Tarauacá-Acre


quarta-feira, 5 de setembro de 2018

CÂMARA DE TARAUACÁ EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO DA COTA DE COMBUSTÍVEL

A Câmara de Vereadores de Tarauacá vem por meio deste meio de Comunicação esclarecer sobre a matéria veiculada no “AC24Horas”, nesta quarta-feira, 5 de Agosto, que critica a aprovação da resolução N°002/2018 que Institui a cota mensal de 200 litros de combustível para cada Vereador.
Tal medida foi tomada, mediante uma recomendação “in-loco” do presidente da Casa Legislativa, Carlos Tadeu, no Tribunal de Contas do Estado, como uma forma de legalidade da cota de combustível para os parlamentares, como sempre existiu este tipo de benefício em outras Legislaturas, bem como, em outras Câmaras do Brasil. 
Destacando ainda, que a estrutura e mecanismos da Casa são precários e que os vereadores utilizam seus próprios veículos em suas atuações parlamentares, tanto terrestre, como fluvial, conforme apresentam em seus relatórios as atividades realizadas.
O Presidente Carlos Tadeu, em reunião, cogitou o corte dos benefícios, porém foi protestado pelos demais edis. “O dinheiro é público, mas ninguém vai usar para fazer farra, não tenho dúvida que esse combustível é sempre usado em benefício da população para o Vereador chegar perto do cidadão humilde e ver os problemas da comunidade. E o vereador que denunciou, conseqüentemente não precisa e muito menos pensa em ajudar a vida dos que mais precisam ”, explica.

Por outro lado, o chefe do Poder Legislativo acredita que a denúncia é um tipo de retaliação por ele ter recebido uma denúncia contra a prefeita Marilete Vitorino e ter aprovado, em Plenário, a criação de uma comissão de investigação das supostas irregularidades cometidas pela gestora municipal. “Foi por isso que veio esse contra-ataque para tentar intimidar os vereadores, mas nós não vamos baixar a cabeça, nós vamos aceitar as denúncias e investigar se procedem ou não”, finaliza Carlos Tadeu.

Assessoria de Comunicação da Câmara de Tarauacá

Nenhum comentário: