educação estadual por tempo indeterminado (os trabalhadores reivindicam a recomposição de sua tabela salarial para 10% em duas parcelas).

Rede Municipal: A categoria reivindica a Reformulação do PCCR da educação municipal; Reformulação da Lei de Gestão Municipal; Auxilio para pagamento de internet e aquisição de notebook; reajuste do auxílio-alimentação; concurso publico de professores.

Quanto a Reformulação do PCCR, Reformulação da Lei de gestão municipal, concurso publico de professores houve consenso de ambas as partes.

Já quanto ao auxílio para pagamento de internet e aquisição de notebook (a SEME inicialmente propôs em pagar o valor de R$: 30,00 trinta reais, na segunda proposta propuseram o valor de R$: 40,00 reais e a disponibilizar um notebook a todo professor regente).

A categoria não concordou com o valor proposto e manteve a proposta de R$: 100,00 reais, que ambos seja para todo professor regente e equipe gestora, que este se torne um patrimônio do servidor, que seja efetuado um crédito na conta do servidor no valor do notebook e estes possam escolher e adquirir o mesmo em comércios locais conforme suas necessidades.

Auxilio alimentação – A categoria rejeitou a proposta enviada pela SEME que disse que não ter disponibilidade de reajustar nesse momento e que estaria tentando economizar recursos para, no final do ano, conceder um abono gordo aos trabalhadores. Os trabalhadores decidiram por manter a proposta discutida e aprovada em assembleia, que foi de um reajuste no auxílio-alimentação mensal de R$: 200,00 reais, e que seja para todos os servidores da educação municipal.

Ficou encaminhado que, caso as negociações não avancem, após o recesso escolar, será realizado uma nova assembleia e um dia de mobilização, da categoria.

Por Blog do Sinteac.

quarta-feira, 10 de julho de 2024

VIOLÊNCIA PL da Fome: Mulher é agredida ao doar comida à população em situação de rua em SP

Agressora citou o PL da Fome, arquivado após péssima repercussão, para atacar voluntária de projeto que presta assistência à população vulnerável

Pessoas em situação de rua em São Paulo.Créditos: Paulo Pinto/Agência Brasil
Escrito en BRASIL el 10/7/2024 · 17:06 hs

Uma mulher que entregava marmitas a pessoas em situação de rua em São Paulo foi brutalmente agredida, no sábado (6), pela síndica de um prédio, que afirmou que uma "nova lei" proibia a entrega de comidas ao grupo vulnerável. Ela se referia ao Projeto de Lei 445/2023, conhecido como PL da Fome, aprovado na Câmara Municipal de São Paulo no mês passado.

A vítima agredida foi a fundadora do Projeto Abayomi, Simone Mardegan, que há mais de sete anos realiza ações de solidariedade à população de rua da capital paulista. Ela também integra o movimento "Na Rua Somos Um", que atua em prol desse grupo.


Em comunicado oficial das organizações, Simone afirmou que ficou aterrorizada pelo ocorrido. Enquanto entregava comida à população, uma mulher afirmou que existia uma lei que proibia a atividade de alimentar os necessitados das ruas. Ela participava de uma festa em um prédio, onde mais 10 pessoas se juntaram para agredir verbalmente Simone. A síndica agrediu a voluntária com tapas, socos e arranhões.

"Este lamentável episódio revela o clima de hostilidade e intolerância que foi fomentado pela simples proposta de lei que busca restringir ações humanitárias", afirmaram os movimentos.


Após a agressão, Simone registrou um boletim de ocorrência (BO) e foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), onde realizou o exame de corpo de delito, que comprovou as agressões. O caso será investigado pela 16° Delegacia de Polícia.

A ONG que realizava a ação, com o apoio de mais de 25 outros movimentos, pediu um posicionamento público do vereador Rubinho Nunes (União Brasil), autor do projeto, sobre o arquivamento do PL.

"Nós, líderes de ONGs e coletivos abaixo-assinados, cidadãos comprometidos com a justiça social e a dignidade humana, manifestamos nossa veemente oposição ao Projeto de Lei 0445 e, mais, reiteramos nosso pedido de declaração pública, para que nunca mais nenhum trabalhar das obras sociais tenha sua dignidade e integridade violada pelo dissabor do encontro com populares desinformados tomados pelo ódio de classes", escreveu a ONG.

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) se posicionou sobre o ocorrido, reforçando a gravidade do PL. "É isso que o PL da Fome, que sequer foi aprovado, já está causando em São Paulo. Porque o objetivo dos aliados de Ricardo Nunes, que apresentaram esse Projeto, é esse mesmo: Que as pessoas tenham medo de doar comida", escreveu ela, em publicação no X (antigo Twitter).

"E ao mesmo tempo que pessoas odiosas se sentem livres para atacar quem pratica atos de solidariedade, a gestão do “Prefeito” Ricardo Nunes continua colocando seus funcionários e a GCM pra atacar pessoas em situação de rua nos dias mais frios do ano. É esse o plano dessa gente pra nossa Cidade: Fome, ódio, desamparo e abandono", acrescentou.
PL da Fome

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, no dia 27 de junho, um projeto do vereador Rubinho Nunes que impõe multas de até R$ 17 mil para quem doar alimentos à população em situação de rua.

Porém, após péssima repercussão, com repúdio de movimentos sociais e até da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que declarou o projeto inconstitucional, Nunes retirou o PL da pauta.

Em nota oficial, ele justificou que a suspensão tem o objetivo de "ampliar o diálogo com a sociedade civil, ONG's e demais associações e buscar aperfeiçoamento do texto para que a finalidade do projeto seja atendida".

O vereador Rubinho Nunes, também integrante do Movimento Brasil Livre (MBL) é conhecido por perseguir o padre Julio Lancellotti justamente por suas ações em prol da população de rua. Foi ele o autor da CPI criada no começo deste ano para investigar o religioso.

 Por https://revistaforum.com.br/

Delta mostra Bocalom em quadro desfavorável e Marcus sedimentado



NEM só de macaxeira vive o eleitor. 

O prefeito Tião Bocalom (PL), que disputa a reeleição, criou e promoveu o grande arraial, que foi o Festival da Macaxeira, entregou uma série de obras antes da data de proibição da sua presença em eventos oficiais, e nem assim a pesquisa do confiável instituto DELTA, contratado pelo site Contilnet, o colocou num quadro favorável: Marcus Alexandre (MDB) lidera todas as pesquisas desde o ano passado a as deste ano. Isso mostra que o eleitor não está focado em obras, mas na simpatia que tem pelo candidato. Na pesquisa estimulada – a que vale – Marcus apareceu com 44.47 das intenções de votos; contra 37.14 do prefeito Tião Bocalom. Uma vantagem de 7 pontos percentuais de votos; o que se for levado para uma projeção matemática; daria, em tese, uma vantagem em torno de 12 mil votos a favor de Marcus. O que mais deixou a candidatura do Bocalom complicada, é que ele aparece como o detentor de alta rejeição: 31.06 por cento. O menos rejeitado na pesquisa foi o Marcus Alexandre (MDB), com 16.77 de rejeição. A maior rejeição é a do deputado Emerson Jarude(NOVO), com 37.76. Jarude, também, foi o último colocado com apenas 4.72 de aceitação popular. Esses são os recortes da pesquisa do DELTA. Lembrando que: pesquisa retrata apenas o momento eleitoral, mas mostra indicadores de cada candidato. Deve-se levar ainda em conta que a campanha não entrou no seu fervor.


FATOR DECISIVO - O FATOR que decide uma eleição é a forma como o candidato a prefeito conduz a sua campanha. É durante a campanha que o eleitor começa a elaborar o perfil em quem vai votar.

A SER LEVADO EM CONTA - MAS tem um dado que deve ser levado em conta: quando em todas as pesquisas o candidato majoritário se mantém com uma aceitação linear, é sinal que seus votos estão consolidados. Isso deve ser sempre observado numa eleição.

ALAN DISPARADO - O SENADOR Alan Rick (UB) aparecer disparado na pesquisa DELTA\Contilnet, não foi surpresa alguma para o BLOG. É quem melhor trabalha e comunica o seu mandato. Levando-se em conta que Jorge Viana (PT) será candidato ao Senado; Alan corre livre e soberano na disputa do governo em 2026. Chegou aos 30.31 pontos percentuais das intenções de votos. Os demais nomes citados ficaram longe do percentual. A vice-governadora Mailza Assis (PP) apareceu com o baixíssimo índice de 2.36 pontos percentuais. Alan liderou até aqui todas as pesquisas. Diz o ditado chinês: se o cavalo ganhou uma corrida é sorte; se ganhou a segunda, coincidência; se ganhou a terceira, então, aposte no cavalo.

NÃO CONSEGUE DECOLAR - A vice-governadora Mailza Assis (PP) surgir na pesquisa do DELTA com pouco mais de 2 por cento das intenções de votos, retrata a sua fragilidade em comunicar mal o seu mandato. É um nome respeitável, exemplar na conduta, mas isso não é suficiente para cair na graça do povão. E não será ela como governadora em 2026, que vai mudar o cenário; se quiser mudar tem de começar agora melhorando a sua comunicação e se tornando mais expansiva. Ou o boi não dança.

NOME MUITO FORTE - A PESQUISA do DELTA, que mostra o ex-senador Jorge Viana (PT) bem situado na aceitação, é um indicador de que será um candidato muito forte na disputa por uma das duas vagas de senador, em 2026. Não disputará o governo, para não correr o risco de continuar sem mandato. Gato escaldado tem medo de água, já dizem. Não duvidem do JV no Senado.

NÃO ACREDITO - EM POLÍTICA tudo pode acontecer. Mas acho muito improvável que venha a ser quebrada a polarização entre as candidaturas do Marcus Alexandre (MDB) e do Tião Bocalom (PL), na disputa pela PMRB. Como São Tomé, quero ver para crer.

TUDO O QUE QUERIA - TUDO o que o secretário de Educação, Aberson Carvalho, sempre quis foi desmembrar a pasta de Esportes, a mais problemática. Sobre a entrega das novas obras do Arena da Floresta; é bom citar que o Ney Amorim se sentou à mesa apenas para degustar o filé, as licitações foram todas feitas pelo secretário Aberson Carvalho. Só não assina cheque em branco. Não se faz cortesia com o chapéu alheio.

UM PONTO POSITIVO - ESSE ponto positivo não se pode tirar do secretário municipal de Saúde, Dr. Nogueira – o de ter tornado ágil e republicana todas as ações do órgãos, depois que assumiu a pasta. As coisas funcionam como tem que ser na gestão pública, com controle.

SARA FRANK - A CANDIDATURA da vereadora Sara Frank (MDB) para a prefeitura de Capixaba, está no páreo e com o nome bem aceito. É a vereadora mais votada do município. É mulher competente e com um nome leve.

NOVA TENTATIVA - QUEM tenta voltar à prefeitura de Marechal Taumaturgo, é o ex-prefeito Itamar de Sá (PP). Itamar passou pelo MDB e PT, e conhece os problemas do município como poucos no Juruá.

MÁQUINA DO GOVERN - DE FORMA escancarada o governador Gladson Cameli colocou a máquina do governo a favor da candidatura do prefeito Tião Bocalom. Tinha prometido que não faria. Ao assumir a recuperação de ruas da cidade e ramais – de competência da prefeitura – coloca de forma aberta a estrutura do governo para beneficiar a candidatura do Bocalom. Só falta colocar uma foto do Bocalom na porta do seu gabinete no Palácio Rio Branco. É bom cuidar do seu CPF.

FORMA DISSIMULADA - É uma forma dissimulada o Gladson justificar o uso da máquina pública para resolver problemas da prefeitura de Rio Branco, como forma de ajudar a população. É a pura conversa fiada.

NÃO TENHO CANDIDATO - O DEPUTADO Nicolau Júnior (PP) negou ontem que esteja indicando nome para ser vice na chapa do prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP). “O que vamos buscar junto com o Gladson é um nome que una todos os grupos e não deixe mágoa”, falou Nicolau.

E TEM COMUNISMO? - VENDO um depoimento de um “Pastor evangélico” numa live justificando por qual razão é de “direita”, gerou risos: “Sou a favor da vida e contra o comunismo”. Quem é que é contra a vida? E, desde quando tem comunismo no poder no Brasil?

SUA SOMBRA - O Frank Lima sempre foi uma espécie de sombra do prefeito Bocalom, desde a época da pindaíba. Por isso, é bobagem essa campanha de bastidores para querer lhe tirar da coordenação da campanha do Bocalom. Faça o que o Frank fizer.

TIRO CURTO - A CAMPANHA para valer, nas ruas, será de 45 dias, tiro curto. Tempo que deve ser bem usado pelos candidatos majoritários para sedimentar seus nomes. É quando se vai saber quem tem água na cumbuca.

AGRADEÇO, MAS NÃO DIVULGO - RECEBI uma enquete sobre a disputa da prefeitura de Tarauacá. Agradeço a deferência, mas não divulgo enquete. Não tem o menor valor científico e é altamente manipulável. Basta grupos se organizarem para fazer a votação em massa. É minha posição sobre este tipo de avaliação popular.

FRASE MARCANTE - “Quando o gato e o rato entram em acordo, o dono do armazém está roubado”. Ditado persa.

"E digo mais, estou com quase 60 anos de idade esperando chegar o comunismo no Brasil e nunca vi ele chegar."

FONTE: AC24HORAS