domingo, 5 de julho de 2020

Carlos Pinto vende xarope que ajuda combater o covid-19

Acreana de Feijó será capa da revista Playboy do mês de agosto em Portugal


A modelo acreana, Vanusa Freitas, 28 anos, natural da cidade de Feijó, foi escolhida para ser a nova capa da revista masculina “Playboy”, de Portugal, do mês de agosto. A revista com as fotos de Vanusa está prevista para sair no dia 20 de julho.

Vanusa Freitas, que deixou o Acre aos 18 anos para investir na sua vida de modelo no Rio de Janeiro e que atualmente mora na cidade de São Paulo, conta que era um sonho dela ser capa de uma revista de renome como a Playboy.

“Estou muito feliz por ser convidada para sair na edição de agosto da Playboy. Acredito que é sonho de muitas meninas e estou tendo essa honra. Darei o melhor de mim e espero que todos gostem da edição”, disse Vanusa.


A musa acreana já fez outros ensaio sensuais no Brasil e chegou a ser convidada para desfilar nas escolas de samba Unidos do Peruche, no ano de 2017, e na Grande Rio, no ano seguinte, onde representou o Acre no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, o mais famoso do mundo.

Hoje, Vanusa mora em São Paulo e resolveu investir na carreira de atleta fitness e modelo. Ela falou que sempre gostou muito de treinar e que, com o tempo, se acostuma com o dia a dia puxado. “Você se priva de muita coisa, mas seu sonho tem que estar em primeiro lugar”, falou a morena.


Vanusa é a segunda acreana a ser capa da revista portuguesa. No mês passado, a rio-branquense Raissa Barbosa foi fotografada para a revista masculina Playboy.
Com informações da Folha do Acre.

Projeto da UFAC salva vidas de pacientes com a Covid e pode virar tratamento contra a doença em todo o país


Desde que a Covid-19 apareceu no mundo, o grande desafio é descobrir uma vacina ou medicamentos que possam prevenir ou tratar com mais eficácia a pandemia que só no Acre já infectou mais de 14 mil e matou 387 pessoas.

E acredite nessa boa notícia: a nova aposta para prevenir e tratar pacientes que sofrem com o mais difícil dos sintomas provocados pela Covid-19, que é a falta de ar, vem de um projeto desenvolvido pela Universidade Federal do Acre (UFAC) e outras instituições parceiras.

O melhor é que a prevenção e o tratamento já vem sendo desenvolvido com sucesso em mais de 300 pessoas, entre pacientes com diagnóstico positivo e profissionais em saúde que estão na linha de frente contra a Covid-19.

A fisioterapeuta e professora de anatomia e fisiologia da UFAC, Dra. Carolina Pontes Soares, com mestrado, doutorado e pós-doutorado em ciências morfológicas pela Universidade do Rio de Janeiro, é quem coordena a equipe multidisciplinar da pesquisa científica que tem salvado vidas no Acre.

A equipe é composta por profissionais da saúde dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e acadêmicos do curso de medicina da Uninorte e UFAC e vem fazendo uma diferença no tratamento da doença.

“Nosso trabalho visa a prevenção e o combate à Covid-19 no Brasil por meio de nebulização usando uma solução alcalina de bicarbonato de sódio. A ideia é causar uma alcalinidade no sistema respiratório, fazendo com que haja inativação do vírus”, conta Carolina.

A fisioterapeuta diz ainda que, “a princípio, a solução de bicarbonato foi pensada para a prevenção. Ocorre que com os resultados de cerca de 300 pacientes se percebeu que também era eficaz em casos leves e moderados, impedindo a piora no quadro de saúde desses pacientes”, conta.

Carolina Pontes Soares, conta que “estamos aplicando desde maio em pacientes domiciliares com diagnóstico positivo e também em pacientes internados no HUERB e na UPA do 2º Distrito. Esses pacientes evoluem muito bem. Existem pacientes que em três dias o pulmão já apresenta uma melhora significativa”.

De acordo com as informações da fisioterapeuta, “a principal causa de procura por uma unidade de saúde neste momento é a falta de ar. O que estamos observando é que com o uso dessa solução não há agravamento do quadro clínico respiratório do paciente. Com o tratamento através da nebulização, a falta de ar passa em alguns casos na hora e vai diminuindo no prazo de 48 horas”, afirma.

Carolina Soares conta também como surgiu a ideia da pesquisa. “Partimos do princípio de um artigo de 1990 que dizia que a família do Sars-Cov-2 inativava na solução alcalina. A partir daí, fomos analisar a possibilidade de usar a solução em casos de doenças respiratórias. O nosso diferencial é que temos uma concentração menor, que não gera efeitos colaterais podendo ser usada juntamente com os medicamentos prescritos para o Covid-19”, explica.

A solução foi analisada e testada em um laboratório de análise farmacêutica em Araxá (MG) pela farmacêutica que compõem a equipe do projeto. Os testes em pacientes começaram a ser aplicados em pacientes no início de maio.

Além dos ótimos resultados positivos com os 300 pacientes quem já pegaram a Covid-19 e fizeram uso da nebulização, na parte preventiva a pesquisa está sendo feita com cerca de 50 profissionais da saúde que estão na linha de frente. São médicos, fisioterapeutas, enfermeiros e técnicos em enfermagem que atendem diariamente pacientes com a doença. Os resultados são impressionantes.

“Nós estamos com 50 profissionais. Desse total apenas três foram contaminados, mas admitiram que não fizeram uso da nebulização como deveriam. Mesmo assim, após o contágio, usaram a solução e conseguiram se recuperar rapidamente. Os outros 47 profissionais continuam trabalhando e até agora não contraíram a Covid-19”, destaca Carolina.

Os participantes da pesquisa são avaliados pela equipe e depois a confirmação da doença são inscritos no estudo de tratamento para os pacientes com Covid-19 positivo. Na prevenção os participantes também são avaliados antes de iniciar.

Carolina diz que o projeto, que é desenvolvido com recursos próprios, nesse momento está precisando de patrocinadores que ajudem a custear o material para o preparo da solução e compra de nebulizadores, já que a demanda aumentou e os estoques acabaram.

ATENÇÃO – A fisioterapeuta alerta ao uso indevido de medicamentos pelas pessoas que se automedicam para combater o Covid-19. “É necessário que todas as pessoas que apresentem os sintomas da Covid-19 procurem as unidades de saúde para a avaliação médica e o tratamento adequado para a fase em que ele se encontra a doença. Não compartilhem o seu tratamento com outras pessoas, pois pode haver agravamento do quadro clínico das mesmas que não foram diagnósticas.”

Outra coisa importante, segundo Carolina, é o respeito ao isolamento social e o uso de máscaras. “As pessoas precisam respeitar o isolamento social para que possamos impedir a disseminação da doença no Estado”.

E finaliza com mais um recado. “Não temos ainda a vacina e esse vírus pelos últimos estudos publicados no mês de junho pela Nature Medicine, pode vir a contaminar novamente uma pessoa que já teve Covid-19. Neste caso, prevenir é o melhor remédio”.

Ac24horas

sábado, 4 de julho de 2020

Jorge Viana diz que Bolsonaro é o pior presidente e que PSL é partido de corruptos


Por meio das redes sociais, o ex-senador Jorge Viana (PT) fez duras críticas ao governo Bolsonaro, o qual considera o pior presidente.

O petista também não mediu críticas ao PSL. “A manipulação deu nisso. Surgiu esse partido PSL, que está cheio de corruptos, querendo dar lição de moral. Milicianos”, declarou.

A manifestação de Jorge foi feita neste sábado, 4, por meio das redes sociais.

Golpe que promete facilitar saque do FGTS tem mais de cem mil vítimas; conheça


Golpistas estão se aproveitando do início do novo saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para enganar beneficiários, prometendo facilitar o recebimento do valor, que é creditado pela Caixa Econômica Federal, de acordo com o mês de nascimento, em contas poupanças sociais digitais abertas em nome dos trabalhadores . Até o momento, mais de cem mil pessoas já foram vítimas do golpe.

O laboratório especializado em segurança digital da PSafe (dfndr lab) identificou novos links do golpe que promete o saque do FGTS . Em geral, na página falsa, os golpistas solicitam dados pessoais das vítimas e, em seguida, pedem o compartilhamento do link falso com seus contatos, como uma suposta garantia para o recebimento de R$ 1.045.

Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, explica como os criminosos podem usar os dados das vítimas para abrir contas em banco e fazer assinatura de serviços:
"Quando a vítima informa seus dados no link malicioso, fica vulnerável ao vazamento dessas informações pessoais, que podem ser usadas pelo cibercriminoso para realizar a assinatura de serviços online e até para abrir contas em bancos com os dados roubados. Outro problema é que, quando a vítima compartilha o link malicioso com seus contatos, ela torna-se um vetor de disseminação do golpe , o que garante aos cibercriminosos um crescimento acelerado dos ataques", diz.

O dinâmica desta ação já havia sido observada anteriormente em outros ciberataques , como o que prometia o cadastramento no programa de auxílio emergencial do governo federal. No entanto, diferentemente do primeiro golpe identificado, este ainda redireciona a vítima para uma página que solicita permissão para o envio de notificações (push notifications).

Uma tela solicita permissão para envio de notificações.

"Quando a vítima concede permissão para o envio das notificações, os criminosos podem se utilizar dessa permissão para enviar propagandas, com as quais lucram, e até mesmo enviar novos golpes ", alerta Simoni.

Confira dicas para evitar cair em golpes
Os aplicativos de conversa são os principais meios utilizados para disseminar golpes digitais. Utilize soluções de segurança no celular, como o dfndr security, que oferecem proteção em tempo real contra links maliciosos compartilhados por meio de WhatsApp, Facebook Messenger e SMS e no navegador;

Evite fornecer seus dados pessoais sem antes saber se o site é oficial e confiável;
Tenha cuidado ao clicar em links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais. Antes de compartilhar informações, procure em veículos confiáveis e fontes oficiais, jornais e sites para confirmar se aquilo é realmente verdadeiro.

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Pesquisa científica identifica que Cruzeiro do Sul tem mais de 11 mil infectados por coronavírus



Uma pesquisa científica da Universidade de Pelotas (UFPel), divulgada na quinta-feira (2), identificou que no município de Cruzeiro do Sul há mais de 11.665 infectados pelo novo coronavírus.

O número é seis vezes maior quando comparado com boletim oficial da Secretaria de Estado de Saúde. No último boletim, o município tinha 2.116 casos confirmados.

Cruzeiro do Sul é a segunda cidade do estado com maior índice de contaminação, com 239 casos para cada 10 mil habitantes. A taxa de mortalidade por Covid-19 é de 1,7%.

A pesquisa foi desenvolvida em três fases. No estado do Acre, apenas a capital Rio Branco e o município de Cruzeiro do Sul foram investigados.

A terceira fase da pesquisa corresponde à análise geral, momento em que os pesquisadores consideraram todos os dados coletados a nível nacional. Ao todo, 150 mil testes rápidos foram utilizados para detectar a proporção de anticorpos da população de 133 municípios investigados em todo o país.

Boletim Covid-19 atualizado, 03 de julho de 2020

A Prefeitura Municipal de Tarauacá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulga o boletim covid-19, desta sexta-feira, 03 de julho de 2020.
por assecom/tk

Sindicância que investiga aplicação de recursos federais, segue durante semana ouvindo funcionário

A Comissão de Sindicância da Administração Municipal de Tarauacá, durante toda a semana colheu depoimentos para apurar as possíveis falhas e inconsistências de informações e dados indicadas pela CGU, referente aos recursos federais destinados a três programas geridos pelo Município.


A Comissão de Sindicância, formada por membros de diversos setores Prefeitura, já expediu ofícios à Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Administração, Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG), DETRAN/AC, requisitando documentos e informações. Alguns depoimentos de servidores municipais já foram tomados. A coleta continuará na próxima semana.

A Comissão Sindicante faz a coleta e requisição de documentos, tomada de depoimentos, oitivas, acareações, investigações e diligências cabíveis, objetivando a coleta de prova, de modo a permitir a completa elucidação dos questionamentos relatados pela Controladoria Geral da União (CGU) no Relatório de Avaliação exercícios 2018/2019.

A Comissão corre contra o tempo para concluir seus trabalhos, emitir Relatório Final, e encaminhá-lo tanto à prefeita, quanto para os órgãos de controle e fiscalização, a exemplo do Ministério Público, TCE e CGU.

Acreana de Feijó será capa da revista Playboy do mês de agosto em Portugal


A modelo acreana, Vanusa Freitas, 28 anos, natural da cidade de Feijó, foi escolhida para ser a nova capa da revista masculina “Playboy”, de Portugal, do mês de agosto. A revista com as fotos de Vanusa está prevista para sair no dia 20 de julho.

Vanusa Freitas, que deixou o Acre aos 18 anos para investir na sua vida de modelo no Rio de Janeiro e que atualmente mora na cidade de São Paulo, conta que era um sonho dela ser capa de uma revista de renome como a Playboy.

“Estou muito feliz por ser convidada para sair na edição de agosto da Playboy. Acredito que é sonho de muitas meninas e estou tendo essa honra. Darei o melhor de mim e espero que todos gostem da edição”, disse Vanusa.


A musa acreana já fez outros ensaio sensuais no Brasil e chegou a ser convidada para desfilar nas escolas de samba Unidos do Peruche, no ano de 2017, e na Grande Rio, no ano seguinte, onde representou o Acre no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, o mais famoso do mundo.

Hoje, Vanusa mora em São Paulo e resolveu investir na carreira de atleta fitness e modelo. Ela falou que sempre gostou muito de treinar e que, com o tempo, se acostuma com o dia a dia puxado. “Você se priva de muita coisa, mas seu sonho tem que estar em primeiro lugar”, falou a morena.


Vanusa é a segunda acreana a ser capa da revista portuguesa. No mês passado, a rio-branquense Raissa Barbosa foi fotografada para a revista masculina Playboy.
Com informações da Folha do Acre.

Justiça bloqueia R$ 40 milhões em conta usada por Verônica, filha de José Serra, para receber propinas

A ação da Justiça e da Polícia Federal contra o esquema de José Serra e sua filha levou ao bloqueio de R$ 40 milhões na Suíça. A revelação de que o ex-governador de São Paulo recebeu propinas tão vultosas das empreiteiras o transforma num dos políticos mais corruptos da história do País
3 de julho de 2020, 10:08 h Atualizado em 3 de julho de 2020, 10:59

Verônica e José Serra, Rodoanel ao fundo (Foto: Reprodução | Milton Michida/GOVSP)

247 - Como parte da ofensiva da Justiça, do Ministério Público e da Polícia Federal contra o esquema de José Serra e sua filha Verônica Serra, desfechada na manhã desta sexta-feira (3), foram bloqueados R$ 40 milhões em uma conta na Suíça. Estima-se que os desvios possam superar a casa da centena de milhões de dólares. Com isso, José Serra pode passar à história como um dos políticos mais corruptos do Brasil 

O Ministério Pùblico Federal afirma que Verônica, como operadora do esquema do pai, realizou, ao lado de José Amaro Pinto Ramos, outro operador de Serra, transferências para dissimular a origem dos valores. O esquema serrista manteve o dinheiro em uma conta de offshore controlada por Verônica Serra, de maneira oculta, até o final de 2014, quando foram transferidos para outra conta de titularidade oculta, na Suíça, que agora foi bloqueada. 

A operação desta sexta só foi possível porque finalmente foi desbloqueado o envio dos extratos e documentos bancários do esquema serrista da Suíça para o Brasil. Os advogados de Serra e seus operadores conseguiam impedir o envio por dois anos - leia aqui

Segundo a denúncia, nos anos de 2006 e 2007, Serra "valeu-se de seu cargo e de sua influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul".

"Milhões de reais foram pagos pela empreiteira por meio de uma sofisticada rede de offshores no exterior, para que o real beneficiário dos valores não fosse detectado pelos órgãos de controle."

De acordo com as investigações, José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra constituíram empresas no exterior, ocultando seus nomes, e por meio delas receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao então governador paulista. Serra governou o estado de 2007 a 2010.

"Neste contexto, realizaram numerosas transferências para dissimular a origem dos valores, e os mantiveram em uma conta de offshore controlada, de maneira oculta, por Verônica Serra até o final de 2014, quando foram transferidos para outra conta de titularidade oculta, na Suíça."
fonte: brasil247.com

14 milhões de visualizações; 450 mil novos inscritos e arrecadação de quase R$ 3 milhões com doações, confira os números da transmissão da FlaTV


O Flamengo venceu a briga com a TV Globo e transmitiu pela primeira vez com exclusividade uma partida de futebol no seu canal oficial, a Fla TV. O clube investiu em estrutura e contratou a empresa PlayRec Produções, que utilizou uma infraestrutura de nove câmeras. Com mais três ou quatro usadas habitualmente pelo clube, a partida teve entre 12 e 13 câmeras captando tudo em campo.

E os resultados foi estrondosos e épicos.

Confira os números:

– 14 milhões de views no YouTube;
– 2,2 milhões de acessos simultâneos;
– 4,2 milhões de inscritos no canal, o que significou a maior live esportiva da história do YouTube no mundo;
– Top 10 lives no YouTube no mundo (todos conteúdos);
– 450 mil novos inscritos;
– 144,3 mil no facebook;
– 5,1 mil no twitter;

O Flamengo está próximo de alcançar o Liverpool nos maiores canais de clubes de futebol do mundo. Confira o ranking:

1º Barcelona – 9,57 milhões;
2º Real Madrid – 5,77 milhões;
3º Liverpool – 4,79 milhões;
4º Flamengo – 4,22 milhões;
5º Manchestes United – 2,99 milhões.

Em termos financeiros, o Flamengo já havia arrecado, antes de iniciar a partida, R$ 125 mil em patrocínios e R$ 200 mil na venda de ingressos.

O clube transmitiu via app My Cujoo no exterior. Para assistir, foi necessário pagar 8 dólares. A transmissão atingiu 10.844 contas únicas de formas simultânea. O que resulta em 83.872 dólares. Ou cerca de R$ 450 mil.

Um dos pontos altos da noite foi a doação nos chats durante a transmissão no youtube. Milhares de torcedores fizeram lances variados para terem as mensagens destacadas no chat da plataforma. Segundo dados preliminares, foi arrecado R$ 2,7 milhões. Lembrando que 30% fica para o youtubr.

O clube deverá divulgar o “borderô” com todos os valores arrecadados nessa quinta-feira.

Uma coisa o torcedor pode saber: a história foi inscrita na noite dessa quarta-feira. Uma mera partida pela última rodada da Taça Rio contra o Boa Vista, será lembrada como o pontapé de um projeto comercial espetacular.

José Serra finalmente entra na seleção dos governadores paulistas: Adhemar de Barros, Orestes Quércia, Paulo Maluf…

“Blindado durante muitos anos, o ex-governador tucano foi desnudado e revelado ao público como um dos políticos mais corruptos da história do Brasil”, escreve o jornalista Leonardo Attuch, editor do 247
3 de julho de 2020, 10:55 h Atualizado em 3 de julho de 2020, 10:59


José Serra, Adhemar de Barros, Orestes Quércia e Paulo Maluf (Foto: Roque de Sá/Senado | Reprodução | ABr)

Estado mais próspero do Brasil, São Paulo construiu uma linhagem política peculiar: a dos governantes que “roubam, mas fazem”, tradição inaugurada pelo folclórico Adhemar de Barros, que governou São Paulo de 1947 a 1951 e depois de 1963 a 1966, quando foi afastado do cargo pelos militares por corrupção e teve seus direitos políticos cassados. Num dos episódios mais emblemáticos da ditadura, militantes de esquerda roubaram o famoso “cofre do Adhemar”, numa ação que ajudou a financiar a luta armada no País.

Embora tenham afastado Adhemar por corrupção, os militares não eram propriamente defensores da lisura no trato da coisa pública. Prova disso é o fato de terem apoiado a eleição indireta de Paulo Maluf para o cargo de governador de São Paulo, em 1978. Como mandatário biônico, ele reciclou o velho “adhemarismo”, que se converteu em “malufismo”, a mesma tradição de realizar grandes obras e descontar um percentual para as propinas. Se Adhemar foi dono da Lacta, Maluf tinha a Eucatex. E muitas das comissões que recebeu foram parar nas Ilhas Jersey, um paraíso fiscal britânico.

Finda a ditadura militar, um político aventureiro, nascido na pequena cidade de Pedregulho (SP), surpreendeu a todos e venceu o empresário Antônio Ermírio de Moraes, na disputa para o governo de São Paulo de 1986. Era Orestes Quércia, também responsável por grandes obras, como as ampliações das rodovias Anhanguera e Bandeirantes e pela construção de uma fortuna gigantesca no mercado paralelo da política. Quércia se tornou dono de grandes extensões de terra, de rádios, de empreendimentos imobiliários e de um jornal, o Diário de São Paulo, que acabou vendido para as organizações Globo. Depois disso, fez seu sucessor, Luiz Antônio Fleury, até que o ciclo foi interrompido pela chegada do PSDB ao poder, em 1994, com Mário Covas.

Desde aquele ano, os tucanos foram muito eficientes em construir a narrativa de que, diferentemente dos antecessores, eram competentes gestores e zelosos administradores da coisa pública. Logo na chegada, colaram no PMDB de Quércia e Fleury a história da “quebra do Banespa”, que acabou vendido para o Santander. Paralelamente, construíram uma eficiente blindagem midiática, que resiste há praticamente trinta anos e passa por praticamente todos os veículos de comunicação da chamada mídia corporativa.

Durante esse período, os tucanos se revezaram no poder com nomes como Mário Covas, José Serra, Geraldo Alckmin e, mais recentemente, João Doria. Serra, no entanto, se destaca por alguns traços. Primeiro, por sua incomensurável vontade de poder. Serra sempre se julgou predestinado a ser presidente do Brasil. Segundo, pela falta de escrúpulos. Ele também sempre foi capaz de ignorar qualquer limite ético, seja nas relações pessoais ou empresariais, para alcançar seus objetivos. Terceiro, pela capacidade de articular aliados nos meios de comunicação para defendê-lo em qualquer circunstância. Depois de ser derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, Serra começou a construir o discurso de ódio na campanha de 2010, em que também foi derrotado pelo Partido dos Trabalhadores, desta vez para a ex-presidente Dilma Rousseff.

A operação desta sexta-feira 3 contra ele apenas revela algo que há muito se sabia nas redações, mas não se podia publicar. Serra tinha como operador o maior lobista do Brasil: José Amaro Pinto Ramos, que atuou em casos emblemáticos, como a compra do Sivam, sistema de vigilância da Amazônia, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e dos trens da Alstom, ao longo de todas as administrações tucanas. Seu tesoureiro, Ronaldo Cezar Coelho, foi dono do banco Multiplic, e já havia aparecido como titular de contas com US$ 23 milhões na Suíça, abastecidas com pagamentos das empreiteiras.

No seu esquema de poder, merece um capítulo à parte sua filha Verônica Serra, que ganhou uma bolsa do bilionário Jorge Paulo Lemann em Harvard, nos Estados Unidos, de onde voltou como gestora de fundos de investimentos, muitas vezes em parceria com os próprios donos da Ambev. Detalhe: foi Serra quem bancou, também no governo FHC, a compra da Brahma pela Antarctica, que criou quase um monopólio na área de bebidas, sem que fosse imposta qualquer restrição relevante pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica. As maiores fortunas do Brasil, de três brasileiros que detêm o quase a mesma renda dos 50% mais pobres, tiveram origem nesta ação direta de Serra.

Mesmo com tanta ambição, tanta volúpia e tanta vontade de poder, Serra não realizou seu sonho de se tornar presidente do Brasil. No entanto, em 2016, foi um dos principais conspiradores do golpe que derrubou Dilma Rousseff e instalou Michel Temer na presidência, ação pela qual recompensando com o cargo do ministro das Relações Exteriores, onde deu início ao processo de destruição do Itamaraty que culmina com a chegada de Ernesto Araújo ao cargo.

Serra não foi presidente, mas, ao menos, conclui sua carreira política entrando para a seleção dos governadores paulistas. O mesmo time onde atuaram Adhemar de Barros, Orestes Quércia e Paulo Maluf.
fonte: brasil247.com

Major Rocha se filia ao PSL e Pedro Valério comemora adesão fazendo “arminha”



Nem parece que o PSL passou por uma verdadeira turbulência nos últimos dias. Na noite desta quinta-feira, 2, mais uma demonstração do tanto que a política é dinâmica e muda da noite para o dia. Muitos dos que criticaram a chegada de Major Rocha ao partido, hoje discursaram, desejando boas-vindas do vice-governador acreano, inclusive Pedro Valério, presidente estadual da sigla no Acre, que acusou o vice de golpe. No final, na foto oficial, Valério fez até “arminha” ao lado da nova aquisição.

Nas negociações de mudança no partido no Acre foram coordenadas deputado federal Júnior Bozzela (PSL/SP). Para selar a paz e ser recebido com aplausos, Rocha e Pedro Valério chegaram a um entendimento que mantém a executiva sob a direção dos atuais dirigentes e o grupo do vice-governador ficará com a executiva municipal.

Assim, Valério comanda o partido ao nível de Estado, mantendo as candidaturas já pré-definidas no interior e, Rocha no município de Rio Branco, onde poderá cumprir o seu grande objetivo, que é de apoiar a candidatura do tucano Minoru Kinpara, apesar de ele negar.

Em seu discurso, Rocha procurou aparar todas as arestas com os novos companheiros de partido e tentou deixar claro que não vai fazer do PSL um trampolim para fortalecer as candidaturas do PSDB.

“Acho que por falta de habilidade minha, deu toda essa confusão. Não estou no PSL com interesse de ser presidente do partido, vim para somar, para ajudar o estado e o país. Quero deixar bem claro que não vou para a campanha do PSDB, agora eu dou PSL”, afirmou.

O vice-governador acreano afirmou que o namoro com a sigla é antigo. “Não foi ontem que surgiu meu interesse pelo PSL. Tive desgastes dentro do PSDB contra a turma que queria que o partido fizesse parte do governo Temer, como chegou a acontecer, eu pedi a expulsão do Aécio Neves. Por isso, procurei um partido que tivesse afinidade, que tivesse os mesmos ideais”.

Em outro ponto de seu discurso como mais novo filiado do PSL, Rocha garantiu que se Gladson não for candidato à reeleição, vai para disputa. “Tenho uma relação muito boa com o governador. Se ele não for candidato, eu vou para a reeleição. Vamos tornar o PSL um partido ainda mais forte”.


Também foi destacada o papel do deputado federal Júnior Bozzela (PSL/SP) que veio ao Acre para pacificar o partido.

Houve questionamento nas redes sociais. Muita gente observou e condenou o fato de praticamente ninguém está usando máscaras durante o evento.

O ac24horas apurou que todas as candidaturas do PSL serão mantidas tanto para vereador da capital e interior, como também de prefeitos.
fonte: ac24horas.com

                                      Assista ao ato de filiação:

Nassif: piores do que os procuradores de Curitiba são aqueles que permitiram seus abusos

"Como se permitiu que um grupo de procuradores, servidores públicos, passasse a prestar contas a organismos de outros países e suas ilegalidades fossem endossadas por todas as instituições?", questiona o jornalista

Luis Nassif e Deltan Dallagnol (Foto: Felipe Gonçalves/247 | Pedro de Oliveira/ALEP)

247 – Depois da revelação de que a força-tarefa liderada pelo procurador Deltan Dallagnol trabalhou em parceria com o FBI para destruir empresas brasileiras de engenharia e atender a interesses econômicos e geopolíticos dos Estados Unidos, o jornalista Luis Nassif, editor do GGN, postou um desabafo, em sua coluna

"O problema maior não são os provincianos deslumbrados do Paraná, que acharam ter luz própria. São os que se permitiram seus abusos. Como se permitiu que um grupo de procuradores, servidores públicos, passasse a prestar contas a organismos de outros países e suas ilegalidades fossem endossadas por todas as instituições? Onde estava o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, o PGR Rodrigo Janot que sabiam o que acontecia, mas não tinham pulso ou interesse em coibir as ilegalidades?", questiona o jornalista.

"O que mais dói, e dói no fundo da alma é saber que, apesar de tudo que sonhamos, de tudo o que fizemos desde as diretas, quando se imaginava que o país adquiriria o status de nação civilizada, que após a centro-esquerda, viria um partido de centro-direita que, mais à frente, seria substituído novamente pela centro-esquerda, em um processo gradativo de aprimoramento democrático, virando a esquina havia o monstro da maldição histórica: o caráter das instituições, dos homens públicos, moldado no jeitinho, usando princípios e valores de forma utilitária", escreve ainda Nassif.

Ulysses entrega carta de demissão e crise política se agrava entre Gladson e Major Rocha


Ao que tudo indica, a situação entre o governador Gladson Cameli (PP) e o seu vice major Rocha (PSDB) não está muito amigável. Com a entrega da carta de demissão do atual comandante da Polícia Militar, coronel Ulysses Araújo, o governador disse que o próximo a ocupar o cargo ser uma escolha pessoal sua.

Aos poucos, Gladson vai limitando o poder de Rocha, que sempre coordenou todo o Sistema de Segurança Pública do Acre.

Ribamar Trindade será transferido de Rio Branco para São Paulo em UTI Aérea


O secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, que foi diagnosticado com covid-19, será transferido, de Rio Branco para São Paulo em uma UTI Aérea.

Ribamar encontrava-se internado no Hospital Santa Juliana, como o quadro não evoluia, foi decidido transferir o paciente.

A aeronave saiu de Goiânia e dentro de alguns minutos pousará no aeroporto internacional de Rio Branco. O chefe da casa civil será transferido na manhã desta sexta-feira (03).

quinta-feira, 2 de julho de 2020

Republicanos e MDB fecham aliança para disputar a PMRB


A notícia acima foi passada ontem pelo deputado federal Manuel Marcos (REPUBLICANOS) ao BLOG DO CRICA. As tratativas foram feitas com o candidato a prefeito de Rio Branco, deputado Roberto Duarte (MDB). Marcos disse que as conversas avançaram para o ponto de fechamento, e o anúncio oficial será feito na próxima semana, depois de um entendimento com o empresário Jebert Cavalcante, que tinha sido anunciado como o candidato dos REPUBLICANOS a prefeito da capital. O que ficou definido é que o candidato da cabeça da chapa será o deputado Roberto Duarte (MDB), mas não se falou em nome de vice.

AMARRANDO ALIADOS

TARAUACÁ: Gilmar Torres desiste de disputar a prefeitura de Tarauacá ; saída é motivada pela filiação de Major Rocha ao PSL


O empresário Gilmar Torres, filiado ao PLS, desistiu de disputar a prefeitura de Tarauacá. O ex-postulante desistiu após a notícia do acordo do vice-governador Major Rocha com o vice-presidente nacional do partido, deputado federal Júnior Brozella, para ele ingressar na legenda. 


Com a chegada de Rocha à legenda, cuja filiação dever ocorrer amanhã, quinta-feira (02), o empresário desistiu da disputa. 

Segundo Gilmar, ele tinha dito que caso o vice-governador viesse a comandar a legenda, estaria fora. “O Rocha tem um projeto com o PSDB em Tarauacá, que é frontalmente contra o que penso para a cidade. Então, estou apenas cumprindo minha palavra”. 

Gilmar disse que vou continuar “auxiliando meus irmãos como sempre fiz”. “Desejo sucesso aos que continuam na disputa e que Deus dê direcionamento a quem for eleito para fazer o melhor por nossa amada cidade”, escreveu na rede social.

Por Leandro Matthaus
Portal Tarauacá

“Novo PSL” queria envolvido no G7 como presidente. PSDB não poderá lançar candidato em 8 cidades; Veja detalhes do acordo


-julho 2, 2020
A anunciada desfiliação em massa no PSL foi abortada. Todos concordaram em aceitar o Major Rocha como dirigente maior da sigla, com algumas condições: as candidaturas já definidas na capital ( 48 para vereadores) e no interior (prefeitos e vereadores) devem ser respeitadas e mantidas. Em Rio Branco, a pré-candidatura do pecuarista Fernando Zamora a prefeito foi rifada. É a única literalmente atropelada. A coligação PSL-PSDB indicará mesmo o coronel Ulisses vice do ex-reitor da Ufac, Minoru Kimpara.

O presidente do “novo” PSL, a depender de Rocha, seria José Adriano, presidente reeleito da Federação das Indústrias do Acre (Fieac). Ele estava ao lado do vice-governador numa reunião fora do estado com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, há duas semanas.

A militância, no entanto, rejeitou o nome do empresário, envolvido no escândalo que ficou conhecido como “G7”, no governo do PT. No encontro desta quinta, houve enfrentamento de alguns ao deputado Júnior Bozella (PSL-SP), que veio com a missão de anunciar Rocha e acalmar seus filiados. Zamora sugeriu que Bozella fizesse investigação social no CPF dos filiados e “dos que estão chegando agora”, sugerindo que Rocha e Ulisses não tenham o perfil ético que a legenda tanto aprecia e defende. O deputado impôs o discurso do entendimento.

Assim, nas próximas horas o presidente será anunciado, podendo ser o coronel Ulisses, comandante demissionário da Polícia Militar, ou Pedro Valério, que liderou o partido por cinco mandatos consecutivos.

Um acordo “de boca” entre filiados e o novo mandatário do partido indica que o PSDB não poderá lançar candidato a prefeito onde o PSL já tem nomes confirmados: Acrelândia, Brasiléia, Epitaciolândia, Porto Acre, Senador Guiomard, Feijó, Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Em Plácido de Castro, porém, há expectativa de um capítulo tórrido nesta novela: o atual gestor, Gedeon Barros, que é tucano, insiste em disputar a reeleição. E lá a pre-candidatura da ativista e advogada Joana D´Arc já estava acertada antes mesmo de o partido ser tomado pelo PSDB. Dar´c diz que honrará o sobrenome “Valente”, e tem apoio dos colegas. Como seria uma disputa entre ambos, sendo cada um filiado a siglas diferentes ao mesmo tempo “aliados”?

A aliança PSL-PSDB terá o maior tempo de TV nas eleições municipais – com prováveis sete minutos. Terá também o maior fundo partidário. Porém, sem candidato na capital, resta saber se esses recursos poderão ser direcionados para o interior.

Coronel Chicão, locutor da Difusora Acreana, morre aos 87 anos


Francisco Madeira, conhecido no Estado do Acre como Coronel Chicão, morreu nesta quinta-feira, 2, em Goiânia, capital de Goiás. Coronel Chicão, que completaria 88 anos na próxima terça-feira, dia 7, estava internado em uma UTI do Hospital Amparo, em estado gravíssimo devido a um enfisema pulmonar.

O locutor era um dos últimos representantes da época em que a Rádio Difusora era, sem dúvidas, o mais importante veículo de comunicação do Acre. Com mais de meio século dedicado a Rádio Difusora e mesmo tendo se aposentado há muitos anos, continuava apresentando um dos mais tradicionais programas da Difusora: O Baile da Saudade, que ia ao ar todos os sábados, das 18 às 20 horas.

O radialista se junta a tantos outros profissionais que eternizaram suas vozes pelas ondas da Rádio Difusora Acreana nos seus quase 76 anos de existência e que já não estão mais entre nós, como Estevão Bimbi, Ilson Nascimento, Compadre Lico, Campos Pereira, Nivaldo Paiva, J. Conde, Cícero Moreira, entre outros.


O corpo do Coronel Chicão vai ser sepultado na pequena cidade de Goianira, interior de Goiás, onde uma de suas filhas mora.

Boletim Covid-19 atualizado, 02 de julho de 2020

A Prefeitura Municipal de Tarauacá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulga o boletim covid-19, desta quinta-feira, 02 de julho de 2020.

por assecom/tk

Comissão derruba veto de Gladson e garante permanência de servidores do interior no extinto Pró-Saúde


Uma Comissão Especial da Assembleia Legislativa analisou os vetos governamentais às leis aprovadas recentemente. Um dos pontos da lei do Instituto de Gestão em Saúde do Acre (Igesac) vetado movim

Uma Comissão Especial da Assembleia Legislativa analisou os vetos governamentais às leis aprovadas recentemente. Um dos pontos da lei do Instituto de Gestão em Saúde do Acre (Igesac) vetado movimentou a pauta -trancada em função dos vetos.

Uma questão observada pelo deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) é o caráter coletivo da emenda que originou o veto. Ela garante 100% que o servidor do Pró-Saúde que esteja morando onde não haja contrato de gestão em 40% estabelecidos pela lei do Igesac que esse trabalhador possa ser lotado em qualquer unidade da Secretaria de Estado de Saúde.

Um dos vetos derrubados trata da cessão de servidores do Igesac para a Secretaria de Saúde. A palavra “cessão” ampara servidores do interior e impede sua remoção para outros municípios, e havia sido retirada pelo governador Gladson Cameli. Mais de 500 servidores do interior podem ser prejudicados.

Foram 3 votos pela derrubada do veto e um contra, do deputado Antônio Pedro. Chico Viga, integrante da comissão, não conseguiu votar, mas havia declarado pela derrubada do veto Roberto Duarte, presidente da comissão, incluiu o voto dele. O líder do governo, Gerlen Diniz, também integrante da Comissão, não votou.

TARAUACÁ: Coluna Diva: Lenilda Farias, a exuberância da mulher da terra do abacaxi

Lenilda Farias/foto: arquivo pessoal

Confesso que estava morrendo de saudades de escrever sobre as belas mulheres e descrever a perfeição das curvas de seus corpos e, claro, falar de seus sonhos e sua visão de mundo.


Lenilda Farias, de 26 anos, é a prova viva do título que a bela cidade de Tarauacá carrega, de ser a terra da mulher bonita e do abacaxi grande. A poderosa morena com traços indígenas, é uma mistura da Iracema de José de Alencar com as princesas dos contos de fada, ou seja, cabelos negros, longos e lindos ,cujo corpo de deixar qualquer turista encantado com tamanha perfeição. 


A bela morena sonha em cursar psicologia para poder auxiliar as pessoas que têm problemas mentais, depressão e que às vezes não sabe a quem recorrer. 


Para fazer jus a tanta beleza, a tarauacaense detém no seu currículo o título de musa do verão. Concurso de beleza realizado nas belas praias do município. 

Lenilda tem como hobby musculação e o seu grande amor, é sua filha. 

Por Leandro Matthaus

Marido e mulher morrem de Covid-19 no mesmo dia; ‘É muita tristeza’, diz filha


A dona de casa Auxiliadora Albano, de 56 anos, e o agricultor Severino Balbino da Silva, de 58 anos, são mais duas vítimas da Covid-19 no Rio Grande do Norte. Os dois faleceram no mesmo dia, na terça-feira (30), após quase um mês lutando contra a doença. O casal vivia na comunidade de Piquiri, no município de Canguaretama, distante 78 quilômetros de Natal.

Os dois deixam quatro filhos: Paula, Patrício, Patrícia e José. Paula Balbino mora e trabalha em Extremoz, na Grande Natal, e embora distante mantinha contato diário com a família em Canguaretama e acompanhou todo a batalha dos pais para sobreviver ao coronavírus.

“É muito difícil, poderia ter sobrevivido pelo menos um”

“Desde que eles foram para a UTI que a gente vem acompanhando e torcendo para que eles se recuperassem, mas as notícias não eram boas. Agora estou cuidando da parte do sepultamento e praticamente não parei porque foi uma coisa em cima da outra, parece que a dor ainda não chegou completamente”, diz Paula.

Poucas horas separaram as duas notícias de óbito. Os quatro irmãos souberam primeiro do falecimento do pai pela manhã e quando ainda tentavam lidar com o triste acontecimento, receberam a confirmação da morte da mãe no período da tarde. Auxiliadora e Severino estavam internados em Natal e Caicó.

“Não tenho palavras direito, parece que a ficha não caiu. Nossa família era bem unida e essa doença acabou com isso. Mesmo longe, sempre falava com eles por videochamada. Não dá pra entender como ainda existem pessoas que não acreditam nessa doença. Isso é muito grave e muito triste”, completa Paula Balbino.

Auxiliadora trabalhava no lar e Severino em uma usina — Foto: Arquivo familiar/Cedida

Os primeiros sintomas apareceram no início do mês de maio, no dia 6. Auxiliadora, que pertence ao grupo de risco, foi a primeira a sentir os efeitos da Covid-19 e logo procurou ajuda médica. Após consulta no hospital local, Auxiliadora voltou para casa e começou o período de isolamento, mas sentiu uma forte falta de ar e retornou à unidade no dia 12.

Dois dias depois ela foi transferida para um leito de terapia intensiva em Natal, onde foi entubada. Paralelamente, o marido dela, Severino, cumpria isolamento em casa enquanto acompanhava o tratamento de Auxiliadora a distância. Uma semana após o internamento da esposa, ele piorou e também foi levado ao hospital.

Severino apresentou melhora nos primeiros dias de isolamento e seu quadro demonstrava evolução para uma recuperação da Covid-19. No entanto, ele começou a sentir febre e falta de ar. Foi quando precisou ser levado para o hospital e em seguida transferido para um leito de UTI no Hospital Regional do Seridó, em Caicó.

Entre melhoras e pioras, os dois permaneceram internados até esta terça-feira (30), quando faleceram. O sepultamento de Severino ocorreu ainda na terça, Auxiliadora será enterrada nesta quarta-feira (1º). As cerimônias seguiram protocolos de contenção da Covid-19 e foram restritas a alguns familiares.
g1

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Rocha se filia ao PSL nesta quinta e confirma que Coronel Ulysses vai assumir o partido



O vice-governador Major Rocha confirmou que se filia ao PSL nesta quinta-feira (2). A informação foi dada ao Notícias da Hora pelo próprio Rocha após reunião no Palácio Rio Branco com o vice-presidente nacional do PSL, deputado federal Junior Bozzella (SP).

“O presidente queria que eu me filiasse logo hoje, mas eu pedi para ele conversar primeiro com o pessoal do partido”, disse Major Rocha.

O vice-governador informou ainda que o coronel Ulysses Araújo, atual comandante da PM vai assumir o partido no lugar de Pedro Valério, ainda presidente regional da sigla.

Mais cedo, antes de se reunir no Palácio Rio Branco, o vice-presidente nacional do PSL falou que “ninguém ia sair perdendo”.

“A gente vai conversar e enteder qual é o projeto dos grupos políticos para o Estado, para a capital. Obviamente que o PSL no Acre terá uma atenção especial, porque o projeto do PSL abrange o país, não é uma única cidade, não é um único estado. A gente tem uma engrenagem. Todo mundo que é PSL vai chegar a um consenso, a um denominador comum que ninguém vai sair perdendo. Quem vai ganhar é o partido. E o partido ganhando quem ganha é o povo.”

O PSL vai subir ao palanque do PSDB em Rio Branco, que terá como candidato a prefeito o professor Minoru Kinpara.

Major Rocha avalia que o tempo de TV que será disponibilizado ao candidato tucano é o ponto forte da aliança com o PSL.
Luciano Tavares- NH

TARAUACÁ JA SUPERA MIL CASOS DE COVID-19 - 7 MORRERAM E 652 ESTÃO CURADOS


O Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta segunda feira, 01 de julho, confirma que o município de Tarauacá já supera a quantidade de 1000 casos de testes positivos para corona vírus. 

O primeiro caso foi confirmado há exatos dois meses (02/05). São 60 dias em que o vírus se espalhou rapidamente pelo município infectando mil e quatro pessoas, uma média de 16,7 por dia. 652 já se curaram e 7 não resistiram às complicações e morreram.


Dados divulgados hoje
1.004 casos confirmados
652 curadas
07 óbitos

Boletim Covid-19 atualizado, 01 de julho de 2020

A Prefeitura Municipal de Tarauacá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulga o boletim covid-19, desta quarta-feira, 01 de julho de 2020.
por assecom/tk

Câmara aprova PEC que adia para novembro eleições deste ano


A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (23) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que adia para novembro as eleições municipais deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

Pelo calendário eleitoral, o primeiro turno estava marcado para 4 de outubro, e o segundo, para 25 de outubro. A PEC adia o primeiro turno para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro.

O texto-base foi aprovado em primeiro turno por 402 votos a 90 (houve 4 abstenções). No segundo turno, a PEC foi aprovada por 407 votos a 70 (houve 1 abstenção).

O texto já foi aprovado pelo Senado e seguirá para promulgação, pelo Congresso Nacional. A sessão está marcada para a manhã desta quinta-feira (2).

Na votação em primeiro turno, os deputados aprovaram dois destaques, isto é, modificações no texto. No entanto, técnicos da Câmara explicaram que as mudanças não exigirão que o texto volte para nova análise do Senado.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem defendido o adiamento como medida para minimizar o risco de contágio da doença, mas desde que seja ainda para este ano.

Data-limite

Caso um município ou estado não apresente condições sanitárias para realizar as eleições em novembro, o Congresso poderá editar um decreto legislativo designando novas datas para a realização do pleito, tendo como data-limite o dia 27 de dezembro de 2020.

Inicialmente, a proposta aprovada pelos deputados previa que, no caso dos municípios nesta situação, caberia ao TSE definir nova data. No entanto, os parlamentares aprovaram um destaque para modificar a PEC e deixar a regra igual à dos estados.

Outra mudança aprovada foi a supressão de um dispositivo que dizia que caberia ao TSE promover a adequação das resoluções anteriores ao novo calendário. Com isso, o entendimento é que qualquer adequação precisará passar pelo Legislativo..

Outros pontos

Saiba outros pontos previstos na PEC:

Registro de candidaturas: O prazo atual é até 15 de agosto. Pelo texto, os partidos poderão solicitar à Justiça Eleitoral o registro dos candidatos até 26 de setembro;
Convenções: Hoje, o calendário eleitoral determina que as convenções dos partidos para a escolha de candidatos aconteçam entre 20 de julho e 5 de agosto. Pela PEC, o prazo passa a ser entre 31 de agosto e 16 de setembro e por meio virtual;
Propaganda: A PEC altera ainda trecho da legislação eleitoral que proíbe publicidade institucional nos três meses anteriores ao pleito. Pelo texto aprovado, as prefeituras poderão, no segundo semestre deste ano, fazer publicidade institucional de atos e campanhas dos órgãos públicos municipais destinados ao enfrentamento à pandemia do coronavírus e à orientação da população quanto a serviços públicos e a outros temas afetados pela pandemia. Eventuais condutas abusivas serão apuradas.

Datas

A proposta fixa datas para a realização de eventos relacionados à campanha eleitoral. Pelo texto:

a partir de 11 de agosto: as emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena de cancelamento do registro do beneficiário;
entre 31 de agosto e 16 de setembro: prazo para a realização das convenções para escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações;
até 26 de setembro: prazo para que os partidos e coligações solicitem à Justiça Eleitoral o registro de candidatos;
após 26 de setembro: prazo para início da propaganda eleitoral, também na internet;
a partir de 26 de setembro: prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e representação das emissoras de rádio e TV para elaborarem plano de mídia;
27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
até 15 de dezembro: para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos, relativamente ao primeiro turno e, onde houver, ao segundo turno das eleições;
até 18 de dezembro: será realizada a diplomação dos candidatos eleitos em todo país, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.

Fonte: G1.

Petecão não crê em apoio de Gladson a Socorro e diz que Ciro Nogueira garantiu candidato do PP à prefeitura de Rio Branco


Luciano Tavares - Blog da Hora 01 Julho 2020

Bem relacionado em Brasília, o senador Sérgio Petecão (PSD) conversou com seu colega de parlamento, o também senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP, que garantiu que o partido terá candidato à prefeitura de Rio Branco. A aposta do momento é Tião Bocalom.

Ao Blog da Hora, Petecão se disse otimista. Ele acha que "o velho Boca" será prefeito de Rio Branco com a ajuda do governador Gladson Cameli.

O senador não acredita que Cameli vai apoiar, como prometeu semana passada, a prefeita Socorro Neri, pré-candidata à reeleição.
"Seria uma loucura [Gladson não apoiar um candidato do partido]. Ele vem comigo", afirmou Petecão, que incluiu na chapa majoritária como vice de Bocalom, Marfisa Galvão, sua esposa e correligionária.

Petecão e Gladson não conversam pessoalmente há dias, apenas por telefone.

"Ele [governador] me ligou e disse que estava com saudades. Quando chegasse queria falar comigo", afirmou Petecão. Cameli está cumprindo agenda em Brasília.

Teste de vacina de covid-19 funciona e Pfizer pode produzir 1 bi de doses


Por Tamires Vitorio 01 Julho 2020

Com os resultados positivos, a Pfizer viu suas ações subirem mais de 4% na bolsa americana

Julho já começou com uma boa notícia e a vacina experimental contra o novo coronavírus produzida pela gigante farmacêutica Pfizer em parceria com a empresa de biotecnologia BioNTech demonstrou bons resultados em testes com humanos. A vacina estimulou a resposta imune dos pacientes saudáveis, mas também causou efeitos colaterais, como febre, em doses mais altas.

O estudo foi randômico e testado em 45 voluntários que receberam três doses da vacina ou placebo; destes, 12 receberam uma dose de 10 microgramas, outros 12 tomaram 30 microgramas, mais 12 receberam uma dose de 100 microgramas e nove foram tratados com a versão em placebo da vacina. A dose mais alta, de 100 microgramas, causou febre em metade dos participantes do teste — por conta dos efeitos colaterais, o grupo não recebeu uma segunda dose.

Depois de uma segunda dose da injeção três semanas depois da primeira, 8,3% dos participantes do grupo de 10 microgramas e 75% do grupo de 30 microgramas também tiveram febre. Outro sintoma apresentado foram distúrbios de sono. Os pesquisadores, no entanto, não consideraram os efeitos colaterais sérios e não resultaram em hospitalizações.

A vacina foi capaz de gerar anticorpos contra a covid-19 e alguns deles neutralizaram o vírus, o que pode significar que é capaz de parar o funcionamento dele, mas ainda não se sabe se esse nível mais alto de anticorpos é realmente capaz de gerar imunidade à doença. A Pfizer irá conduzir novos estudos em breve para provar que quem tomou a vacina é 50% menos vulnerável ao vírus.

A novidade foi divulgada no site Medrxiv, principal distribuidor de descobertas científicas que ainda não foram revisadas por pares. Os resultados ainda não foram publicados em um jornal científico.

As empresas não divulgaram as diferenças dos efeitos da vacina por gênero, etnia ou faixa etária. As próximas fases do teste também serão focadas nos Estados Unidos. Se tudo der certo, a expectativa da companhia é produzir até 100 milhões de doses da vacina até o final deste ano e mais 1,2 bilhão até o final de 2021.

Com os resultados positivos, a Pfizer viu suas ações subirem mais de 4% na bolsa americana.

Outras vacinas também já estão sendo testadas em humanos, como é o caso da produzida pela Moderna e também a da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca.

Nenhum medicamento ou vacina contra a covid-19 foi aprovado até o momento para uso regular, de modo que todos os tratamentos são considerados experimentais.

De acordo com o relatório A Corrida pela Vida, produzido pela EXAME Research, unidade de análises de investimentos e pesquisas da EXAME, as pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina já contam com o financiamento de pelo menos 20 bilhões de dólares no mundo. Desse valor, 10 bilhões foram liberados por um programa do Congresso dos Estados Unidos. Mais de 200 vacinas estão sendo desenvolvidas atualmente.