31/01/2019

Professor acreano é assassinado a facadas em Cobija

Vítima em seu local de trabalho – foto: arquivo/pessoal

O crime aconteceu por volta das 11 horas, horário local na fronteira do Acre, quando autoridades do Brasil foram acionados sobre um homicídio por arma branca (faca) de um brasileiro na cidade de Cobija, capital do estado de Pando, lado boliviano.

O brasileiro ainda teria dado entrada no hospital Roberto Galindo Terán ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos, duas perfurações no peito esquerdo, onde lhe fez perder muito sangue e foi a óbito.

As primeiras informações que ainda estão sendo investigadas pelas autoridades dos dois países, dão conta de um crime passional, onde a vítima identificada como Miquer Magalhães, funcionário público da educação do município de Epitaciolândia, estaria em uma casa de uma mulher no Bairro Paraíso, quando foi atacado por um homem também de nacionalidade brasileira.

Uma segunda pessoa teria entrado em luta corporal com o suspeito, identificado apenas pelo apelido de “Pitu” que é procurado pela Justiça do Acre. Na confusão para tentar tomar a faca, o colega da vítima teve a mão cortada e o agressor conseguido fugir tomando rumo ignorado.

O suspeito que se encontra foragido, seria o namorado de uma mulher que supostamente a vítima teria envolvimento amoroso. As outras informações seriam de latrocínio (roubo seguido de morte), e a última que teria sido abordado na rua e tentado reagir ao assalto.

O corpo de Miquer foi liberado do necrotério do hospital aos familiares para ser velado por volta das 9h00 desta quinta-feira, dia 31, e depois ser sepultado. As autoridades dos dois países estão à procura do suspeito na fronteira que já foi identificado e seria foragido da justiça do Acre.

Com informações do site O Alto Acre

Nenhum comentário: