13/12/2018

JANAINA FURTADO PARTICIPA DE ATO PUBLICO E DISCUTE ENERGIA ELÉTRICA EM TARAUACÁ


A Vereadora Janaina Furtado da Rede Sustentabilidade, participou de uma manifestação realizada na manhã desta quinta feira (13) em frente a prefeitura do município, para protestar contra os péssimos serviços públicos oferecidos pela prefeitura e pelo governo do estado no município.


Em sua fala, disse que a sua condição de vereadora, sem ter nenhum tipo de relação incestuosa com os governos, lhe permitia se manifestar livremente em qualquer que seja, as circunstâncias. "Estou aqui exercendo meu mandado e minha liberdade como uma parlamentar eleita para defender unica e exclusivamente os interesses da população. Cobrar pra que os governantes respeitem os direitos da população é um dever de todos. Queremos serviços público de qualidade e estamos aqui para cobrar dos administradores", destacou Janaina. O ato público foi promovido por entidades do movimento social tendo como protagonista o sindicato da educação.


A tarde, Janaina se reuniu com membros do Conselho do Consumidor da Empresa Energisa, responsável pela geração e distribuição de energia no Estado do Acre. A reunião aconteceu as 16 horas no auditório do Sinteac e contou com a participação de representantes da população, consumidores da zona rual e presentantes da empresa.


"Essa é uma boa oportunidade para a gente discutir os problemas da geração, distribuição, qualidade e preço da energia em Tarauacá e cobrar da nova empresa melhorias no serviço oferecido aos consumidores. A nossa cidade cresce de forma desordenada e isso faz com que tenhamos diversos bairros com ligações de energia improvisadas e precárias", lembou Janaina. 

Janaina destacou ainda, a difícil que vivem os moradores da área do Campo do Luiz Madeiro. "São mais de 200 famílias vivendo com sérios problemas de infra estrutura e principalmente na questão da energia elétrica", pontuou.

A vereadora voltou a questionar o pagamento da taxa de iluminação pública pelos moradores da zona rural e o serviço não é oferecido. 

"Apresentei uma lei que isenta moradores da zona rural do pagamento dessa taxa, que considero um roubo e os prefeito anterior e a atual prefeita não a sancionaram. A prefeitura recebe o dinheiro do pagamento da taxa de iluminação pública dos consumidores da zona rural para bancar a iluminação pública aqui na cidade e isso não acho justo. Vou apresentar a lei novamente e conversar com o sindicato dos trabalhadores rurais para a gente reunir os trabalhadores rurais para cobrar da prefeita a sua sanção", enfatizou a vereadora.

No final foi anunciado que a nova empresa no Acre, pretende investir pesado na questão da energia, melhorando a qualidade. Em relação ao aumento da conta de energia, o representante da empresa disse que o valor é definido pelo governo federal.

Assessoria Parlamentar.

Nenhum comentário: