16/08/2018

O ESSENCIAL: Começa a campanha eleitoral mais curta e indefinida

Recebendo muitos emails de O Globo? Você pode cancelar a inscrição. Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse aqui.


Presidenciáveis iniciam agendas em São Paulo e Rio; nos estados, é dia de debate na TV

Olá, bom dia.

Começa nesta quinta-feira, oficialmente, a campanha eleitoral. Mais curta, serão 52 dias até o primeiro turno. A propaganda gratuita na televisão e no rádio será ainda menor: começa em 31 de agosto.

A partir de agora, os candidatos podem pedir votos. Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos) iniciarão a campanha em São Paulo. Ciro Gomes (PDT) participará de ato no Rio. Jair Bolsonaro (PSL) não terá agenda pública.

Nas eleições estaduais, é dia de debate na TV Bandeirantes. A corrida eleitoral no Rio terá 12 concorrentes — as crises financeira e da segurança pública devem ser protagonistas da campanha. Em São Paulo, a disputa, também com 12 candidatos, começa discreta: os principais nomes planejam agendas sem presença de presidenciáveis.

Bernardo Mello Franco: lulismo põe o bloco na rua por HaddadRitual de registro de candidatura de Lula cumpriu função de mobilizar partido para campanha do atual vice

Decisão de Temer dificulta que próximo presidente cumpra teto de gastosGoverno autorizou reajuste nas despesas da Educação, o que gera aperto de R$ 2,5 bilhões no Orçamento

Ministro da Fazenda diz que revogar teto de gastos levará a aumento de importosEm entrevista ao GLOBO, Eduardo Guardia responde a críticas de candidatos

Documentos de banco suíço reforçam suspeita de caixa 2 de José SerraComprovantes indicam depósito de R$ 400 mil da Odebrecht em conta de empresa ligada à filha do senador.

globo.com

Nenhum comentário: