Festival do abacaxi 2018


sexta-feira, 2 de março de 2018

TARAUACÁ, HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE TAUARACÁ NO ACRE

Tarauacá, História e Geografia de Tauaracá no Acre
População: 38.500
Área da unidade territorial (Km²): 20.171,019
Densidade demográfica (hab/Km²): 1,76
Gentílico: Tarauacaense

História de Tarauacá
A região era habitada por índios Cachinauás e Jaminauas, às margens dos Rios Tarauacá e Murú. Tarauacá é nome indígena e significa "rios dos paus ou das tronqueiras".

Por volta de 1877, ocorreu a emigração de nordestinos para formação e exploração de Seringais Nativos. Em 1899 um grupo de emigrantes chega na confluência dos rios Murú com o Tarauacá, fundando o Seringal Foz do Murú, sendo a partir daí, ponto de partida para exploração nos altos rios. Dentre os nordestinos que ali aportaram, destacam-se: José João e Antonio Marques de Albuquerque, Patronilo de Albuquerque, Joaquim Gonçalves de Freitas, Manoel Pereira Cidade, Francisco de Oliveira, João Lopes Ibiapina, Joaquim, Antonio e Alexandre Teixeira de Souza, Antonio Ferreira Lima Manoel Paixão de Albuquerque, Ernesto Nunes Serra e Francisco Caetano de Lima.

Com o Tratado de Petrópolis em 17 de novembro de 1903, as terras da região passaram para a União. Já em 1904 com a primeira divisão territorial-administrativa do Acre, as terras passam para o Departamento do Alto Juruá. Em 1º de janeiro de 1907, a Foz do Murú é elevada a categoria de Vila, com a denominação de Seabra. Em 1912 desmembra-se, sendo constituído o Departamento do Tarauacá, criado pelo Decreto nº 9831, e instalado em 19 de abril de 1913. Seu primeiro Prefeito foi o Coronel Antonio Nunes de Alencar. No mesmo Decreto foi criado o Município do mesmo nome, o qual foi instalado em 24 de abril de 1913.

Formação administrativa de Tarauacá
Elevado à categoria de vila com denominação de Seabra. Pelo decreto municipal de 01-01-1907, desmembrado de Alto Juruá. Sede na localidade de Foz do Muru. Instalado em 24-04-1913.

Pelo decreto federal nº 9831, de 23-10-1912, a sede da vila passa ter a denominação de Seabra.

Pela Resolução nº 15, de 14-05-1913, o prefeito do Departamento do Taraucá dividiu este departamento em 15 distritos: Vila Seabra, Seringal Itaparico (transferido para o Seringal ocidente, pela Resolução 39, de 15-05-1914) e Foz do Salvador. Com sede respectivamente, em Foz do Juruparai, Vila Feijó, Seringal Riachuelo (transferido para o Seringal de Bom Sucesso. Pela Resolução nº 38, de 15-05-1914), Seringal Porongaba, Porto Rubim, Bom Princípio e Seringal Cruzeiro.

Pelo decreto federal nº 14.383, de 01-10-1920, manteve o município com a denominação Taruacá e elevou a sede Seabra à categoria de cidade. Com sua denominação de Tarauacá.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município se denomina Tarauacá.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, o município aparece constituído de 16 distritos: Tarauacá, Universno, Foz do Janinavá, Foz do Jordão, Vitória, Paraíso, Ocidente, Foz Salvador, Santa Fé vila Feijó, Foz do Juruá Peri, Bom Sucesso, Porancaba, Porto Jobim Liberdade e Cruzeiro.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município aparece constituído de 7 distritos: Tarauacá, Bom Futuro, Nalare, Ouro Preto, São Salvador, Universo e Foz do Jordão.


Nenhum comentário: