sexta-feira, 3 de abril de 2020

Niver de Dona Ednar

Mãe, eu dou graças a Deus por sua vida, por ser seu filho e por aprender tanto com seu amor de mãe. Creio que Deus sempre tem grandes bênçãos para sua vida, pois você tem sido uma mulher fiel, cheia de fé e com o coração repleto de amor.

Você tem andado com paciência buscando sempre o melhor para a sua vida. Deus tem guardado seus passos, tem sustentado sua fé e esse amor é repassado. Eu sinto isso porque sou seu filho, sou fruto do seu amor, sou parte da sua história, um pedaço do seu mundo e um sonho que se realizou na sua vida.

Que Deus lhe conserve assim; especial, amiga, mãe e serva desse Deus que pode todas as coisas. Amo muito você, e não tenho dúvidas de que sua capacidade de ser exemplo de amor continuará vencendo os limites do tempo. Feliz aniversário a essa mãe maravilhosa!

Que o céu cubra você de bênçãos como recompensa pelo coração bondoso que existe no seu peito! Parabéns, minha mãe!!!

Vereador Diógenes Leão abandona PSD e vai para o PSDB

O único vereador eleito pelo PSD de Tarauacá abandonou o partido neste período da janela eleitoral. Diógenes Leão desfilou do partido por que o mesmo acha que ali é muito difícil um parlamentar ter voz. “Achei melhor trocar de partido onde possamos ter voz e se filiou no PSDB, partido do vice-governador Major Rocha e do pré-candidato a prefeito Rodrigo Damasceno”. Comenta.

O PSDB de Tarauacá, com a janela eleitoral aberta o PSDB ganhou dois vereador Carlos Tadeu e Diógenes Leão (Dólar). 

Com saída do vereador Diógenes Leão, o PSD ficou sem nenhuma representação na câmara de vereadores de Tarauacá.

Tudo indica que o vereador Radamés Leite poderá deixar o PSB e ir para o PT, se juntando com os vereadores Príncipe e Raquel Souza deixando o partido do PT ainda mais forte.

Major Rocha é covarde e trapaceiro, diz Chico Batista, o vice-prefeito de Tarauacá

João Renato Jácome, do Notícias da Hora 02 Abril 2020

O vice-governador do Acre, Major Rocha, caiu na boca do povo. Além de dizer que está “enojado” com a polícia acreana, e após isso receber uma enxurrada de críticas dos internautas, o subgovernante foi chamado de trapaceiro e covarde pelo vice-prefeito de Taruacá, Chico Batista.

Em carta aberta à população, o vice-prefeito, que era do grupo de Rocha, chamado por ele de “dono do PSDB”, fez um desabafo sobre a forma com a qual foi tratada dentro do PSDB, pelo próprio Rocha, que, segundo relata, não cumpriu os acordos feitos ainda antes das eleições de 2018.

“Venho mostrar a minha indignação quanto à forma da condução desrespeitosa com que trata os aliados, aqueles que contribuíram para que o atual governo chegasse ao poder”, pontuou. E completa: “o vice-governador se distanciou e o pior, não [cumpriu] acordos firmados”, escreveu Batista.

Segundo Batista, que era filiado ao PSDB, e está à beira de se filiar ao PDT, Rocha tem tratado de política com petistas “os mesmos opositores das últimas eleições, para garantir abrigo no PSDB”. Chico diz isso sem citar o ex-prefeito Rodrigo Damasceno, que confirmou filiação na sigla de Rocha.


Batista analisa a situação e reclama que o grupo do PSDB não foi consultado sobre a ido de “petistas” para o partido, o que se esperava, no mínimo. “Pessoas que agem dessa forma não podem classifica-las de outra maneira a não ser como covardes, trapaceiros e sem escrúpulos”, avalia o vice-prefeito.

Segundo Chico Batista, a política realmente causa nojo, mas é quando pessoas como Major Rocha participam dos processos e tomam decisões que não agradam à base que sustenta o projeto político, neste caso, a base do vice-prefeito na cidade de Tarauacá. Chico anuncia, portando, que abandonou o barco do vice-governador.

“Ações assim, realmente causam nojo, como o próprio citou em uma matéria, e é exatamente o que ele fez e continuará a fazer, não duvidem. Assim sendo, não posso mais continuar como membro de um grupo em que seus líderes, a nível estadual, não respeitam os filiados. Diante dos fatos, resolvemos deixar o grupo político do vice-governador Major Rocha e seguir o nosso caminho”, completou.

LEIA A ÍNTEGRA DA CARTA DE CHICO BATISTA

Carta aberta aos tarauacaenses,

Amigos e amigas, observando os últimos acontecimentos políticos em Tarauacá e em especial as ações do “dono” do PSDB no Acre, Major Rocha, venho através desta, mostrar a minha indignação quanto à forma da condução desrespeitosa com que trata os aliados, aqueles que contribuíram para que o atual governo chegasse ao poder.

Vale destacar que antes da eleição o homem dizia que os aliados seriam tratados com respeito e que o diálogo sempre prevaleceria. No entanto, passado o período eleitoral e com a vitória conquistada, inclusive com o meu nome a disposição como candidato a deputado estadual, com o intuito de somar. O vice-governador se distanciou e o pior, não procurou as lideranças do partido local para tratar e cumprir acordos firmados.

Além do desrespeito, Major Rocha, resolveu se reunir com os petistas, os mesmos opositores das últimas eleições, para garantir abrigo no PSDB. Nada contra os novos filiados, a questão é que em momento algum fomos chamados para uma conversa e discutir as novas adesões.

Quando foi para irmos para o PSDB, houve uma conversa, que no primeiro momento pensava que seria séria, contudo, os acordos não foram cumpridos e ainda, ficamos abandonados, mesmo assim aguardamos contato, o que não houve. Pessoas que agem dessa forma não podem classifica-las de outra maneira a não ser como covardes, trapaceiros e sem escrúpulos.

Ações assim, realmente causam nojo, como o próprio citou em uma matéria, e é exatamente o que ele fez e continuará a fazer, não duvidem.

Como vice-prefeito de Tarauacá e ex-vereador por cinco mandatos, merecia ao menos uma ligação do cidadão em questão.

Assim sendo, não posso mais continuar como membro de um grupo em que seus líderes, a nível estadual, não respeitam os filiados.

Diante dos fatos, resolvemos deixar o grupo político do vice-governador Major Rocha e seguir o nosso caminho. Para os que ficam, que Deus os abençoe.

Francisco Feitosa Batista
Vice Prefeito

TSE avalia adiar eleições para dezembro, mas descarta prorrogar mandatos atuais

A saúde pública, a saúde da população é o bem maior a ser preservado. Por isso, no momento certo será preciso fazer uma avaliação criteriosa acerca desse tema do adiamento das eleições. Mas nós estamos em abril. O debate ainda é precoce. Não há certeza de como a contaminação vai evoluir”, disse o ministro Luís Roberto Barroso
3 de abril de 2020, 08:22 h Atualizado em 3 de abril de 2020, 08:30
Ministro Roberto Barroso durante sessão da 1ª turma do STF. (Foto: Nelson Jr./SCO/STF 11/02/2020)

247 - Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) avaliam a possibilidade de adiar as eleições municipais, marcadas para outubro, para dezembro, devido à pandemia do novo coronavírus. Os ministros, porém, descartam a possibilidade de que os mandatos atuais sejam prorrogados. Esta possibilidade somente será ventilada caso as eleições sejam transferidas para 2021 ou se o pleito for unificado em 2022. A decisão deverá ser tomada até o início de junho. 

“A saúde pública, a saúde da população é o bem maior a ser preservado. Por isso, no momento certo será preciso fazer uma avaliação criteriosa acerca desse tema do adiamento das eleições. Mas nós estamos em abril. O debate ainda é precoce. Não há certeza de como a contaminação vai evoluir”, disse o ministro Luís Roberto Barroso ao jornal O Globo

“Na hipótese de adiamento, ele deve ser pelo período mínimo necessário para que as eleições possam se realizar com segurança para a população. Estamos falando de semanas, talvez”, completou.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Maioria dos deputados rejeita parecer do relator e aprova PL que suspende a cobrança dos consignados dos servidores do Estado

Da redação do Notícias da Hora 02 Abril 2020

A maioria dos deputados estaduais aprovou o projeto de lei de autoria do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), que trata sobre os consignados. Pelo projeto, as cobranças das parcelas ficariam suspensas por 90 dias ou até durar a pandemia causada pelo novo coronavírus. A matéria foi aprovada por 17 votos favoráveis. O PL recebeu emenda do deputado Cadmiel Bonfim (PSDB).

Esta é maior derrota que a base do governo impõe ao Executivo. Os parlamentares não atenderam ao apelo do líder do governo, deputado Gehlen Diniz (Progressistas). Os deputados não seguiram o voto do relator, deputado Gehlen Diniz (Progressistas), que declarou a matéria inconstitucional na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O parlamentar disse antes da votação que o PL tinha uma única finalidade: jogar a população contra o governo.

“Quanto ao PL que suspende o pagamento dos empréstimos consignados, a competência é do Congresso Nacional, Art. 22, inciso I da CF.O autor do PL sabe disso e sabe também que se a Aleac aprovar esse PL o Governo do Estado será obrigado a vetar, pois é flagrantemente inconstitucional. Conclusão: O único objetivo do PL em questão é jogar os servidores contra o governo. Ou seja, nem em tempos de pandemia a oposição para de enganar à população e fazer politicagem, diz Gehlen Diniz.
.
O autor do projeto, deputado Edvaldo Magalhães rebateu a fala de Diniz e disse que um dia antes, o deputado progressista disse que havia um parecer favorável à matéria. Mas, de uma hora para outra, Gehlen Diniz mudou seu posicionamento, não acatando o parecer técnico da Consultoria da Casa.

“Hoje, misteriosamente, o relator e líder do governo tenta utilizar de artifícios para taxar o nosso PL de inconstitucional. O meu apelo é que a matéria entre em pauta de votação na CCJ e posteriormente nas demais comissões de Orçamento e Finanças e Serviço Púbico para ainda hoje. Não existe nenhum motivo para postergarmos a votação dessas matérias hoje. São R$ 100 milhões que poderiam socorrer ao nosso povo, mas por capricho de alguns parlamentares, a pauta segue travada. O nosso projeto é constitucional porque o momento é de exceção”, diz o deputado comunista.

Rejeitado

O projeto de lei que suspende os cortes de água e luz e visa o parcelamento de dívidas também foi rejeitado no plenário virtual da Aleac. A maioria entendeu que o PL perdeu o objeto. Embora, os defensores da matéria entendem que o texto é atual e dialoga com o momento pois visa o parcelamento de dívidas pós-pandemia.

NOTA PÚBLICA: SINTEAC POSICIONA-SE SOBRE A SUSPENSÃO E REPOSIÇÃO DAS AULAS NO ESTADO E MUNICÍPIOS

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), professora Rosana Nascimento achou decisão precipitada da retomada do ano letivo proposto pelo governo federal por conta do perigo de contaminação dos trabalhadores em educação pelo coronavírus. A direção do Sindicato não sabe quanto tempo durará o isolamento social (quarentena), mas pode ser que extrapole o período de reposição das aulas, neste caso o movimento defende a utilização do artigo da Lei de Diretrizes de Base da Educação (Lei 9.394/96) que trata de calamidade pública como medida de proteção da saúde dos trabalhadores em educação que fazem parte dos grupos de risco.

A sindicalista manifestou preocupação com a edição da Medida Provisória (MP) 934/2020, que busca flexibilizar o calendário do ano letivo. “A direção do Sinteac e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) consideram antecipado a medida sobre retomada do ano letivo com uma pandemia de covoravírus que continua se multiplicando nos estados”, Aulas à distância pela internet como tem sido defendido pelos gestores das Secretarias Estaduais de Educação (SEE’s) também não atendem a realidade dos alunos brasileiros, inclusive dos estudantes acreanos, “nem todos eles possuem internet em casa para estudar e o prejuízo poderá ser bem maior ”, destacou.
Outros setores das escolas privadas já falam nos exames externos, também, os sindicatos consideram que neste momento também não é oportuno, pois não sabem como ficará o calendário do ano letivo das universidades públicas e privadas. Portanto, pode se pensar algo de como poderá fechar o ano letivo, sem prejuízo aos alunos mais pobres deste país, como também, fechar calendário do ano letivo, sem causar pressão e estresse com uma carga horária sobre humana para ser cumprida pelos profissionais da educação. A direção do Sinteac sugere aos governantes do Acre, que sigam as recomendações da LDB, que estipula o cumprimento dos 200 dias letivos, mas que as alterações do calendário escolar bem como a ampliação da jornada diária, atividades no contraturno, sábados letivos, uso de períodos de recesso e/ou férias, dentre outros, possam ser discutidos com a categoria, inclusive existem mecanismo que permita o cumprimento da carga horária mínima sem prejuízos para a comunidade escolar”, defendeu a professora Rosana Nascimento.
Fonte: facebook

Adolescente de 16 anos é morto a tiros ao tentar roubar moto de policial em Rio Branco

Por Redação Juruá Em Tempo -02/04/2020
Um adolescente de 16 anos, foi morto com um tiro no peito, na tarde desta quinta-feira (2), ao tentar roubar uma motocicleta no Ramal da Judia, no bairro Belo Jardim 1, região do Segundo Distrito de Rio Branco. Segundo informações da polícia, um policial à paisana era o dono do veículo, e trafegava com a moto pelo ramal, quando o menor e um comparsa saíram de dentro de uma chácara abandonada a pé e, de posse de pistolas, mandaram o homem parar.

O agente de segurança percebeu que se tratava de um assalto, sacou a arma que estava em sua cintura e começou a efetuar vários disparos contra os dois bandidos. O rapaz foi atingido por vários tiros. O comparsa não foi baleado, pois conseguiu fugir correndo, deixando cair uma pistola que a dupla estava usando.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando os socorristas chegaram no local, só puderam constatar que Rodrigo já estava sem vida. Agentes do Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo e levaram para a sede, onde serão realizados os devidos exames cadavéricos.

A Polícia Militar esteve no local, colheu as informações e tentou procurar pelo comparsa do rapaz, mas nenhum suspeito foi preso até o momento. O policial à paisana foi levado para a Delegacia de Flagrantes (Defla), para prestar esclarecimentos. As investigações do caso ficarão a cargo da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Acre Alerta.

Tarauacá: Vereador Carlos Tadeu troca o PCdoB pelo PSDB

Próximo de vencer o prazo legal para quem pretende trocar de sigla partidária, para disputa eleitoral de 2020. Onde encerrar-se no dia 3, de abril, o vereador Carlos Tadeu desfilou do PC do B e foi para o PSDB, onde vai disputar a sua reeleição.

Aproveitando a janela partidária, o parlamentar municipal trocou de sigla, sem perder o mandato de vereador que é de quatro anos.

“Eu estava aguardando o momento certo para tomar a minha decisão e agora vou para o PSDB e sou pré-candidato a reeleição ao lado do pré-candidato a prefeito de Tarauacá Dr. Rodrigo Damasceno que também agora é do PSDB”. Disse.

Casos de Covid-19 no Acre subiram para 45 nesta quinta-feira, diz Sesacre


Da redação do Notícias da Hora 02 Abril 2020

Subiu de 43 para 45 o número de casos de coronavírus no estado, nesta quinta-feira, 2, com base nas informações do Centro de Infectologia Charles Mérieux, em Rio Branco.

Os dois novos casos foram registrados em Rio Branco: um homem que é consultor de Controle de Informação, de 28 anos, e uma mulher que é servidora pública estadual, de 47 anos.

O município de Acrelândia segue com 8 casos confirmados da doença. Porto Acre registra 1 caso até o momento.

O número de casos notificados subiu de 527 para 566. Do total, 438 foram descartados, ou seja, testaram negativo para Covid-19. O número de exames que segue em análise também subiu de 68 para 83, nesta quinta-feira

Saque FGTS começou e Caixa lembra que app ajuda evitar aglomerações nas agências

Os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro que aderiram ao saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) podem ter acesso ao dinheiro a partir de hoje (1).

A Caixa orienta usar o aplicativo FGTS para fazer a retirada nesta pandemia. Com isso, o banco quer evitar aglomerações.

ssa modalidade permite a retirada de parte do saldo de qualquer conta ativa ou inativa do fundo a cada ano, no mês de aniversário, em troca de não receber parte do que tem direito em caso de demissão sem justa causa.

O dinheiro poderá ser retirado até 30 de junho. O valor a ser liberado varia conforme o saldo de cada conta em nome do trabalhador. Além de um percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o total na conta.

O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional, para contas de até R$ 500, a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.

Postado por joão Maciel

Coronavírus: CNH vencida não gera multa, mas documentação do carro deve tá em dia

A pandemia que tomou conta do país, fechou espaços e setores públicos e trouxe diversas mudanças na vida da população. Até as leis de trânsito sofreram algumas alterações enquanto durar a quarentena e o fechamentos dos órgãos públicas.

Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada nos últimos dias deixou muita gente em dúvida, principalmente sobre a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e sobre o pagamento dos documentos obrigatórios, como IPVA e licenciamento anual.

A reportagem do ac24horas conversou com José Tanaca, diretor de operações do Detran, sobre o que muda com a resolução do Contran.

Em relação a CNH, quem tiver o documento vencido na data em que persiste o decreto governamental que restringiu o atendimento ao público não será multado ou sofrerá qualquer outro tipo de sanção. “O condutor está amparado por essa legislação, até porque quem regulamente essa questão é o Contran que já definiu que habilitações vencidas a partir do dia 19 de fevereiro não é possível aplicação de multa”, diz Tanaca.

Os condutores que estão com a habilitação suspensa continuam proibidos de conduzir um veículo.

Já em relação aos documentos dos veículos, o diretor de operações explica que é obrigatório o veículo está em dia, já que o atendimento presencial não impede o pagamento das taxas. “Em relação ao IPVA e o licenciamento, o cidadão deve baixar no site do Detran as taxas e fazer o pagamento nas lotéricas, autoatendimento ou aplicativo. No momento de uma abordagem, o condutor deve apresentar esses comprovantes. Como o agente fiscalizar tem acesso ao sistema, ele vai consultar e estando confirmado, o veículo é liberado normalmente, mesmo sem o condutor está portando o documento”, afirma Tanaca.

Postado por joão Maciel

TARAUACÁ: NOTA DE REPÚDIO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES


Ficamos supreendidos, com "carta aberta ao povo de Tarauacá" do vereador Ezi Aragão, anunciando sua saída do nosso Partido. 

Diante desse anúncio de rompimento, sem motivos, haja vista que o Partido nunca mudou e nem tampouco pediu para nenhum filiado mudar seus princípios e propósitos de construir uma sociedade mais justa, repudiamos o que vereador mencionou na carta, por isso o PT de Tarauacá se sente descartado, ludibriado, principalmente, por tudo, que o PT proporcionou ao vereador e sua família, como o comando do Núcleo de Educação pelo período dos 20 anos que a Frente Popular este na direção do nosso Estado, permitindo sempre as indicações de 100% de todos os colaboradores do referido Núcleo da Educação. 

Nos deixa triste, ainda mais, saber que a cega ganância pelo poder, fez o vereador utilizar mentiras para justificar sua saída, entendemos que a verdade e a transferência é sempre os melhores caminhos para respaldar as trajetórias dos homens públicos, representantes do povo. 

Por fim, lamentamos a decisão do edil, que não levou em consideração todos os companheiros e companheiras que sempre lhe ajudaram nas eleições e trajetória partidária, sendo assim, nos fica transparecido uma visível busca pelo poder. 

DIREÇÃO MUNICIPAL DO PT DE TARAUACÁ

Deputados aprovam estado de calamidade na capital e mais três municípios, incluindo Tarauacá


Numa sessão virtual que começou na manhã desta quarta-feira, 1º, e se estendeu até a tarde, a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) aprovou quatro pedidos de calamidade pública para os municípios de Rio Branco, Plácido de Castro, Tarauacá e Acrelândia. As solicitações das prefeituras tiveram votação on-line unânime dos 18 parlamentares que participaram dos trabalhos. Em três dos referidos municípios já existem casos de contaminação pela Covid-19, e Tarauacá enfrenta problemas com a cheia dos rios que atravessam a cidade.

Presidente da Aleac, Nicolau Júnior, ponderou com os deputados a necessidade dos projetos serem analisados pelo governo, por meio da Casa Civil Foto: Agência Aleac
O debate on-line entre os deputados esquentou porque existe um grande número de projetos dos parlamentares relacionados à crise do coronavírus. A oposição e os independentes queriam colocar em votação parte considerável dessas matérias na sessão desta quarta-feira. No entanto, a maioria deles ainda não passou por todas as comissões para poderem chegar ao plenário virtual da Aleac. O líder do governo, deputado Gehlen Diniz (Progressista), mais uma vez argumentou que alguns dos projetos em pauta possuem inconstitucionalidades e precisariam ser apresentados como anteprojetos.

O presidente da Aleac, Nicolau Júnior (Progressista), ponderou com os deputados a necessidade dos projetos serem analisados pelo Governo do Estado através da Casa Civil para ver se existem condições financeiras para as suas respectivas aprovações. Isso porque algumas da matérias demandam abdicar de receitas tributárias e outras a concessão de benefícios através de distribuição de renda.

Diante da solicitação dos deputados que querem os seus projetos votados, Nicolau Júnior fará nova sessão na quinta-feira, 2, excepcionalmente, já que a realização das sessões virtuais era apenas às terças e quartas. (AGÊNCIA/ACRE)

Gladson não quer ouvir falar de eleições e lamenta politicagem durante a crise do coronavírus

Luciano Tavares – Blog da Hora 01 Abril 2020

O governador Gladson Cameli afastou qualquer politização do tema coronavírus e disse que não está disposto a discutir as eleições municipais neste momento.

Ao Notícias da Hora, na tarde desta quarta-feira (1º), Cameli lamentou, sem citar nomes, o que ele considera uma "tentativa de tumultuar o ambiente por pura politicagem".

Mais cedo, ao lado da prefeita Socorro Neri, durante uma coletiva no Horto Florestal, o governador afirmou que tem ficado bastante incomodado não só com a tentativa de se partidarizar a atual crise como também a busca de algumas figuras pela antecipação das eleições mesmo em um contexto cujo interesse deveria ser por soluções no combate ao coronavírus.

"Vamos parar de outras discussões porque não tem tempo. Eu acabo falando isso pela terceira vez porque eu fico me questionando o que é que vale mais do que a vida. A vida é fundamental. E a nossa obrigação aqui é tentar protegê-los. Eu tenho uma prioridade que é ajudar o Acre."

O diabo petista não era tão feio como diziam os adversários


Pelas mãos do MDB, ex-prefeitos do PT vão retornar às luzes da ribalta política, como candidatos às várias prefeituras, nas eleições municipais deste ano. Em Porto Acre, o MDB foi pinçar um petista radical para disputar a prefeitura pela sigla, o ex-prefeito Zé Maria. Outro antigo petista será candidato a prefeito de Feijó pelos emedebistas, o ex-prefeito Francimar Fernandes. Em Brasiléia, o MDB vai para o palanque disputar a prefeitura com a ex-prefeita e ex-deputada do PT, Leila Galvão. Na capital, o ex-presidente do PT, Minoru Kinpara, é o nome do PSDB para tentar ganhar a prefeitura. O PT também estará no palanque do MDB, apoiando a reeleição do prefeito Mazinho Serafim (MDB), em Sena Madureira. Qual a conclusão a se chegar disso tudo? É que o diabo petista, não era tão feio como pregavam os adversários.

MP que permite corte de salário de até 70% está em vigor


Ansa Brasil Medida do governo deve atingir 24,5 milhões de trabalhadores

(ANSA) - A medida provisória que permite a redução de jornada de trabalho com redução de salário por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), anunciada pelo governo nesta quarta-feira (1º), já está em vigor.

Segundo o governo, o custo da MP ficará em R$ 51 bilhões e deve atender 24,5 milhões de trabalhadores. A medida ainda permite a suspensão do contrato de trabalho por até dois meses e a estabilidade de emprego proporcional ao tempo de corte após o fim da pandemia. Ou seja, se a empresa optar pelo corte por três meses, terá que manter o funcionário por outros três meses com o salário integral.

São três as faixas de corte salarial e de redução de trabalho: de 25%, de 50% e de 70%. Outros percentuais só poderão ser adotados através de acordo coletivo. Já o valor que o governo vai enviar de auxílio para quem tiver corte nos salários será calculado sobre o seguro-desemprego que o funcionário teria direito em caso de demissão. Por exemplo, quem tiver um corte de 50% no salário vai receber um benefício equivalente a 50% do valor do seguro-desemprego.

Se a empresa optar pela suspensão total do contrato, o governo se comprometeu a pagar um valor equivalente a 100% do seguro-desemprego que o trabalhador teria direito. No caso de grandes empresas, que tenham faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, elas arcarão com 30% do valor e o governo com os outros 70%. Com isso, o salário não pode ser menor que o salário mínimo vigente, ou seja, R$ 1.045. Vale lembrar que o valor não necessariamente vai repor a integralidade do valor que o funcionário recebe.

Nos casos em que os cortes forem menores que 25%, não haverá nenhum tipo de compensação. Ainda segundo o anúncio do governo, o valor recebido nessa época não afeta o seguro-desemprego, no caso de demissão após esse período, e ele será pago integralmente.

"Em uma eventual demissão o trabalhador recebe 100% do seu seguro-desemprego", explicou o secretário especial de Previdência do Ministério da Economia, Bruno Bianco. A MP precisa ser aprovada pelo Congresso em até 120 dias, se não, perde validade. Mas, ela já está em vigor. (ANSA)

Mandetta: 'trabalho com ciência, tem quem trabalhe com critérios políticos'

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, criticou o ex-capitão, que defende o fim do isolamento social entre outras medidas sanitárias. “Só trabalho com a academia, só trabalho com a ciência. Existem pessoas que trabalham com critérios políticos", disse
2 de abril de 2020, 08:32 h Atualizado em 2 de abril de 2020, 08:54
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participa de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sobre as ações de enfrentamento ao covid-19 no país (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Revista Fórum - Após ser excluído da reunião do presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto com um grupo de médicos, nesta quarta-feira (1º), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que só trabalha com a academia e com a ciência, enquanto outros “trabalham com critérios políticos”.

Mandetta também enfatizou que não se sente “ofendido” por isso. “Só trabalho com a academia, só trabalho com a ciência. Existem pessoas que trabalham com critérios políticos, que são importantes também, deixem que eles trabalhem. Não me ofendem em nada. Eu trabalho com foco, disciplina e ciência”, disse o ministro durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.‌‌‌

A principal pauta da reunião de Bolsonaro, de acordo com o Estado de S.Paulo, seria o uso da cloroquina no combate ao coronavírus. Mandetta tem se posicionado contra a medicação, dizendo que a mesma ainda não tem comprovação de eficácia e que poderia trazer consequências.

Leia a íntegra na Fórum.
Fonte: brasil 247.com

TARAUACÁ:EM CARTA, VEREADOR EZI ARAGÃO ANUNCIA SAÍDA DO PT APÓS 20 ANOS DE MILITÂNCIA

Carta Aberta ao Povo de Tarauacá 

Durante mais de 20 anos militei no Partido dos Trabalhadores – PT, embalado pelo propósito de construir uma sociedade mais justa e solidária, conforme apregoa os princípios e programa partidário. 

Eleito vereador pela primeira vez, no ano de 2000, pude ajudar o prefeito Dr. Jasone e ao PT a restabelecer os serviços públicos sucateados por administrações anteriores, melhorando a vida de nossa gente, por meio de espaços de diálogo com suas bases e filiados, possibilitando que, com seus acertos e erros, não se distanciasse de um norte ético indiscutível e austero. 

Por duas décadas, acreditei e dei o melhor de mim na construção partidária, sendo fiel aos mandatos eletivos que a população de Tarauacá, especialmente, minha família, amigos e partidários meus me concederam - a quem os sou especialmente grato. 

Hoje o PT se distanciou de seus fundamentos que tempos atrás o levou ao apogeu político em Tarauacá, no Acre e no Brasil, bastando ver que suas principais lideranças são chamadas a responderem judicialmente, dentre outros mal feitos, por denúncias de corrupção. 

Os fechamentos de espaços nas instâncias partidárias são muitos e, quanto a mim, nunca tive predileção no partido, ao contrário, por vezes fui restringido cerceado e limitado na atuação e desempenho de minhas atividades partidárias, simplesmente por não deixar que interferissem na minha atividade parlamentar, oriunda da representação política de meus mandatos. 

Por essas razões, não me vejo mais em condições de cooperar com o que não faz mais sentido para mim. 

Por outro lado, como exercente de mandato eletivo, minha atuação não pode se dá de forma isolada, no campo pessoal, sendo necessário um partido político para que eu nele exerça minha atividade parlamentar, fato que me obriga a, em breve, me filiar em uma agremiação partidária condizente com os princípios éticos que acredito e defendo. 

Aos que ficam deixo um abraço fraterno e torço para que possam dispor de condições e interesse em resgatar o programa para o qual o partido foi criado, talvez recompondo os princípios partidários perdidos ao longo da última década. 

Abraços, 

Ezi Aragão 
Vereador

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Em Tarauacá, Dolar deixa o PSD pelo PSDB e Nasso Kaxinawa sai do PCdoB para o PDT


Por Gilson Amorim 

Encerra-se no dia 3 de abril o prazo para quem pretende entrar na disputa eleitoral de 2020. No município de Tarauacá, no interior do Acre, o vereador Dolar abandona o PSD pelo PSDB e Nasso Kaxinawa deixa as fileiras do PCdoB e deverá se filiar no próximo dia quatro de abril ao PDT.

Os parlamentares aproveitaram a chamada janela partidária, que permite ao filiado com mandato trocar de partido político sem previsão de cassação.

O vereador Diógenes Leão Fernandes, o Dolar, pediu para deixar o PSD do senador Sérgio Petecão e assinou a ficha de filiação ao PSDB do vice-governador Major Rocha. Kaxinawa se desliga da militância comunista comandada pelo deputado Edvaldo Magalhãe e segue agora o PDT do deputado estadual Luiz Tchê.

O Notícias da Hora foi informado quem está indo também para o PDT é o atual vice-prefeito Chico Batista. Ele estaria insatisfeito com a valorização de dissisdentes do Partido dos Trabalhadores (PT) que passam a comandar o ninho tucano nas eleições municipais.

Hospital montado no Pacaembu vai receber pacientes no fim de semana

Estrutura com 200 leitos já está pronta, mas vai passar por higienização. Só serão atendidos pacientes encaminhados por unidades de saúde
SÃO PAULO Do R7
Hospital de campanha no Estádio do Pacaembu vai passar agora por higienizaçãoANDERSON LIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

O hospital de campanha montado no estádio do Pacaembu, na zona oeste de São Paulo, está pronto, mas só vai receber os primeiros pacientes com sintomas de covid-19 a partir do fim de semana. A estrutura, que tem 200 leitos de baixa e média complexidade, vai passar por higienização.

Já foram contratados 500 profissionais de diversas áreas da saúde para atuar durante a pandemia de coronavírus. O hospital vai receber também medicamentos e a aparelhagem hospitalar necessária.


Não haverá atendimento ao público no hospital de campanha. Os pacientes só poderão ser encaminhados para os leitos de observação pelas unidades de saúde.

À Record TV, o médico infectologista Sérgio Cimerman destacou a importância do aumento do número de leitos em meio à pandemia: "Vão aumentar os casos e não temos estrutura hospitalar para isso. O boom é esperado para maio quando, além da covid-19, teremos outros vírus em circulação".


O médico explicou que as pessoas devem analisar os sintomas antes de procurar a rede de saúde: "Se forem sintomas leves, como tosse seca e febre, é melhor ficar em casa. Agora se tiver falta de ar, é preciso procurar o médico. Os casos mais graves vão para UTI".

Como os testes para diagnóstico da doença só são realizados em pacientes graves, é importante que as pessoas mantenham o isolamento social para evitar a propagação do coronavírus. 

TARAUACÁ: Após reunião com Rocha, Rodrigo Damasceno confirma filiação ao PSDB para ser candidato à prefeitura do município


Está decidido. O médico Rodrigo Damasceno vai se filiar ao PSDB para concorrer à prefeitura de Tarauacá. O ingresso dele no ninho tucano deve acontecer até o dia 4 de abril, data final de filiação, conforme a lei eleitoral, para quem deseja ser candidato nas eleições municipais.

A decisão definitiva de Rodrigo Damasceno foi tomada durante reunião com o vice-governador Major Rocha em Tarauacá nesta terça-feira (31) a portas fechadas sem direito a fotos e postagem nas redes sociais.

Ao Notícias da Hora, Damasceno vê a possibilidade da construção de uma grande frente partidária a favor de Tarauacá.

"A ideia é fazer uma grande frente com outros partidos e sem bandeiras ideológicas, mas sim a Bandeira de Tarauacá. Todos por Tarauacá."

Ex-petista, Rodrigo Damasceno tentará voltar à prefeitura de Tarauacá após ser derrotado pela hoje prefeita Marilete Vitorino nas eleições de 2016.

O médico desponta como favorito nas pesquisas eleitorais e seu crescimento é alimentado pela enorme rejeição a atual prefeita da cidade.

Por Luciano Tavares
do Notícias da Hora

TARAUACÁ: CRUZA FARIAS SE FILIA AO PP E LANÇA PRE-CANDIDATURA A VEREADORA


O Progressistas de Tarauacá se organiza e reforça sua chapa de pré-candidauras a vereadores para a disputa eleitoral. O partido ja definiu Janaina Furtado como pré-candidata a prefeita. 

A nova filiada e pré candidata a vereadora é    Creusa de Albuquerque Farias, 37 anos, graduada em matemática pela Universidade Federal do Acre(UFAC), que há 9 anos vem colaborando na área da educação. Atualmente trabalha na escola Rilza Daniel, no quadro de apoio administrativo. 

Ja atuou como professora nas escolas 15 de junho (zona rural), Edmundo Pinto, Tupanir Gaudêncio e ainda em Programas de Alfabetização como SesiEduca, Educasa e Alfabetização solidária, nos quais teve sempre uma conduta admirável de uma profissional humana, responsável e sempre disposta a colaborar no trabalho em equipe, presando pela ética e coletividade. 

Mulher de coragem e mãe de três filhas, esposa e avó, que encara esse desafio político visando contribuir de forma positiva nesse cenário. 

Uma mulher de origem humilde que não recua mediante as dificuldades e como boa tarauacaense que é, não foge da luta. Que venha, mais esse desafio na sua vida.

Coronavírus: Pesquisadores da USP criam ventilador pulmonar para emergências feito em 2 horas e 15 vezes mais barato

Engenheiros da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) desenvolveram um ventilador pulmonar para uso em emergências, que pode ser produzido em até duas horas e é 15 vezes mais barato dos que os aparelhos disponíveis no mercado.

No dia 20 de março, um grupo de grupo de aproximadamente 40 pessoas, entre engenheiros biomédicos, mecânicos, mecatrônicos, eletrônicos e de produção, estudantes e representantes da iniciativa privada, se articulou no desenvolvimento do respirador, batizado de “Inspire”, para suprir uma possível demanda do equipamento hospitalar durante a pandemia do coronavírus.

A proposta do grupo era a criação de um ventilador pulmonar de baixo custo, com tecnologia e componentes nacionais. O resultado é um equipamento produzido com mais rapidez e menor custo.

“Buscamos montar um equipamento que pudesse utilizar ao máximo componentes que já existem no mercado brasileiro, não dependendo muito de importação, e que pudéssemos acionar os fabricantes para aumentar sua produção”, explicou o professor Raul González Lima, especialista em Engenharia Biomédica e um dos coordenadores do projeto.

O tempo total de fabricação é inferior a duas horas e o custo estimado do aparelho será de R$ 1 mil reais – o ventilador mais barato no mercado custa R$ 15 mil, de acordo com a USP. “Nós gostaríamos que a indústria nacional se desenvolvesse e exportasse as tecnologias que possuem para muitos países”, continuou o pesquisador.

O protótipo está pronto e agora está sendo testado e produzido no laboratório. A expectativa é a de que eles estejam disponíveis para os hospitais em meados de abril, quando deve ocorrer o pico de casos de coronavírus no estado de São Paulo.

O ventilador pulmonar desenvolvido pela Poli-USP é mecânico, para ser utilizado em emergências, pois a equipe considerou uma eventual falta de linhas de ar comprimido nos leitos de hospital, o que tornaria necessário o bombeamento de ar para o paciente.

Segundo o pesquisador Raul González Lima, a Poli-USP é responsável pelo projeto, mas não pela fabricação, que deverá ser feita por empresas com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O projeto tem licença aberta para os interessados em produzir o ventilador.
G1

Pesquisador da UFAC afirma que podem morrer 16 pessoas no Acre por dia no auge da pandemia de coronavírus



Pelo que se tem visto nas ruas de Rio Branco, boa parte da população ainda não entendeu o tamanho do problema de saúde pública que é a pandemia de coronavírus.

E aqui não se fala dos trabalhadores que não tem outra opção e precisam sair de suas casas para trabalhar. O alvo é quem pode ficar em casa, em quarentena como recomendam as autoridades de saúde para combater a proliferação do coronavírus, que já tem 41 casos confirmados no Acre.

No mundo, até o momento, o coronavírus já matou mais de 24 mil pessoas e esse número só aumenta diariamente. No Brasil, as mortes já chegaram até a manhã desta terça-feira, 31, a 168.

E no Acre, o que pode acontecer nas próximas semanas? Até agora o estado não atestou nenhuma morte provocada pela doença. No entanto, as autoridades de saúde afirmam que estamos no começo e vivemos um momento decisivo ao longo desta semana e por isso a quarentena é primordial para conseguir controlar a proliferação da doença.

O cientista, pesquisador e professor da Universidade Federal do Acre (UFAC) Foster Brown fez uma projeção para o Acre, caso o estado tenha o mesmo índice de mortes da Espanha. O número de óbitos pode se tornar assustador.

Na Espanha, o índice é de 2 mortes a cada 100 mil habitantes por dia. Trazendo essa infeliz realidade para o Acre, se a mesma proporção for repetida, levando em conta uma população de 800 mil habitantes, significa que 16 pessoas podem morrer por dia no auge da pandemia no Acre.

Para se ter uma ideia do que isso representa, a taxa de homicídio no Acre, que é considerada uma das mais altas do país, em janeiro deste ano foi de 0,2 mortes por cada 100 mil habitantes, o que representa 1.6 assassinatos por dia. Ou seja, o coronavírus pode matar 900% a mais que a guerra de facções no Acre.

O pesquisador faz o alerta. “Esses são números reais, do que está acontecendo no mundo. Como vai ser o Acre se ninguém mais ficar em quarentena? Vale lembrar que o nosso sistema de saúde não pode ser comparado aos da Espanha e Itália”, diz Foster.


A Secretaria Estadual de Saúde também fez uma projeção. Segundo o médico Thor Dantas, de acordo com o estimado pela Sesacre, se 10% da população acreana for infectada com o coronavírus, teríamos 86,6 mil pessoas com a doença.

Isso resultaria em aproximadamente 3.171 pessoas especializadas, sendo que dessas, 678 precisariam de cuidados intensivos. A estimativa é de 328 mortes.

É importante lembrar que uma das principais preocupações das autoridades de saúde é exatamente com supostos pacientes que necessitem de cuidados intensivos, já que o estado tem apenas 194 UTIs.

“Aqui no Acre a gente conseguiu pegar a epidemia na hora que ela chegou. Nós estamos quatro semanas atrás do Rio de Janeiro e São Paulo no andamento da epidemia. Por isso eu digo que estamos em um momento decisivo, é hora de fazermos o maior esforço possível para evitar que o vírus de espalhe para todo mundo. O ciclo é previsível. Leva quatro semanas para atingir seu pico.
As consequências de voltarmos a circular neste momento podem ser as piores possíveis”, diz Thor Dantas.

País tem 201 mortes por covid-19 e 5.717 casos confirmados

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Casos confirmados chegam a 5.717, segundo boletim 

Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil - Brasília

O número de mortes em razão do novo coronavírus chegou a 201, nesta terça-feira (31), conforme nova atualização divulgada hoje pelo Ministério da Saúde. O resultado marca um aumento de 26% em relação a ontem (30), quando foram registrados 159 óbitos.

As mortes ocorreram em São Paulo (136), Rio de Janeiro (23), Ceará (sete), Pernambuco (seis), Piauí (quatro), Rio Grande do Sul (quatro), Paraná (três), Amazonas (três), Distrito Federal (três), Minas Gerais (duas), Bahia (duas), Santa Catarina (duas), Alagoas (uma), Maranhão (uma), Goiás (uma), Rondônia (uma) e Rio Grande do Norte (uma). 

O número de novas mortes, 42, foi o maior da série histórica. O maior quantitativo de óbitos em um dia até então tinha sido 23, no dia de ontem (30).

Em relação ao perfil, 41,4% eram mulheres e 68,6%, homens. Em relação à idade, 89% estavam na faixa acima de 60 anos. Em relação às complicações de saúde, a maioria (107) apresentavam cardiopatia, 75 tinham diabetes, 33 pneumopatia e 22 alguma condição neurológica.

Já os casos confirmados saíram de 4.579 para 5.717. O resultado de novas 1.138 pessoas infectadas em um dia foi mais que o dobro do maior registrado até agora, de 502 novos casos no dia 27 de março.
Ministério da Saúde/Divulgação

Os estados com mais casos são São Paulo (2.339), Rio de Janeiro (708), Ceará (390), Distrito Federal (332) e Minas Gerais (275). A menor incidência está em estados da Região Norte, como Rondônia (oito), Amapá (10), Tocantins (11) e Roraima (16). 

O índice de letalidade, que estava abaixo de 2% no final de semana, ficou em 3,5% no balanço de hoje, o mesmo registrado ontem.

As hospitalizações saíram de 757, ontem, para 1.075, hoje.
Manutenção do isolamento

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, argumentou que a pandemia não entrou na curva ascendente porque houve “conscientização de todo mundo”. Mas a situação de hoje reflete a dinâmica de 14 dias atrás. “Não temos nem sete dias que estamos ficando em casa. Por isso que é importante manter”, defendeu.

Mandetta reforçou a importância das medidas de isolamento social, mas acrescentou que o governo discute as condições para uma movimentação de abertura, o que chamou de “condicionantes”.

Entre elas, o abastecimento dos profissionais de saúde com equipamentos de proteção individual (EPIs), que ainda são insuficientes, de acordo com levantamentos que vêm sendo realizados por entidades como o Conselho Federal de Medicina e a Associação Médica Brasileira. O ministro informou que foi finalizada compra de 300 milhões de kits desses equipamentos.

“No momento vamos fazer o máximo de distanciamento social, o máximo de permanência nas residências para que, quando chegarmos no momento de estarmos preparados, vamos monitorando pela epidemiologia. Vai ser um trabalho de precisão. Nem tão amarrado que possamos ser arrastados, nem tão acelerado que possamos cair numa cachoeira”, declarou.

Sistema de monitoramento

Mandetta anunciou que o governo colocará em funcionamento um sistema de monitoramento dos brasileiros que chegará a 125 milhões de pessoas. A plataforma, baseada em inteligência artificial, entrará em contato com os brasileiros na base de dados do governo e obterá informações sobre a condição de saúde.

“O conjunto dessas informações será usado para que a gente antecipe quem é risco, onde está, o nome e isso deve ser grande ferramenta de gestão de pessoas”, informou o titular da pasta.

O governo divulgou os dados sobre o avanço de covid-19 em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto. Participaram o ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto; da Economia, Paulo Guedes; da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; e da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Assista à entrevista coletiva na íntegra:

Kits de teste rápido

Nesta terça-feira desembarcou no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), o primeiro lote de 500 mil de testes de detecção rápida para a covid-19. O lote faz parte de uma compra de compra de 5 milhões de kits efetuada pela Vale. O teste, produzido pela empresa chinesa Wondfo, tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ele detecta anticorpos e permite que se tenha um resultado em apenas 15 minutos.

terça-feira, 31 de março de 2020

Na Capital, homem é morto com diversos tiros na noite desta terça-feira

Um homicídio foi registrado no início da noite desta terça-feira (31), na Rua Belém, no bairro Nova estação, no Parque da Maternidade. Um homem não identificado foi atingido por diversos tiros. Populares ouviram vários disparos e ao sair, para verificar o ocorrido, encontraram um rapaz caído no Parque da Maternidade com marcas e vários tiros.

Uma viatura da Polícia Militar foi acionada e a viatura 01 de suporte avançado do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foram até o local, mas a vítima já estava sem vida e só puderam atestar o óbito

Contilnet

Sobe para 42 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Acre

Entre segunda (30) e terça-feira (31) surgiu mais um caso em Acrelândia, passando para sete os registros na cidade do interior. Uma idosa segue em estado grave na UTI do PS.

Por G1 AC — Rio Branco
31/03/2020 18h04 Atualizado há 52 minutos
Casos de Covid-19 no Acre chegaram a 42 nesta terça-feira (31) — Foto: Junior Aguiar/Secom-AC

O novo boletim da Secretaria de Saúde do Acre atestou mais um caso positivo para o novo coronavírus nas últimas 24 horas. Este novo caso também foi registrado em Acrelândia, passando para sete o número de registros de pacientes com a doença na cidade do interior do Acre, que tem pouco mais de 15 mil habitantes.

Há casos também em Rio Branco e Porto Acre. A Saúde informou que recebeu 461 casos suspeitos, descartou 378, confirmou 42 e 41 seguem em análise. Dos confirmados, 34 são de Rio Branco; 7 em Acrelândia e 1 em Porto Acre.

O novo paciente confirmado de Acrelândia é uma auxiliar administrativa de 49 anos, que contraiu a doença ao ter contato com uma pessoa que já tinha sido diagnosticada com a doença.

Uma das primeira pacientes diagnosticadas com a doença, Isabella da Silva, de 37 anos, apresentou melhora. Ela foi transferida da Unimed para a UTI do pronto-socorro de Rio Branco ainda na sexta-feira (27), onde passou a respirar sem ajuda de aparelhos.

Um idosa permanece também na UTI do PS, em Rio Branco, em estado grave, segundo a Saúde. Já um senhor de 81 anos, Manoel Silva, que estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito de Rio Branco, recebeu alta nesta sexta-feira (27). Os casos confirmados foram importados e de transmissão local, segundo a Saúde.

Todos os casos confirmados estão sendo acompanhados de perto pela equipe da Vigilância Epidemiológica no âmbito estadual e municipal.
Casos de novo coronavírus no Acre
Casos de novo coronavírus no Acre
Primeiros casos foram confirmados em 17 de março
17/mar19/mar20/mar21/mar23/mar24/mar25/mar27/mar29/mar30/mar31/mar01020304050
23/mar
 : 17
Fonte: Sesacre
Fonte: Sesacre