02/10/2017

Moisés Diniz condena exposição de “arte” de nudismo. ” Esquerda deve se posicionar contra esse de tipo arte”, diz deputado


O deputado federal Moisés Diniz ( PCdoB) condenou a exposição de arte, aonde uma criança é estimulada a tocar num homem nu. O parlamentar classificou o ato como alimento dos reacionários. 

Diniz salientou que a esquerda precisa se posicionar contra este tipo de arte que ninguém sabe de onde veio e que serve de combustível para motivações reacionárias. 

Segundo o comunista, ser de esquerda não é isso. Porque ele é de esquerda, e não coaduna com essa agressão à infância. 

Uma performance apresentada na última terça-feira (26), durante a abertura do 35º Panorama da Arte Brasileira – 2017, no Museu de Arte Moderna (MAM), em São Paulo, tem causado revolta nas redes sociais. Na apresentação intitulada ‘La Bête’, o artista fluminense Wagner Schwartz permanece nu e deitado em um tablado no qual as pessoas — inclusive crianças — podiam interagir com o corpo dele.

Após uma menina de cerca de quatro anos de idade ter sido estimulada por uma mulher (a própria mãe da criança, segundo o MAM) a tocar o corpo nu do homem e vídeos da cena serem divulgados nas redes sociais, a revolta se tornou geral.

Íntegra do desabafo 

ALIMENTO DOS REACIONÁRIOS 

Ser de esquerda não é isso. Sou de esquerda e acho isso uma agressão à infância brasileira. Isso não é arte em nenhum lugar do planeta, nem da história e exige punição exemplar da Justiça.

Chega de “porra-loucas” servindo de combustível para motivações reacionárias!

Se há aberrações semelhantes na direita, não pode servir de álibi, para quem se diz progressista, cometer erros tão estúpidos, em nome de uma “arte” que ninguém sabe de onde veio.

E, para que os reacionários parem de levar vantagens, a esquerda tem que se posicionar, e condenar essas “manifestações culturais” estúpidas e inaceitáveis.

Por Leandro Matthaus

Nenhum comentário: