01/08/2018

Aprovados em concurso da PM não convocados protestam na frente da Casa Rosada


Luciano Tavares - Aprovados no concurso da Polícia Militar do Acre que ainda não foram convocados pelo governo protestaram na manhã desta terça-feira, 31, na frente da Casa Rosada, gabinete oficial do governador Sebastião Viana, na avenida Brasil, no Centro de Rio Branco. Eles chegaram a fechar o acesso durante o protesto e usaram faixas em manifestação.

O concurso foi realizado em abril de 2017 para provimento de 250 vagas na Polícia Militar do Acre. Os aprovados já passaram por todas as etapas exigidas. Foram submetidos a teste físico, exame psicológico, investigação criminal e social.

De acordo com Seir Alexandre Gomes, representante da classe, além de não seguir o prazo previsto, o governo mudou o edital depois que todas as etapas foram concluídas.

“O concurso tinha validade de seis meses e nós seríamos convocados até dezembro, mas o governo prorrogou por mais dois anos com possibilidade para prorrogar por mais dois anos”, informou.

A argumentação atual do governo é de que a possível convocação fere a Lei de Responsabilidade Fiscal. A categoria diz que o governo havia dado prazo de homologação do certame até sete de julho, mas não cumpriu.

“O que nós queremos é uma data que seja verdadeira. Deu até sete de julho para sair a homologação do concurso, última fase e tudo.”

O governador Sebastião Viana não estava na Casa Rosada no momento do protesto.

Nenhum comentário: