08/11/2018

“Eu recebo uma mixaria”, diz N. Lima ao reclamar do salário de vereador de Rio Branco

Um vereador de Rio Branco recebe um salário de R$ 12.025,41, mas para N. Lima a remuneração mensal dele é uma “mixaria”.

Além do salário, um edil da capital tem direito a R$ 20 mil de verba de gabinete, R$ 4 mil para gastar com combustível
e mais R$ 4 mil para trabalhos gráficos, além de dois veículos à disposição e quatro viagens para treinamentos.

“Nós estamos defasados. Seu eu não me engano quem é vereador aqui está com quantos anos que não recebe aumento? Se eu não me engano é 12! E aí?! A Assembleia Legislativa tem uma lei que diz que é 75% do vereador, ou do deputado. Eu não recebo isso, não. Eu recebo uma mixaria. Não dá 60%. Que for legal aqui, senhores vereadores, eu quero. O que for legal é meu”, afirmou ele durante sessão na Casa nesta semana.

Ainda em seu discurso, N. Lima disse que paga despesas de combustível para que pessoas que trabalham com ele realizem serviços de fiscalização nos bairros de Rio Branco.

N. Lima é candidato à presidência da Câmara Municipal pela oposição. Ele concorre ao cargo contra o petista Antônio Morais. A eleição da Mesa Diretora acontece nesta sexta-feira, 09.

Nenhum comentário: